BRF justifica questionamentos da Petros sobre aumento de capital por meio de follow on

LinkedIn

A BRF defendeu, em resposta aos questionamentos da Petros, o aumento de capital por meio de follow on.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:BRFS3) na quinta-feira (30).

Segundo comunicado, a proposta de aumento de capital será votada na Assembleia Geral Extraordinária convocada para o próximo dia 17.

Desde junho de 2021, a BRF tem percebido uma forte evolução de sua dívida bruta nominal, fundamentalmente pela variação cambial e geração de caixa em 2021, com nível de liquidez estável.

Assim, a dívida líquida saltou de R$ 14,7 bilhões em 30 de junho de 2021 para R$ 16,7 bilhões em 30 de setembro de 2021. No mesmo período, o indicador de alavancagem líquida saiu de 2,76x EBITDA dos últimos 12 meses para 3,06x.

A administração diz que vê com preocupação o nível de alavancagem líquida no curto/médio prazo, ainda que teoricamente possa haver elevação do EBITDA nominal da Companhia e apesar de todas as contramedidas adotadas, incluindo, recentemente, a extinção do put e reconfiguração de nossa sociedade na Banvit com a Qatar Investment Authority (QIA).

Informações Infomoney

Deixe um comentário