Braskem: conselho convoca assembleia para deliberar sobre conversão da totalidade das ações PN classe “B” em PN classe “A”

LinkedIn

O conselho da administração da Braskem aprovou a convocação de uma Assembleia Especial de Acionistas Preferenciais Classe “B”, a ser realizada no próximo dia 25 de fevereiro para deliberar sobre a conversão da totalidade das ações preferenciais classe “B” em ações preferenciais classe “A” na razão de 2 ações preferenciais classe “B” para 1 ação preferencial classe “A”.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:BRKM5) nesta quarta-feira (02).

A medida ocorre no contexto dos estudos e preparativos para a possível migração da companhia para o segmento de listagem do Novo Mercado da B3 e com o objetivo de simplificação da estrutura de capital e equalização dos direitos entre os acionistas preferencialistas.

As ações preferenciais classe “B” se originam de subscrições com recursos de incentivos fiscais, nos termos da legislação tributária, como previsto no Estatuto Social da companhia, e representam atualmente 0,06% do capital social, explicou a empresa.

A Braskem esclareceu que essa conversão, se aprovada pela Assembleia Especial, estará condicionada à sua aprovação em Assembleia Geral de Acionistas, a ser convocada oportunamente, pelo voto de acionistas que representem metade, no mínimo, do total de votos conferidos pelas ações com direito a voto.

“A unificação das ações preferenciais em uma única classe tem o objetivo de simplificação da estrutura de capital da companhia, equalizando os direitos entre todas as ações preferenciais incluindo aqueles referentes ao pagamento de dividendos, e constitui um passo inicial preparatório para a eventual conversão das ações preferenciais em ações ordinárias, no caso de migração para o segmento de listagem Braskem do Novo Mercado da B3”, explicou a petroquímica, ressaltando que essa etapa está condicionada a conclusão dos estudos em curso, da negociação de um novo Acordo de Acionistas a fim de adequar seus direitos e obrigações à nova estrutura de governança da companhia e, ainda, das aprovações do conselho de administração e, conforme o caso, das Assembleias Geral e Especial.

Informações FinanceNews

Deixe um comentário