Tesla aumenta preços de carros nos EUA e China após Elon Musk alertar sobre pressão inflacionária

LinkedIn

A Tesla (NASDAQ:TSLA) aumentou os preços de seus veículos elétricos nos EUA e na China depois que o CEO Elon Musk alertou sobre a pressão inflacionária nos negócios.

A Tesla também é negociada na B3 através do ticker (BOV:TSLA34).

A empresa elevou os preços de todos os seus modelos nos EUA. Na China, uma versão do Model 3 e do Model Y teve aumentos de preços. É o segundo aumento na última semana.

A Tesla não deu uma razão para os aumentos.

Mas Musk disse em um tweet no início desta semana que Tesla e sua empresa de exploração espacial SpaceX viram “uma pressão inflacionária recente significativa em matérias-primas e logística”.

Tradução do tweet: Quais são seus pensamentos sobre a provável taxa de inflação nos próximos anos?

Materiais como o níquel, um componente-chave das baterias de veículos elétricos, estão em ascensão.

Enquanto isso, um surto de casos de Covid-19 na China e bloqueios em algumas cidades adicionaram mais um desafio às cadeias de suprimentos já sobrecarregadas. Componentes críticos como semicondutores também permanecem em falta.

Na terça-feira, o site da Tesla na China listou o preço inicial do Model 3 Performance em 367.900 yuans (US$ 57.648). O South China Morning Post informou em 10 de março que o preço era de 349.900 yuans após um aumento anterior naquele dia.

O Model Y Long Range na China agora custa 375.900 yuans – acima do preço anterior de 357.900 yuans. O Model Y Performance custa atualmente 417.900 yuans, acima dos 397.900 yuans anteriormente.

Deixe um comentário