Petróleo fecha em leve alta após passagem do furacão Nicholas

LinkedIn

Os preços dos contratos futuros de petróleo fecharam em leve alta, próximos da estabilidade, depois que o furacão Nicholas recuou e não afetou o retorno das petrolíferas do Golfo do México.

As empresas de energia do Golfo dos EUA conseguiram restaurar o serviço de dutos e a eletricidade rapidamente depois que o furacão Nicholas passou pelo Texas no início desta semana, permitindo que se concentrassem nos esforços para reparar os danos causados

“A produção dos Estados Unidos foi poupada pelo Nicholas e agora só deve ser uma questão de tempo até se recuperar do Ida. Como qualquer outro evento do tipo, as altas desse momento são temporárias”, afirmam analistas da Oanda.

O petróleo subiu ontem apoiado por números que mostram que os estoques de petróleo dos Estados Unidos caíram em 6,4 milhões de barris, com as instalações de petróleo offshore ainda se recuperando do impacto de Ida.

O petróleo também encontrou apoio em um aumento nos preços da energia na Europa, que dispararam devido a fatores que incluem estoques baixos de gás e fornecimento de gás abaixo do normal da Rússia.

Somando-se aos sinais de recuperação da demanda de petróleo, os relatórios da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e da Agência Internacional de Energia nesta semana disseram que o apetite global de petróleo aumentaria acima de 100 milhões de barris por dia, um nível atingido pela última vez em 2019, já no segundo trimestre do próximo ano.

Assim, o preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex com entrega para outubro subiu 0,04%, cotado a US$ 72,61 o barril. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE, com entrega para outubro avançou 0,33%, cotado a US$ 75,67 o barril.

Informações Agência CMA

Deixe um comentário