Carrefour registra R$ 20,8 bilhões em vendas brutas consolidadas no 1TRI

LinkedIn

O Grupo Carrefour Brasil registrou R$ 20,8 bilhões em vendas brutas consolidadas no primeiro trimestre de 2022, crescimento de 14,5% em relação ao mesmo período do ano passado.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:CRFB3) nesta terça-feira (19).

Do montante total, R$ 15 bilhões vieram do Atacadão, representando alta de 18,6% na mesma base comparativa. Os R$ 5,8 bilhões restantes foram reportados pelo Carrefour Varejo, avanço anual de 4,8%, segundo as prévias divulgadas há pouco pela empresa.

As vendas consolidadas foram impulsionadas principalmente pelo “sólido crescimento observado na categoria alimentar em todos os segmentos”, segundo a empresa.

As vendas brutas mesmas lojas do Grupo subiram 8,5% ante os três primeiros meses de 2021. No caso do Atacadão, a alta chegou a 9,2% na comparação anual e 20,8% em relação ao mesmo período de 2019. O Carrefour Varejo, por sua vez, registrou crescimento de 7% entre janeiro e março desse ano ante o primeiro trimestre de 2021.

O GMV total atingiu R$ 1,1 bilhão no primeiro trimestre de 2022, crescendo 50,8% em relação ao mesmo período do ano anterior e 10,4% na comparação trimestral. O crescimento de alimentos foi forte nos canais físico e digital, com este último crescendo 2,5 vezes, impulsionado pela escalabilidade do Atacadão e pela recente iniciativa de picking in store do Varejo.

O Grupo Carrefour Brasil inaugurou duas lojas Cash & Carry, totalizando 252 lojas até o final de março. O Atacadão abriu 37 lojas e 3 Atacados nos últimos 12 meses, o que contribuiu com 9,7% para o crescimento do faturamento no período. Há 7 unidades no pipeline da companhia a serem inauguradas em breve.

Banco Carrefour

O faturamento bruto do Banco Carrefour atingiu R$ 12,0 bilhões no entre janeiro e março de 2022, crescimento de 10,6% ano a ano. A alta foi apoiada pelos cartões de crédito Carrefour (+7,8%) e Atacadão (+15,0%), informa a companhia.

O desempenho também foi positivo em cross-sell e novos produtos, que contribuíram com 38,2%, beneficiados pela aceleração dos empréstimos pessoais.

Informações Broadcast

Deixe um comentário