Embraer: Eve firma acordo definitivo de combinação de negócios com a Zanite e será listada na bolsa de Nova Iorque

LinkedIn

A Eve UAM, líder no desenvolvimento de soluções de próxima geração de Mobilidade Aérea Urbana (UAM, na sigla em inglês), firmou um acordo definitivo de combinação de negócios com a Zanite Acquisition Corp., empresa de aquisição de propósito específico focada no setor de aviação.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:EMBR3) nesta terça-feira (21).

Após a conclusão da transação, a Zanite mudará seu nome para Eve Holding, Inc. e será listada na Bolsa de Valores de Nova Iorque sob o ticker “EVEX” e “EVEXW”.

A fabricante brasileira, por meio de sua subsidiária Embraer Aircraft Holding, Inc., permanecerá como acionista majoritária, com uma participação acionária de aproximadamente 82% na Eve Holding após o fechamento do negócio, incluindo seu investimento no PIPE, sigla em inglês para private investment in public equity.

“A parceria estratégica da Eve com a Embraer é uma vantagem competitiva fundamental”, destaca a empresa brasileira.

Ainda sobre a transação, a Embraer contribuiu para a Eve seus ativos, colaboradores e Propriedade Intelectual (PI) relacionados à UAM.

Além disso, a Embraer concedeu à Eve uma licença livre de royalties para a PI da Embraer para ser usada no mercado de UAM.

O alinhamento estratégico com a Embraer oferece à Eve vantagens significativas de custo e execução em relação a outros participantes de UAM.

A Eve será comandada pelos co-CEOs Jerry DeMuro, que mais recentemente atuou como CEO da BAE Systems, Inc., e Andre Stein, que está no comando da Eve desde seu início e ocupou cargos de liderança na Embraer por mais de duas décadas.

Visão geral da transação 

A combinação de negócios atribui à Eve um valor implícito de US$ 2,4 bilhões. Após o fechamento da transação, e assumindo que não haja nenhum resgate pelos acionistas da Zanite, a Eve terá aproximadamente US$ 512 milhões em dinheiro, resultando em um valor patrimonial pro forma total de aproximadamente US$ 2,9 bilhões. A expectativa é que os recursos de caixa levantados na transação sejam usados para financiar as operações, apoiar o crescimento e para fins corporativos de forma geral.

A transação foi aprovada por unanimidade pelos conselhos de administração da Embraer e da Zanite e deve ser concluída no segundo trimestre de 2022, ainda sujeita às aprovações regulatórias, dos acionistas e demais condições habituais para a conclusão desse tipo de negócio.

Informações FinanceNews

Comentários

  1. Mari Aparecida Riniz diz:

    Sou acionista por haver aplicado R$ 2.000,00 em 20119 aproximadamente, porém não tive mais notícias; apenas recebo convites para assembleias referentes á Embraer. Poderiam por favor sugerir como devo agir para obter esclarecimento? Perdoem haver desviado a finalidade do e-mail.

Deixe um comentário