EDP: bolsa de Madrid aprova pedido de listagem das ações ordinárias de emissão da companhia no segmento Latibex

LinkedIn

A EDP informou que a Bolsa de Madrid aprovou o pedido de listagem das ações ordinárias de emissão da companhia no segmento Latibex.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:ENBR3) nesta terça-feira (19).

As ações ordinárias de emissão da elétrica serão habilitadas para negociação na Latibex a partir de 27 de outubro de 2021, sob o código de negociação XENBR.

Segundo comunicado, a admissão da listagem perante a Latibex não alterará os direitos e vantagens conferidos às ações de emissão da EDP Brasil, que seguirão sendo negociadas no segmento Novo Mercado da B3.

A Latibex é um segmento da Bolsa de Madrid no qual são negociadas ações de companhias latinoamericanas.

A EDP Brasil pretende divulgar os resultados do 3T21 no dia 25 de outubro.

VISÃO DO MERCADO
Credit Suisse

O Credit Suisse ainda comentou o anúncio da EDP Brasil na véspera da assinatura do contrato de venda de 3 dos seus ativos de transmissão (blocos 24, 7 e 11).

De acordo com o banco, a elétrica continua com o mandato de investir em ativos de rede e reciclar a alocação de capital, potencialmente investindo em novas unidades de transmissão, ativos de geração e distribuição.

Além disso, a EDP também está buscando desinvestir em ativos de geração hidrelétrica.

Segundo Credit Suisse, o investimento recente na unidade Celg-T está dentro da estratégia de realocar capital, embora a TIR real inicial seja de 7 a 8% para o ativo, investimentos adicionais em RAB, potencial maior alavancagem para o ativo e custo razoável de financiamento, mais uma trajetória de corte de custos mais agressiva poderia melhorar as TIRs finais do ativo.

Apesar das novas aquisições potenciais (utilizando os recursos da venda de ativos), o banco vê espaço para bons pagamentos de dividendos.

O Credit Suisse mantém recomendação de compra e preço-alvo para 2022 de R$ 24,60…

Informações Infomoney

Deixe um comentário