Petrobras autoriza distribuição de dividendos complementares de R$ 2,86 por ação ON e PN

LinkedIn

O conselho de administração da Petrobras autorizou o encaminhamento à Assembleia Geral de Acionistas, prevista para 13 de abril de 2022, a proposta de distribuição de dividendos complementares de R$ 2,8610762 por ação preferencial e ordinária.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:PETR3) (BOV:PETR4) nesta quarta-feira (23).

Será considerada a posição acionária do dia 13 de abril para ações da B3 e 18 de abril para as ADRS. Os papéis passam a ser negociados ex-dividendos em 14 de abril. O pagamento deve ocorrer em 16 e 23 de maio, respectivamente.

De acordo com a companhia, considerando as antecipações realizadas em agosto e dezembro de 2021, a remuneração aos acionistas total proposta para o exercício social de 2021 é equivalente a R$ 7,773202 por ação ordinária e preferencial.

“O dividendo proposto está alinhado à Política de Remuneração aos Acionistas, que prevê que, em caso de endividamento bruto inferior a US$ 65 bilhões, a Petrobras poderá distribuir aos seus acionistas 60% da diferença entre o fluxo de caixa operacional e as aquisições de ativos imobilizados e intangíveis (investimentos).

Tendo em vista a redução da dívida para US$ 58,7 bilhões, foi possível aplicar a fórmula de maneira integral já no ano de 2021”, diz a estatal.

Informações Broadcast

Deixe um comentário