Maior museu do mundo lança exposição de arte NFT

LinkedIn

O Museu Hermitage da Rússia continua a mergulhar na indústria de tokens não-fungíveis (NFTs) ao estreiar sua primeira exposição totalmente virtual de arte digital.

Pouco depois de levantar mais de US$ 400.000 por meio de seu primeiro leilão NFT na Binance em setembro, o Hermitage agora está hospedando uma exposição gratuita de obras de arte NFT existentes exclusivamente no espaço virtual, o chamado “hermitage celestial” ou avatar digital do museu.

Lançada em 10 de novembro, a exposição do Hermitage é chamada de “Invisible Aether” e é baseada no conceito de metaverso, permitindo aos usuários criar avatares digitais e navegar pelo site virtual usando PCs, smartphones, óculos de realidade virtual e outros dispositivos. O site virtual imita os interiores da antiga bolsa de valores de São Petersburgo, um marco local, mas a exposição em si não tem nada a ver com trade, de acordo com um curador sênior do projeto.


Fonte: exposição “Invisible Aether”

“As obras da exposição não estão à venda. Evitamos todos os tópicos relacionados ao preço dessas peças para nos concentrarmos em mostrar o que a arte digital realmente é, porque o custo da arte é secundário em relação ao seu valor ”, disse o diretor de arte contemporânea do Hermitage, Dimitri Ozerkov, ao Cointelegraph.

Ozerkov observou que o Hermitage devolverá todas as obras de arte aos seus proprietários originais, incluindo artistas e colecionadores, logo após o término da exposição em 10 de dezembro. “Outros eventos estão fora da alçada do museu”, acrescentou.

Em uma entrevista coletiva na quinta-feira (11), Ozerkov enfatizou que o Hermitage não tem “nenhum interesse financeiro” em realizar a exposição gratuita, observando que o museu está se esforçando para descobrir o valor real dos NFTs. “Queremos ver o que resta do NFT se você tirar o aspecto do dinheiro”, disse ele.

A seleção de artistas e obras para a exposição “Invisible Aether” foi feita por dois curadores, incluindo Ozerkov e Anastasia Garnova, membro da divisão de arte contemporânea do Hermitage.

“Acreditamos que a seleção por curadores é fundamental para uma exposição museológica, pois a torna mais integral em termos de temas e capítulos. O princípio de seleção é baseado na importância das obras de arte para a compreensão da essência do NFT ”, disse Garnova ao Cointelegraph. “Os artistas não puderam se inscrever para participar da mostra”, acrescentou.

A lista completa de obras de arte está disponível no site oficial da exposição, com um total de 37 peças, incluindo Schrödinger’s Cat by CryptoKitties, um popular jogo de blockchain desenvolvido pelo estúdio canadense Dapper Labs na rede Ethereum. A lista também inclui uma obra de arte de um artista residente em São Petersburgo conhecido como Darkzuu.

A exposição também apresenta plataformas NFT e participantes importantes da indústria como Snark.art, Masters digital, The Art Exchange, Rarible, Superrare, KnownOrigin, ArtBlocks, Alterhen.art e OpenSea.

Deixe um comentário