Vitalik Buterin critica “bitcoiners” por apoiarem o presidente de El Salvador

LinkedIn

Na última sexta-feira (8), o criador da Ethereum, Vitalik Buterin, criticou o presidente de El Salvador, Nayib Bukele, por forçar estabelecimentos comerciais no país a aderirem ao bitcoin (BTC). Buterin também criticou os “entusiastas do bitcoin”, ou “bitcoiners”, por apoiarem Bukele.

“Tornar obrigatório aos estabelecimentos comerciais a adoção de uma criptomoeda específica é contrário aos ideais de liberdade que deveriam ser muito importantes para o ambiente cripto”, escreveu Buterin em uma publicação no Reddit.

No dia 7 de setembro, o bitcoin foi implementado como moeda corrente em El Salvador. De acordo com a legislação, o uso da criptomoeda é opcional para os cidadãos, porém todas as empresas devem aceitar bitcoin, contanto que tenham a tecnologia necessária para isso.

“Todo agente econômico deve aceitar bitcoin como forma de pagamento quando lhe for oferecido por qualquer um que adquira um bem ou serviço”, aponta o artigo sete da Lei Bitcoin de El Salvador.

De acordo com Buterin, essa estratégia de forçar o bitcoin para pessoas sem uma tentativa anterior de educá-las quanto ao assunto é “imprudente” e “põe um grande número de pessoas inocentes em risco de serem hackeadas ou serem vítimas de um esquema.”

“Que vergonha de todos (ok, tudo bem, vou criticar os principais responsáveis por isso: que vergonha dos entusiastas do bitcoin) que estão elogiando ele [Bukele] acriticamente”, escreveu Buterin.

E quanto ao ETH?

“Será que Buterin diria as mesmas coisas sobre entusiastas da Ethereum, se El Salvador tivesse escolhido o ether (ETH) como moeda corrente?”, questionou um usuário do Reddit.

Em sua resposta à questão, Buterin disse que já criticou usuários e aplicações da Ethereum várias vezes. Em outra parte de sua resposta, ele disse que obrigar o uso de “uma criptomoeda específica” é contrário à ideia de liberdade proposta pelas criptos.

Outro usuário do Reddit questionou se Bukele comprou bitcoin no momento de baixa e queria que o preço subisse, por isso implementou a Lei Bitcoin no país. De acordo com Buterin, isso é “uma hipótese muito simplista e burra”.

“Tanto por motivos políticos e por ser um ser humano como nós, ele [Bukele] adora ser elogiado por pessoas que considera poderosas, como os americanos, por exemplo. Os entusiastas do bitcoin são uma comunidade muito fácil de se obter elogios: você só precisa estar em uma posição de poder e fazer ou dizer coisas legais sobre eles e sua moeda”, disse Buterin.

Deixe um comentário