Petróleo encerra em alta com estoques dos Estados Unidos em queda e produção afetada pelos furacões

LinkedIn

Os preços dos contratos futuros de petróleo encerraram em alta com os estoques dos Estados Unidos em queda e a produção afetada pelos furacões de três semanas atrás. Uma possível demanda crescente também dá suporte aos preços.

“A queda nos inventários norte-americanos de ontem parece refletir o persistente dano nas produtoras do Golfo do México afetadas pelo Ida e Nicholas há semanas. Isso está tranquilizando os traders, que enxergam uma queda na oferta mais consistente”, afirmam analistas do ING.

Ontem, os estoques da commodity norte-americanos mostraram uma queda maior do que a esperada. Segundo a administração de informações de energia do governo dos Estados Unidos, os inventários caíram em 3,5 milhões de barris, ou 0,8%, na semana encerrada em 17 de setembro, para 414,0 milhões de barris. Analistas previam queda de 2,4 milhões de barris.

Cerca de 18% do petróleo do Golfo dos Estados Unidos e 27% de sua produção de gás natural têm estado offline depois do furacão Ida e Nicholas, disse o órgão regulador de Segurança e Fiscalização Ambiental (BSEE).

Vários países da Opep e seus aliados liderados pela Rússia, conhecidos como Opep+, incluindo Nigéria, Angola e Cazaquistão têm tido dificuldades nos últimos meses para aumentar a produção devido a anos de pouco investimento ou trabalho de manutenção adiado pela pandemia de covid-19.

Em um sinal de forte demanda de combustível à medida que as proibições de viagens diminuem, as taxas de utilização das refinarias da Costa Leste nos Estados Unidos aumentaram para 93%, a maior desde maio de 2019, mostraram os dados da administração de informações de energia do governo dos Estados Unidos.

Associado a isso, investidores apostam em um crescimento do apetite por petróleo à medida que o gás natural se torna mais caro e escasso. Com os meses mais frios se aproximando, é possível que países comecem a comprar petróleo para garantir o aquecimento das casas.

Assim, o preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex com entrega para novembro subiu 1,24%, cotado a US$ 73,30 o barril. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE, com entrega para novembro avançou 1,23%, cotado a US$ 77,25 o barril.

Informações Agência CMA

Deixe um comentário