CSN aciona protocolo de emergência em nível 2 para a Barragem B2, em Rio Acima (MG)

LinkedIn

A CSN acionou o protocolo de emergência em Nível 2 do Plano de Ação de Emergência de Barragens da Mineração para sua Barragem B2, localizada em Rio Acima (Minas Gerais) na mina de Fernandinho.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:CSNA3) nesta segunda-feira (10). Confira o documento na íntegra.

A mina é de titularidade da Minérios Nacional, controlada da CSN.

A siderúrgica informou ainda que, dado o alto volume pluviométrico registrado nesses últimos dias, vem realizando uma série de investigações geotécnicas de modo a assegurar e acompanhar as condições de segurança das estruturas de todas as suas barragens e das comunidades ao seu redor.

“A CSN reforça também que a Barragem B2 não envolve riscos à população pois todos os moradores da Zona de Autossalvamento (ZAS) já foram realocados e tampouco representa impacto relevante na produção da companhia”, destacou a siderúrgica, informando ainda que os órgãos competentes já foram avisados.

Níveis de emergência de barragens

Existem três níveis de emergência de barragens, de acordo com a portaria 70.389/2017. Quando a estrutura está em nível 1, significa que há um comprometimento potencial de segurança. O nível 2 significa que existe uma ação que está sendo realizada para sanar o problema, mas o controle da anomalia não está sendo eficaz. Já no nível 3, o risco de rompimento é iminente.

CSN (CSNA3): lucro líquido de R$ 1,325 bilhão

lucro líquido da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) no terceiro trimestre deste ano chegou a R$ 1,325 bilhão, um aumento de 5% na comparação com o mesmo período de 2020. Em relação ao segundo trimestre, houve uma queda de 76% em razão da piora do desempenho operacional, especialmente no segmento de mineração, além do impacto das despesas financeiras e da maior provisão para imposto de renda no período, resultado de diferenças temporárias.

“Por sua vez, o lucro líquido acumulado do ano atingiu R$ 12,5 bilhões frente a um lucro líquido de apenas R$ 396 milhões registrado no mesmo período de 2020, o que atesta o excelente desempenho registrado ao longo de 2021”, diz a CSN em seu relatório de resultados.

Ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado atingiu R$ 4,296 bilhões no terceiro trimestre, um avanço de 23% ante o mesmo período de 2020, mas na comparação com o segundo trimestre deste ano foi registrada queda de 47%.

Informações FinanceNews

Deixe um comentário