Eletrobras: previsão é que processo seja apreciado pelo TCU somente em 4 de maio

LinkedIn

A área técnica do Tribunal de Contas da União (TCU) determinou que seja reajustado o preço mínimo que o governo pretende pedir por ação na privatização da Eletrobras, estatal com foco em geração e transmissão de energia.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:ELET3) (BOV:ELET5) (BOV:ELET6) nesta quarta-feira (06).

Conforme o jornal, a revisão deve ser feita pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), responsável por modelar o processo por meio do qual a União vai emitir mais ações e reduzir sua participação na companhia – de cerca de 60% para 45%.

O governo colocou seu time em campo para conversar com os ministros do TCU para convencê-los a analisar o processo ainda em abril, já que a oferta pública de ações está prevista para 13 de maio.

O governo afirma precisar de um tempo para fazer o prospecto da Oferta. Mas, não há sinalização de que isso seja possível. O relator Aroldo Cedraz está fora de Brasília entre os dias 19 e 28 de abril, o que torna inviável a análise antes de maio.

Informações Euqueroinvestir e BDM

Deixe um comentário