Estratégia de marketplace de NFT da Coinbase é questionada por analista da Mizuho

LinkedIn

O plano da exchange de criptomoedas Coinbase (NASDAQ:COIN) de lançar um mercado de token não fungível (NFT) este ano está atraindo algum ceticismo de Mizuho, ​​que diz que o interesse em NFTs “parece estar diminuindo”.

A Coinbase também é negociada na B3 através do ticker (BOV:C2OI34).

Em uma nota aos clientes, o analista da Mizuho, ​​Dan Dolev, citou uma análise de pesquisas na internet mostrando que o hype em torno das NFTs diminuiu. Dolev estima que a Coinbase pode gastar até US$ 300 milhões este ano em seus negócios de NFT, enquanto a lucratividade geral da empresa pode sofrer ventos contrários, juntamente com despesas operacionais mais altas.

“Em um ano em que a lucratividade pode ser desafiada, questionamos a lógica estratégica de buscar NFTs, especialmente porque o interesse em NFTs parece estar diminuindo”, escreveu Dolev.

Dolev reduziu suas estimativas de receita para a Coinbase, citando o volume do primeiro trimestre abaixo do esperado e a pressão de médio prazo na receita média de transações por usuário devido ao novo mercado NFT. O banco de investimento manteve uma recomendação neutra sobre a Coinbase, mas reduziu seu preço-alvo para US$ 190 de US$ 220.

Apesar da perspectiva de baixa da Mizuho no segmento NFT da Coinbase, outros em Wall Street esperam fortes ganhos de receita com isso. Needham estimou que, em um caso de alta, a Coinbase poderia ter uma receita adicional de US$ 1,26 bilhão por meio de seus negócios de NFT. Em janeiro, o Goldman Sachs disse que a Coinbase ainda era o “caminho blue-chip” para os investidores ganharem exposição às criptomoedas.

Com informações de CoinDesk

Deixe um comentário