Petróleo fecha em alta, com as tensões geopolíticas entre Rússia e Ucrânia dominando a preocupação dos investidores

LinkedIn

Os preços dos contratos futuros de petróleo fecharam o dia em alta superior a 1%, chegando a atingir a casa dos U$$ 90 na sessão, em sua maior alta desde 2014, com as tensões geopolíticas entre Rússia e Ucrânia ainda dominando a preocupação dos investidores.

Os preços do petróleo começaram a assumir um ritmo de alta a partir da noite de ontem devido aos riscos geopolíticos. Apenas quando o relatório semanal do Departamento de Energia dos Estados Unidos que os preços realmente decolaram.

No início da tarde, o órgão divulgou que os estoques de petróleo do país subiram em 2,3 milhões de barris, ou 0,6%, na semana encerrada em 21 de janeiro, para 416,1 milhões de barris. Analistas previam queda de 800 mil barris.

Os estoques de gasolina aumentaram em 1,3 milhão de barris, ou 0,5%, para 247,9 milhões de barris. Os estoques de outros derivados caíram em 2,8 milhões de barris, ou 2,2%, para 125,2 milhões de barris.

Ontem, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que consideraria sanções pessoais ao presidente Vladimir Putin se a Rússia invadir a Ucrânia. Na segunda-feira, o movimento Houthi do Iêmen lançou um ataque com mísseis a uma base dos Emirados Árabes Unidos.

“Outras nações europeias estão aumentando a presença de suas tropas no leste europeu para tentar enviar uma mensagem a Vladimir Putin de que se ele invadir a Ucrânia pode haver sérias consequências”, afirma o analista do The Price Group, Phil Flynn. “No entanto, a consequência real para o preço da energia é a oferta na Europa, bem como um risco para a economia global de um choque potencial de preços de energia”, acrescenta.

Em outro desenvolvimento importante, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo e aliados, conhecidos como Opep+, se reúne em 2 de fevereiro para considerar outro aumento de produção.

O cartel vem diminuindo gradualmente os cortes recordes de produção de 2020, aumentando sua meta mensal em 400 mil barris por dia, embora o aumento real da oferta tenha ficado aquém disso, pois alguns países lutam para aumentar a produção.

O preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex com entrega para fevereiro subiu 1,12%, cotado a US$ 86,72 o barril. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE, com entrega para março avançou 1,09%, cotado a US$ 89,29 o barril.

Informações Agência CMA

Deixe um comentário