Petróleo fecha em alta, devido às manifestações pelo preço de combustíveis no Cazaquistão

LinkedIn

Os preços dos contratos futuros de petróleo fecharam em alta devido às manifestações pelo preço de combustíveis Cazaquistão, membro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e produtor de petróleo, além de interrupções no fornecimento do óleo da Líbia.

O aumento na compra está sendo alimentado por preocupações sobre a violência que entrou em erupção durante a noite de ontem no Cazaquistão, um produtor de petróleo de 1,6 milhão de barris por dia (bpd). Dezenas de pessoas foram mortas no país hoje, enquanto as autoridades agiam contra manifestantes na nação da Ásia Central após vários dias de agitação e uma aliança liderada pela Rússia de tropas dos ex-estados soviéticos chegaram para apoiar as forças locais.

Os protestos começaram no domingo na região de Mangistau, no oeste do Cazaquistão, após o governo elevar aos limites dos preços do gás liquefeito de petróleo, o principal combustível para automóveis, fazendo com que os preços dobrassem.

“O petróleo continua subindo, já que os traders estão avaliando um impacto econômico modesto feito pela Ômicron”, afirmam analistas da OANDA. “A freada causada pela ata do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) não está repercutindo no mercado de petróleo, com os preços subindo mais de 2%”.

A divulgação da ata da última reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) ontem aponta para um aperto na política monetária da instituição, o que analistas acreditam mostrar um fortalecimento da economia americana acima do esperado, sugerindo um aumento na demanda por petróleo nos próximos meses.

Segundo o documento, o comitê está disposto a acelerar a redução de compra de ativos do banco o máximo possível, prevendo que o auxílio seja completamente encerrado em março deste ano. Além disso, os membros também acreditam que elevação da taxa básica de juros deve ocorrer mais cedo do que o previsto, seguida de uma redução no balanço do Fed.

Assim, o preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex com entrega para fevereiro subiu 2,23%, cotado a US$ 79,46 o barril. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE, com entrega para março avançou 1,57%, cotado a US$ 81,99 o barril.

Informações Agência CMA

Deixe um comentário