Biomm aprova aumento de capital e vai emitir 8 milhões de ações

LinkedIn

A Biomm aprovou aumento de capital e vai emitir 8 milhões de ações, no máximo, para subscrição privada. Trata-se de ações ordinárias, todas escriturais e sem valor nominal.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:BIOM3) nesta sexta-feira (26).

O capital social da Companhia será aumentado em, no mínimo, R$ 80.000.007,84 e, no máximo, R$ 120.000.004,80, passando dos atuais R$ 497.858.545,86 para até R$ 617.858.550,66, assumindo-se a subscrição da quantidade máxima de ações informada acima, observado que o aumento de capital poderá ser parcial, desde que atinja, pelo menos, o valor mínimo.

Adicionalmente, no âmbito do Aumento de Capital, cada 10 novas ações ordinárias subscritas no Aumento de Capital darão aos seus subscritores o direito a 1 Bônus de Subscrição.

O preço de emissão por ação foi fixado em R$ 13,92, sem diluição injustificada para os atuais acionistas da companhia, levando-se em consideração o preço médio das ações da Companhia na B3 nos pregões realizados entre 19 de outubro de 2021 (inclusive) e 19 de novembro de 2021 (inclusive).

Cada Bônus de Subscrição conferirá a seu titular o direito de subscrever 1 ação ordinária. Assim, caso a totalidade dos Bônus de Subscrição sejam exercidos por seus titulares, serão emitidas 862.069 mil novas ações ordinárias, todas escriturais e sem valor nominal.

Deixe um comentário