Destaques de Wall Street de quinta-feira (20/01): American Airlines, Travelers, Ford e outros

LinkedIn

Esse é o Destaque Wall Street do dia 20 de janeiro de 2022, com tudo o que você precisa saber sobre as empresas negociadas nas bolsas americanas!

Principais assuntos do dia

Para começar o dia bem informado, leia o nosso Bom dia ADVFN – Estoques de petróleo dos EUA e tensão Rússia x Ucrânia no radar

Os futuros de ações dos EUA registraram um ganho na manhã de quinta-feira, com os futuros do Nasdaq subindo quase 1% na manhã, um dia após mergulhar no território de correção.

Os futuros atrelados ao Dow Jones ganharam 115 pontos, ou +0,33%.
Os futuros do S&P 500 subiram +0,39%.
Os futuros do Nasdaq 100 foram negociados cerca de +0,82% mais altos.

O Nasdaq, que abriga muitos dos maiores nomes de tecnologia do mercado, ficou a mais de 10% em relação à sua alta mais recente na quarta-feira, indicando uma correção técnica.

Os futuros mantiveram-se firmes mesmo quando os rendimentos dos títulos do governo voltaram a subir, parte de uma reavaliação do mercado à medida que o Federal Reserve se prepara para apertar a política monetária.

O banco central se reúne na próxima semana, com os mercados indicando apenas uma pequena chance de ação nas taxas de juros. No entanto, os traders precificaram totalmente o primeiro dos quatro aumentos de 0,25 ponto percentual até 2022.

O Tesouro de dois anos, que está mais intimamente ligado à política de taxas do Fed, rendeu mais recentemente cerca de 1,04%, enquanto a nota de referência de 10 anos estava em 1,84%.

Na economia, o número de novos pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos subiu em 55 mil solicitações na semana encerrada em 15 de janeiro, totalizando 286 mil, após ter alcançado 231 mil na semana anterior, segundo estatísticas do Departamento do Trabalho ajustadas por fatores sazonais. Os analistas previam 225 mil pedidos.

O índice de atividade industrial regional medido pelo Federal Reserve Bank da Filadélfia subiu de 15,4 pontos em novembro para 23,2 pontos em janeiro. Números positivos indicam expansão da atividade, enquanto valores negativos apontam contração. O mercado previa queda alta para 18,5 pontos.

Nas negociações regulares de quarta-feira, o Dow Jones caiu pelo quarto dia consecutivo, em 339 pontos, ou 0,9%. O S&P 500 também caiu 0,9%. O Nasdaq Composite fechou em queda de 1,15% e agora está cerca de 10% em relação ao recorde de novembro.

A turbulência deste ano nas ações de tecnologia, desencadeada por um aumento nos rendimentos na primeira semana de janeiro, continuou na quarta-feira, quando o rendimento do Tesouro dos EUA de 10 anos atingiu uma alta de 1,9%. No início do ano a alta era de cerca de 1,5%.

Netflix é o grande nome para observar na quinta-feira. A gigante do streaming deve divulgar seus resultados trimestrais após o fechamento do mercado.

Destaques corporativos de Wall Street para hoje

Travelers (TRV, TRVC34) – A seguradora reportou um lucro trimestral de US$ 5,20 por ação, bem acima da estimativa de US$ 3,86, com a receita também superando as previsões dos analistas. A Travelers se beneficiou de resultados mais fortes em receita de investimentos e subscrição, e suas ações agregaram 2,5% no pré-mercado. Saiba Mais…

American Airlines (AAL, AALL34) – A American Airlines ganhou 1,3% nas negociações de pré-mercado depois de reportar uma perda trimestral de US$ 1,42 por ação, 6 centavos a menos do que o previsto. A companhia aérea também reportou receita acima do esperado, já que os resultados da American foram ajudados pela forte demanda de feriados. Saiba Mais…

United Airlines (UAL, U1AL34) – A United Airlines perdeu US$ 1,60 por ação no quarto trimestre, menor do que a perda de US$ 2,11 que os analistas haviam antecipado. A receita superou as previsões, e a United disse que a disseminação da variante Ômicron da Covid-19 prejudicou as reservas de curto prazo, mas espera que o impacto negativo seja temporário. A United caiu 1,4% nas negociações de pré-mercado. Saiba Mais…

Ford (F, FDMO34) – A Ford perdeu 2% no pré-mercado depois que a Jefferies rebaixou as ações da montadora para “Hold” de “Buy”. Jefferies disse que o otimismo sobre os planos de veículos elétricos da Ford elevou as ações mais do que o justificado e deixou muito pouco potencial de alta.

Electronic Arts (EA, EAIN34) – A Electronic Arts pode ser o próximo alvo atraente no setor de jogos após o acordo da Microsoft (MSFT, MSFT34) para comprar a Activision Blizzard (ATVI, ATVI34), de acordo com uma coluna do Financial Times de hoje. A Electronic Arts subiu 1% no pré-mercado.

Regions Financial (RF, R1FC34) – As ações do banco caíram 4,9% nas negociações de pré-mercado depois de reportar lucros trimestrais abaixo do esperado, mas com receita correspondendo às estimativas de analistas.

Discover Financial Services (DFS,D1FS34) – A Discover reportou um lucro trimestral de US$ 3,64 por ação, 5 centavos abaixo das estimativas, com a receita também ficando aquém das previsões dos analistas. A ação caiu 3% no pré-mercado. Saiba Mais…

Alcoa (AA) – A Alcoa divulgou lucro trimestral ajustado de US$ 2,50 por ação, superando a estimativa de US$ 1,90, com receita essencialmente em linha com as expectativas. A Alcoa se beneficiou do aumento dos preços do alumínio e suas ações aumentaram 1,9% no pré-mercado.

Casper Sleep (CSPR) – Casper Sleep subiu 12,9% nas negociações de pré-mercado depois que os acionistas aprovaram um acordo para fechar o capital da empresa de colchões. A transação deve ser concluída na próxima semana.

Signet Jewelers (SIG) – A varejista de joias viu suas ações subirem 5,9% no pré-mercado depois de dizer que as vendas totais da temporada de férias aumentaram 30,4% e as vendas nas mesmas lojas aumentaram 25,2%.

(Com CNBC)

Deixe um comentário