Direcional: lançamentos totais crescem 78% em 2021, na comparação anual, para recorde de R$ 3,14 bilhões

LinkedIn

A Direcional, uma das maiores incorporadoras e construtoras do Brasil, com foco no desenvolvimento de empreendimentos populares e de médio padrão e atuação em diversas regiões do território nacional, divulgou os resultados operacionais referentes ao 4º trimestre do exercício de 2021 (4T21).

Os lançamentos atingiram R$ 693 milhões no trimestre e R$ 3,1 bilhões no ano: o maior patamar anual já registrado na história da companhia.

As Vendas líquidas somaram R$ 668 milhões no 4T21, marcando mais um recorde: o 6º nos últimos 7 trimestres.

Em 2021, as vendas líquidas atingiram R$ 2,4 bilhões, crescimento de 45% sobre 2020.

Riva 

O Valor Geral de Vendas lançado da Riva somou R$ 358 milhões no 4T21, crescimento de 54% sobre o 4T20.

Em 2021, os lançamentos da Riva atingiram R$ 1,3 bilhão, alta de 368% sobre 2020.

As Vendas líquidas somaram R$ 776 milhões em 2021, crescimento de 178% em relação a 2020.

VISÃO DO MERCADO 

Credit Suisse

A Direcional mais uma vez se destacou no segmento de baixa renda, que registrou seu sexto trimestre com recorde de vendas em menos de dois anos, com resultados melhores que seus pares, mas abaixo das previsões do Credit Suisse, diz o banco em relatório.

Os analistas Daniel Gasparete, Pedro Hajnala e Vanessa Quiroga escrevem que a velocidade de vendas não desacelerou e a expansão da Riva continua a todo vapor. “Apesar da aceleração das operações e da aquisição antecipada de suprimentos, a Direcional reportou uma geração de caixa de R$ 18 milhões no quarto trimestre de 2021, mas queima de caixa de R$ 19 milhões no ano.”

“Após esse conjunto de resultados fortes, a Direcional deve ter um desempenho superior também na temporada de resultados”, segundo os analistas.

A receita líquida aumentou 20% em base anual, para R$ 538 milhões, ante a previsão do Credit Suisse de R$ 611 milhões, parcialmente suportada pela aceleração da Riva. Isso levou as vendas líquidas anuais a R$ 2 bilhões, alta de 43% em base anual, das quais a Riva foi responsável por 30%. A velocidade de vendas consolidada permaneceu estável no trimestre em 17%.

Os lançamentos, por sua vez, caíram 3% no trimestre em base anual, para R$ 634 milhões, abaixo da projeção do Credit Suisse de R$ 910 milhões, sendo 53% da Riva e o restante da Direcional. Em 2021, os lançamentos somaram R$ 2,7 bilhões, alta de 75% ante 2020.

Credit Suisse mantém recomendação neutra para as ações da Direcional, que estão sendo negociadas com um prêmio recorde de cerca de 30% ante a Tenda.

Informações FinanceNews

Deixe um comentário