Petróleo fecha em queda, com traders voltando a se preocupar com as medidas do Fed para apertar a política monetária

LinkedIn

Os preços dos contratos futuros de petróleo encerraram em queda pela primeira vez em três dias, com os traders voltando a se preocupar com as medidas do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) para apertar a política monetária.

Pesando sobre os preços, o Fed anunciou ontem que provavelmente aumentará as taxas de juros em março e planeja encerrar suas compras de títulos no mesmo mês como forma de controlar a inflação.

O dólar norte-americano subiu para seu maior nível desde julho de 2021 após o anúncio, tornando o petróleo mais caro para os compradores que usam outras moedas.

No entanto, durante a maior parte do dia, os preços subiram, com o Brent alcançando pouco acima de US$ 90 o barril pela primeira vez em sete anos em meio a tensões entre a Rússia e o Ocidente. As ameaças aos Emirados Árabes Unidos feitas pelo movimento Houthi do Iêmen também contribuíram para as ameaças à oferta.

A Rússia, o segundo maior produtor de petróleo do mundo, e o Ocidente estão em desacordo sobre a Ucrânia, alimentando temores de que o fornecimento de energia para a Europa possa ser interrompido, embora as preocupações estejam focadas no fornecimento de gás e não no petróleo.

A Rússia disse que está claro que os Estados Unidos não estão dispostos a abordar as principais preocupações de segurança de Moscou em seu impasse sobre a Ucrânia, mas manteve a porta aberta para o diálogo.

“O mercado está muito errático nas manchetes sobre a situação Rússia-Ucrânia”, disse Phil Flynn, analista sênior do Price Futures Group. “Há incerteza sobre o que vai acontecer.”

O mercado está começando a voltar suas atenções para uma reunião de 2 de fevereiro da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP) e aliados liderados pela Rússia, grupo conhecido como Opep+.

A Opep+ deve manter um aumento planejado de 400 mil barris por dia (bpd) à produção, à medida que desfaz os cortes feitos em 2020. O acordo, porém, vem se mostrando inútil já que muitos membros não estão conseguindo atingir a meta.

O preço do contrato do petróleo WTI negociado na Nymex com entrega para março caiu 1,08%, cotado a US$ 86,61 o barril. Já o preço do contrato do Brent negociado na plataforma ICE, com entrega para março regrediu 0,85%, cotado a US$ 89,34 o barril.

Informações Agência CMA

Deixe um comentário