ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for default Cadastre-se gratuitamente para obter cotações em tempo real, gráficos interativos, fluxo de opções ao vivo e muito mais.

Com valorização de 85.000% em 2 meses, NFTs do Bored Apes são vendidos por R$ 130 milhões em leilão da Sothebys

LinkedIn

Em 23 de abril, os primeiros NFTs (tokens não fungíveis) da coleção Bored Ape Yacht Club foram disponibilzados em regime de pré venda por 0,08 ETH. Uma semana depois as vendas foram abertas ao público em geral e os preços variaram entre 0,08 ETH e 2 ETH, algo entre R$ 1.500 a R$ 37.000, de acordo com dados do MomentRanks, plataforma que rastreia dados de venda e de valoração de coleções de NFTs.

Nesta quinta-feira, uma coleção de 101 tokens não fungíveis de Bored Apes foi arrematada com um lance virtual de R$ 128 milhões na secular casa de leilões inglesa Sotheby’s, a um preço médio aproximado de R$ 1,2 milhão por NFT.

Leilão virtual de coleção de 101 Bored Apes. Fonte: Sotheby’s

Embora os números sejam um tanto abstratos para dar conta da dimensão que os “macacos entediados” alcançaram na cultura contemporânea, a impressionante valorização em torno de 85.000% consolida definitivamente o espaço dos NFTs no mercado da arte tradicional.

A própria Sotheby’s foi surpreendida pela valorização dos Bored Apes. A estimativa inicial da casa de leilões previa que o lote fosse arrematado por um lance entre R$ 63,6 milhões e R$ 95,4 milhões.

#AuctionUpdate 101 NFTs de Bored Ape Yacht Club acabaram de ser vendidos por $ 24,4 milhões e 101 Bored Ape Yacht Club NFTs alcançaram $ 1,8 milhões em nosso leilão Ape in! – a venda de #BAYC mais significativa até hoje. Parabéns a todos os macacos lá fora

O que está por trás do fenômeno do Bored Ape Yacht Club

Em retrospecto, o Cointelegraph Brasil mostra os lances decisivos da ascensão dos colecionáveis do Bored Ape Yacht Club.

Todo Bored Ape foi criado para ser único. Através de arte generativa, cada NFT é gerado a partir de 170 características possíveis – expressão, roupas, acessórios, entre outros detalhes – que fazem com que alguns sejam mais raros do que outros.

A coleção foi toda vendida nos dias seguintes ao lançamento, mas o impulso decisivo aconteceu em 1º de maio, quando @Pranksy e @J1mmy.eth compraram juntos mais de 250 apes. Até então, apenas 500 NFTs haviam sido cunhados. Depois, em menos de 10 horas todos os itens da coleção se esgotaram e passaram a ser vendidos exclusivamente no mercado secundário.

Em declaração ao site NFTS WTF, @J1mmy.eth justificou o investimento da seguinte forma:

O preço era justo e acessível, a narrativa do site e a ideia de fazer parte do clube me atraiu. A comunidade tem sido ótima, pois o projeto começou a ganhar força!”

Aos poucos, pesonalidades influentes na comunidade cripto começaram a trocar suas fotos de perfil por avatares da coleção. Em uma reportagem da revista New Yorker, Matt Gallligan, cofundador e CEO de uma rede de mensagens para a comunidade cripto, justificou o fenômeno:

“Tornou-se uma espécie de símbolo de status, como usar um relógio sofisticado ou tênis raros.”

Em 3 de maio, um Bored Ape foi vendido pelo preço recorde – até então – de 21 ETH, ou R$ 389.000. No começo de julho, dois meses após o lançamento, os NFTs do Bored Ape Yacht Club já haviam movimentado R$ 318 milhões e ocupavam o décimo lugar em volume de transações entre as principais coleções do mercado, de acordo com dados do DappRadar.

Criando comunidade

Para os criadores do Bored Ape Yacht Club, o senso de comunidade é algo que estava ausente na internet e o sucesso dos tokens não fungíveis pode ser explicado na medida em que os NFTs ajudam a preencher esse vazio. Na reportagem da New Yorker, Gargamel, codinome de uma das cabeças por tras do projeto, resumiu as intenções do Bored Ape Yacht Club em uma frase:

“Queremos que seu Bored Ape seja sua identidade digital.”

Gargamel e o também pseudônimo Gordon Goner tiveran a ideia de lançar uma coleção de NFTs no início deste ano, quando o mercado dava apenas os primeiros sinais de que poderia decolar.

Naturalmente, os CryptoPunks serviram de inspiração, mas, segundo Gargamel declarou à New Yorker, “eles viram uma oportunidade de criar uma narrativa com um arco maior.”

Depois de algumas ideias abandonadas, eles chegaram ao conceito dos “macacos entendiados” inspirados em alguns dogmas da própria indústria cripto.

Assumindo que os jovens milionários que enriqueceram investindo em criptoativos hoje estão mais ricos do que poderiam imaginar em seus sonhos mais ambiciosos, e igualmente entediados, o que mais eles poderiam fazer do que “ir para um clube com um bando de macacos e ficar estranho?”, questionou Goner na reportagem da New Yorker.

Ilustração do Bored Ape Yacht Club. Fonte: boredapeyachtclub.com

Além dos próprios macacos, toda uma iconografia foi criada a partir do gosto pessoal dos criadores. O cuidado estético diferencia o Bored Ape Yacht Club de outros projetos do gênero e contribuiu para que os criadores arrecadassem R$ 10,6 milhões apenas com as vendas primárias da coleção, de acordo com a New Yorker.

Entre as promessas para aqueles que se juntaram ao clube havia um canal no YouTube , doações a instituições de caridade, NFTs de coleções paralelas, além de produtos físicos, como camisetas e bonés.

No entanto, o recurso mais interessante é a permissão para que os colecionadores possam explorar comercialmente as imagens dos Bored Apes correspondentes aos seus NFTs. Ele cria uma nova lógica comercial que só se tornou possível por conta dos padrões digitais inerentes aos tokens não fungíveis e aos contratos inteligentes.

O sucesso da coleção gera benefícios tanto aos criadores do projeto quanto à comunidade de usuários, afirmou Goner à New Yorker. E acrescentou:

“Tudo o que as pessoas criam com seus apes apenas faz a marca crescer.”

E foi assim que as últimas adesões ao clube no mês passado contaram com personalidades de fora do universo cripto, como os astros do basquete Stephen Curry e do futebol americano Von Miller, dando um impulso adicional ao sucesso do Bored Ape Yacht Club.

Atualmente, o preço base de um NFT da coleção é de 40 ETH, ou R$ 744.000, e o volume total negociado desde o lançamento é de R$ 7,44 bilhões, segundo dados da Coingecko.

Hoje, o Bored Ape Yacht Club ocupa a quinta colocação no ranking das maiores coleções de NFTs da história em termos de valor de mercado.

Por Caio Prati Jobim

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br