Copasa (CSMG3): lucro líquido de R$ 16,3 milhões, queda de 93%

LinkedIn

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) registrou lucro líquido de R$ 16,3 milhões no terceiro trimestre deste ano, uma queda de 93% em relação ao mesmo período do ano passado.

Segundo a Copasa, o resultado foi impactado pelas provisões realizadas em decorrência das devoluções determinadas pela Agência Reguladora de Serviços de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário do Estado de Minas Gerais (Arsae-MG).

“Em 2021”, explica a empresa, “a Arsae-MG instaurou o Processo Administrativo para apurar possíveis inconsistências quanto à sistemática adotada pela Copasa para cálculo de valor faturado, em mês posterior ao faturamento pela média, no período de janeiro a julho de 2020”.

A receita líquida da companhia cresceu 11%, para R$ 1,5 bilhão entre julho e setembro. O segmento de água, esgoto e resíduos sólidos somou R$ 1,3 bilhão, alta de 2,5%, excluídas as receitas de construção.

Ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – da companhia ficou em R$ 237 milhões no terceiro trimestre, recuo de 54,9% em relação a um ano antes. Já a margem Ebitda teve queda de 21,5 pontos percentuais, para 17,5%. O Ebtida ajustado ficou em R$ 471,898 milhões, uma queda de 10,2% em relação aos R$ 525,699 milhões aferidos no terceiro trimestre de 2020. A margem Ebitda ajustado caiu 4,2 pontos percentuais, de 39,0% para 34,8%, sempre na comparação entre o terceiro trimestre de 2020 e o terceiro trimestre de 2021.

resultado financeiro ficou negativo em R$ 90 milhões, salto de 138% ante o prejuízo financeiro de R$ 37,8 milhões um ano antes.

A dívida líquida da companhia somou R$ 2,57 bilhões, alta de 13% na comparação anual.

A empresa ainda destaca que a agência reguladora acertou o resultado da 2ª Revisão Tarifária da Copasa (CSMG3), com efeito tarifário médio negativo aplicado sobre as tarifas vigentes de menos 1,52%, cuja aplicação ocorreu em agosto.

Com relação à crise hídrica, a empresa salienta que o volume agregado dos reservatórios responsáveis por 47% do distribuído na região metropolitana de Belo Horizonte encontra-se com aproximadamente 71% do seu total.

Os resultados da Copasa (BOV:CSMG3) referentes suas operações do terceiro trimestre de 2021 foram divulgados no dia 03/11/2021. Confira o Press Release completo!

VISÃO DO MERCADO 

Credit Suisse

O Credit Suisse comentou que a Copasa apresentou resultados abaixo do esperado e em bases anuais, principalmente em função de despesas com PMSO acima do previsto, despesas com energia elétrica e efeitos não recorrentes, apesar do impacto positivo dos reajustes tarifários e melhores provisões para inadimplência.

Além disso, o banco ressalta que a crise hídrica não está impactando as operações da Copasa, uma vez que seus principais reservatórios estão em níveis confortáveis (71%).

Credit Suisse mantém recomendação neutra com preço-alvo de R$ 17,00…

Morgan Stanley

O Morgan Stanley comentou os resultados vieram um pouco abaixo do esperado, afetado por itens não recorrentes e não monetários, como perdas em processos administrativos e despesas relacionadas à implantação de plano de demissão voluntária.

O banco destaca a avaliação atrativa da companhia, visto que suas ações são negociadas a cerca de 0,7 EV / RAB e oferecem aproximadamente 12% de TIR, bem como política de dividendos relativamente atrativa, potencialmente favorecendo a otimização da estrutura de capital caso sejam anunciados dividendos extraordinários.

Além disso, o banco ressalta a exposição relativamente menor ao risco macroeconômico e hidrológico, explicado pela situação confortável de seus reservatórios de água.

Morgan Stanley mantém recomendação de compra com preço-alvo de R$ 21,00…

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Valor, Infomoney, Estadão, Reuters

Deixe um comentário