Bom dia ADVFN - Dados de preços ao consumidor dos EUA, Boletim Focus e variante Ômicron no radar

LinkedIn

Esse é o Bom dia, Investidor!  06 de Dezembro de 2021, com tudo o que você precisa saber antes da Bolsa abrir!

📣📰 Confira as principais manchetes dos jornais de hoje 📰

Bolsas mundiais: Os índices futuros dos EUA operam no terreno positivo, com os investidores avaliando as perspectivas regulatórias para as empresas chinesas de tecnologia, além das apostas na flexibilização da política monetária.

Na Ásia, as bolsas fecharam em queda. O índice das ações chinesas de tecnologia negociadas em Hong Kong recuou pelo terceiro dia. As ações da China Continental flutuaram e os títulos do governo subiram em meio a apostas de que o banco central em breve aliviará a política monetária para ajudar o crescimento econômico. O primeiro-ministro chinês Li Keqiang sinalizou um corte próximo na quantidade de dinheiro que os bancos devem manter em reserva – o que pode ocorrer ainda este mês. O órgão de vigilância de valores mobiliários da China no domingo tentou minimizar os temores sobre a retirada das empresas chinesas das bolsas americanas. O plano da Didi Global de mudar sua listagem de Nova York para Hong Kong fez com que as ações do país nos EUA despencassem e gerou temores de que outros o seguiriam. O petróleo subiu depois que a Arábia Saudita aumentou os preços do petróleo produzido no país.

Na Europa, os índices operam em alta,  com os investidores continuando a monitorar os desenvolvimentos em torno da variante Covid do Omicron e da volatilidade do bitcoin. O Stoxx 600 pan-europeu adicionou 0,7% nas primeiras negociações, com os estoques de petróleo e gás subindo 1,4% para liderar os ganhos, uma vez que todos os setores e as principais bolsas entraram em território positivo. A forte venda de ações de tecnologia na sexta-feira passada se estendeu às criptomoedas, com os preços do bitcoin  voláteis ao longo do fim de semana. O Bitcoin foi  negociado em torno de $ 57.000 na manhã de sexta-feira, mas no sábado havia  caído para cerca de $ 43.000 . No domingo, a maior criptomoeda do mundo havia  recuperado algumas de suas perdas , mas ainda era negociada abaixo de $ 50.000.

Nos Estados Unidos,  os índices operam no terreno positivo no momento. A atenção se volta para os preços ao consumidor, que devem mostrar o maior avanço anual em décadas, mantendo a pressão sobre o Federal Reserve para fornecer um aperto de política mais rápido. É improvável que essa avaliação mude depois que os empregos nos EUA tiveram o menor ganho neste ano. Enquanto os mercados estão nervosos com a variante Ômicron, a África do Sul relatou que a variante não está alimentando um aumento nas hospitalizações, e o consultor médico dos EUA Anthony Fauci disse que não parece haver “um grande grau de gravidade” para a mesma, embora tenha alertado que é muito cedo para ter certeza. O presidente da farmacêutica Moderna disse que há um “risco real” de que as vacinas existentes sejam menos eficazes contra o Ômicron.

==> Acompanhe os mercados mundiais pela ADVFN (aqui)

Os futuros internacionais de petróleo WTI estão sendo negociados a US$ 68,25 com alta de 3,00%. O Brent opera em alta de 2,72%, negociado a US$ 71,80.

Bitcoin (COIN:BTCUSD) é negociado a US$ 48.261,86 (-2,54%). O ouro  é negociado a US$ 1.781,50 por onça-troy (-0,13%).

⇒ Bitcoin – Acompanhe o Mundo Cripto na ADVFN

==>   Bybit oferece rendimentos em cripto de até 17% ao ano  ₿ <==

Minério de ferro: O minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de +1,57%, a 615,50 iuanes, o equivalente a US$ 96,65.

Coronavírus

Quem viajar para o Reino Unido deve apresentar teste negativo antes de partir para impedir a disseminação da nova variante ômicron do coronavírus, anunciou o governo britânico, medida que causou descontentamento no setor de turismo.

O mundo registra 265.876.379 de casos de coronavírus e 5.256.285 mortes, confirmadas pela Universidade Johns Hopkins.

Painel Vacinas Covid-19 Brasil:  Doses Distribuídas pela União: 372.577.152 Doses aplicadas: 314.158.730.

Covid: vacinas Pfizer e Moderna são as mais eficazes para reforço, indica estudo: No estudo, todas as vacinas testadas aumentaram a imunidade contra a covid em algum grau. Os pesquisadores avaliaram o reforço (terceira dose) após duas doses de Oxford-AstraZeneca ou duas doses de Pfizer.O estudo justifica a decisão inicial do Reino Unido de usar essas duas vacinas para as doses de reforço. No Brasil, segundo o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a tendência é que a maioria dos adultos receba o produto da Pfizer como terceira dose. Os pesquisadores disseram que havia sinais promissores de que os reforços ainda protegem contra doenças e morte causadas pela variante ômicron. Para ampliar o fornecimento de vacinas, até mesmo meia dose da vacina da Pfizer poderia ser usada para o reforço, acrescentaram. Acredita-se que os resultados do ensaio tenham levado o Reino Unido a solicitar 114 milhões de doses extras das vacinas Pfizer e Moderna, a serem usadas nos próximos dois anos. As vacinas de mRNA — Moderna e Pfizer — deram o melhor reforço para anticorpos e células T, que são conhecidos por serem fatores importantes para o bom funcionamento das vacinas, especialmente após duas doses iniciais de AstraZeneca.

Brasil

O infectologista do Instituto Emílio Ribas Jamal Suleiman defendeu a suspensão do Réveillon deste ano, medida que já foi tomada por 23 capitais e o Distrito Federal. “Essa decisão [de suspender o Réveillon] é plenamente acertada. A gente vem pontuando que, diante desse cenário, não é recomendável fazer essas aglomerações imensas, que são praxe nesses momentos da passagem de ano e do Carnaval.” Suleiman destacou a capacidade de transmissão da nova variante Ômicron e também comentou a possibilidade de surgirem outras variantes.

Poderes

Relator quer novo projeto para reforma do IR: O relator da reforma do Imposto de Renda no Senado, Angelo Coronel (PSD-BA), afirmou na sexta-feira que a proposta será arquivada e que um novo texto será criado para votação na Casa. Coronel criticou a proposta aprovada pela Câmara dos Deputados e disse que uma matéria como essa não poderia ter sido apreciada sem discussão ampla com os setores que mais pagam impostos. A proposta aprovada na Câmara dos Deputados prevê que lucros e dividendos pagarão 15% de Imposto de Renda na fonte. Já o Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ), pelo projeto, será reduzido de 15% para 8%.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou no domingo (5) que a Petrobras vai começar a reduzir o preço dos combustíveis nesta semana. Em entrevista ao site Poder360, o presidente comentava sobre um possível encontro dele com prefeitos para debater sobre transporte público. “A Petrobras começa a anunciar já esta semana redução do preço do combustível. O que eles têm alegado, que eu tenho visto eles reclamando, é que com o aumento do combustível aumenta o preço da passagem. Agora seria bom que eles procurassem os governadores”, declarou. Procurada, a assessoria de imprensa da Petrobras disse que, por enquanto, a empresa não vai se pronunciar, e não confirmou ou negou a afirmação de Bolsonaro.

O presidente Jair Bolsonaro quer assinar uma medida provisória para determinar que apenas o governo federal pode decidir sobre a obrigatoriedade do passaporte da vacina contra a covid-19. Atualmente, uma lei sancionada em fevereiro de 2020 para o enfrentamento da covid-19 autoriza o poder público a adotar medidas para conter o avanço da doença, entre elas a vacinação. O Supremo Tribunal Federal (STF) garantiu autonomia para Estados e municípios nas medidas sanitárias, mas sem retirar a competência da União para cuidar da saúde dos brasileiros. Uma medida provisória assinada por Bolsonaro teria o poder de alterar imediatamente essa lei, interferindo na autonomia de Estados e municípios, mas poderia ser rejeitada pelo Congresso.

O retorno da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) dos Precatórios à Câmara dos Deputados deve ser a principal pauta política da semana, que será decisiva também para o destino das emendas de relator, vinculadas ao orçamento secreto. O Congresso corre contra o tempo para definir esses e outros temas prioritários antes do recesso parlamentar, que começa neste mês.

Economia

Banco Central prepara moeda virtual para 2022: Depois do sucesso do Pix, o BC quer ampliar as formas de pagamento no País com o real digital, ou a versão virtual da moeda brasileira. A instituição lançou na semana passada um laboratório para avaliar possibilidades de uso e a capacidade de execução de projetos com o real digital e prevê começar testes com grupos específicos até o fim de 2022. O real digital também tende a facilitar e baratear a criação de contratos de empréstimos personalizados, para poucos dias ou com pagamentos em meses específicos. E ainda pode favorecer a integração com sistemas de pagamentos internacionais, permitindo que se faça uma compra em outro país com conversão imediata. Os testes, contudo, tendem a durar um bom tempo, e a moeda virtual deve demorar muito mais que o Pix para chegar ao consumidor final. O BC vai precisar criar um novo ambiente financeiro para colocá-la de pé, com todas as garantias de segurança e proteção de dados dos consumidores. A tecnologia a ser utilizada ainda não foi definida, mas o blockchain, que é usado nas criptomoedas, como o bitcoin, é o caminho mais provável. Porém, diferentemente do bitcoin e de outros criptoativos, o real digital estará sob o controle do BC, ou seja, será uma Moeda Digital do Banco Central (CBDC, na sigla em inglês). Na prática, será reconhecido oficialmente como moeda brasileira. Ou seja, o valor sempre estará atrelado ao mesmo do real convencional. Já as criptomoedas não são consideradas moedas correntes, mas um ativo (que precisa ser convertido por uma moeda convencional, seja dólar ou real) com valor instável e efeito especulativo.

O Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central, realiza a última reunião do ano, amanhã e quarta-feira, em clima de derrota no cumprimento da meta de inflação. Será a sexta vez na qual o BC, que tem como missão principal preservar o poder de compra do real, não consegue atingir o objetivo anual determinado pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) desde o início do regime de metas, em 1999. Apenas em 2017, o piso foi rompido e, nas outras, o teto furou. E, segundo analistas, tudo indica que o mesmo vai acontecer em 2022. A meta de inflação deste ano é de 3,75%, com limite superior de tolerância de 5,25%. Mas esse teto já foi superado no acumulado em 12 meses do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) desde março, quando somou 6,10%. A Selic está em 7,75% ao ano e as apostas para a próxima reunião do Copom estão concentradas em uma alta de 1,50 ponto percentual, o que levará os juros básicos para 9,25% neste fim de ano.

Bolsa brasileira caminha para ter pior desempenho global em 2021: Uma forte deterioração dos fundamentos da economia brasileira está pavimentando o caminho para que a Bolsa brasileira encerre o ano na lanterna entre os principais índices de todo o mundo. O Ibovespa, o principal indicador da B3, acumula até aqui queda de 12%, ao passo que há alta em outros emergentes, como nas bolsas da China (2%) e da Índia (29%). Com a escalada dos juros no mercado interno, efeito direto da disparada da inflação, investidores que ao longo do ano passado aumentaram a aposta na renda variável, em busca de mais retorno, mudaram de direção retornando à já conhecida (e mais segura) renda fixa. A leitura é, ainda, de que esse cenário deve se intensificar com a chegada de uma eleição presidencial aguerrida e polarizada, que deve trazer muita volatilidade aos mercados. “Em junho, quando a Bolsa chegou ao pico de 130 mil pontos, existia uma expectativa de crescimento forte da economia, de uma inflação transitória que não forçaria os juros a subirem tanto, além de uma expectativa de avanço de reformas. De lá para cá, deteriorou em todas as frentes”, diz a XP. A fuga de investidores do mercado de ações já é evidenciada em números. Dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) mostram que os fundos de ações registraram resgates de mais de R$ 8 bilhões em outubro e novembro, revertendo uma sequência positiva que vinha desde fevereiro. Na outra via, os fundos de renda fixa registraram uma entrada de mais de R$ 50 bilhões, no mesmo período. Como resultado, desde o início de junho, momento em que o Ibovespa marcou a maior pontuação da sua história, o valor de mercado de todas as empresas listadas na B3 teve queda de R$ 1,33 trilhão, segundo dados da Economática.

==> ₿  Criptomoedas caíram drasticamente no sábado

Agenda Econômica

– Bélgica: Eurogrupo realiza reunião
– França: Diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, discursa em Fórum de competitividade da OCDE (8h)
– Boletim Focus (8h25)
– Reino Unido: Integrante do conselho do BoE Ben Broadbent discursa sobre panorama econômico e inflação (8h30)
– EUA: Diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, participa de coletiva de imprensa sobre panorama da zona do euro (13h)
– Balança comercial semanal (15h)
 Ibovespa e dólar no último pregão:

Ibovespa:  

Referência do mercado brasileiro, o índice fechou em alta de 0,34%, a 104.823 pontos, após a divulgação dos dados do mercado de trabalho dos EUA, o payroll, e à espera da nova votação da PEC dos Precatórios na Câmara dos Deputados. O texto voltou à Casa depois de ser parcialmente modificado pelos senadores.

Maiores altas do Ibovespa

CASH3: +32,95% a R$ 3,47
LWSA3: +8,26% a R$ 12,70
CYRE3: +7,55% a R$ 14,95
CVCB3: +6,63% a R$ 14,10
ASAI3: +6,59% a R$ 13,27

Maiores baixas do Ibovespa

MRFG3: -8,31% a R$ 20,30
JBSS3: -4,84% a R$ 33,41
VALE3: -2,09% a R$ 71,87
IRBR3: -1,65% a R$ 4,18
USIM5: -1,39% a R$ 14,23

Na Toro, traders podem usar a plataforma Profit Pro grátis

💲 Carteira recomendada mensal de Dezembro de 2021: todas as corretoras, bancos e casas de análises💲

Dólar    

dólar comercial: o dólar comercial fechou em R$ 6,6770, com alta de 0,31%. A valorização da moeda norte-americana é reflexo do índice dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês), que foi de 58,7 em outubro para 58 pontos no mês posterior. O resultado, contudo, sugere aquecimento econômico.

Juros

O DI para janeiro de 2023 projetava taxa de 11,310%, de 11,580%, o DI para janeiro de 2025 ia a 10,890%, de 11,260% antes, e o DI para janeiro de 2027 com taxa de 10,960% de 11,270%, na mesma comparação. No mercado de câmbio, o dólar com vencimento para janeiro operava em alta, cotado a R$ 5,67 para venda.

Ifix   

O índice fechou a sessão em alta de 1,08%, aos 2.610 pontos. Já no acumulado semanal o índice reverteu a tendência de queda das últimas seis semanas com uma valorização de 2,72%.No acumulado do ano o IFIX cai 10,30%. A movimentação financeira foi de R$ 227,76 milhões.

Fonte: CNN, CNBC, Infomoney, TC, G1, Agência Brasil e BDM, correio braziliense, estadão.

 

 

Deixe um comentário