Companhias aéreas dos Estados Unidos aumentam perspectiva de receita com a alta demanda por passagens

LinkedIn

A demanda por viagens se recuperou mais rápido do que o esperado, disseram as companhias aéreas na terça-feira (15), uma tendência bem-vinda para o setor, à medida que as operadoras lutam com o aumento do preço do combustível que podem repassar aos clientes.

A Delta Air Lines (NYSE:DAL) disse antes de uma apresentação para investidores que espera que as vendas do primeiro trimestre sejam 78% recuperadas em comparação com 2019, acima da previsão em janeiro de uma recuperação de apenas 72% dos níveis de 2019.

A Delta Air Lines também é negociada na B3 através do ticker (BOV:DEAI34).

As companhias aéreas vêm comparando receita e capacidade com 2019 para mostrar o quanto se recuperaram desde antes da pandemia.

A United Airlines (NASDAQ:UAL) disse que espera que a receita do primeiro trimestre “esteja perto do melhor final” da orientação para uma recuperação de 75% a 80% em relação aos três anos anteriores.

As ações das operadoras subiram 5% cada nas negociações de pré-mercado.

A United Airlines também é negociada na B3 através do ticker (BOV:U1AL34).

“As reservas do sistema para viagens futuras melhoraram quase 40 pontos desde a primeira semana de 2022 e o tráfego de negócios aumentou mais de 30 pontos desde o pico do impacto da Ômicron em janeiro de 2022”, disse a United em um documento.

A Southwest Airlines (NYSE:LUV) elevou sua perspectiva de receita para até 92% de recuperação em relação aos níveis de 2019. As ações da Southwest subiram 3,5% nas negociações de pré-mercado.

A Southwest Airlines também é negociada na B3 através do ticker (BOV:S1OU34).

Deixe um comentário