Sony e família Lego apostam alto no metaverso com investimento de US$ 2 bilhões na Epic Games

LinkedIn

A Epic Games, criadora de Fortnite, levantou US$ 2 bilhões em financiamento da Sony (NYSE:SONY) e da família Lego, em um grande acordo que destaca a empolgação das grandes empresas com o chamado metaverso.

A Sony também é negociada na B3 através do ticker (BOV:SNEC34).

A Sony injetará US $ 1 bilhão na empresa, anunciou a Epic na segunda-feira (10), enquanto a Kirkbi, a empresa de investimentos familiar por trás da Lego, investirá uma quantia igual. O acordo, que está sujeito às condições habituais de fechamento, avaliaria a Epic em US$ 31,5 bilhões.

A notícia chega logo após uma parceria anunciada pela Epic e Lego na semana passada, destinada a co-desenvolver um metaverso “familiar” para crianças. A Lego já tem uma linha de videogames de sucesso baseada em franquias lucrativas, incluindo Star Wars da Disney e Batman da Warner Bros.

“Uma proporção de nossos investimentos está focada em tendências que acreditamos que impactarão o mundo futuro em que nós e nossos filhos viveremos”, disse Soren Thorup Sorensen, CEO da Kirkbi, em comunicado na segunda-feira.

“Esse investimento acelerará nosso envolvimento no mundo do jogo digital e estamos satisfeitos em investir na Epic Games para apoiar sua jornada de crescimento contínuo, com foco de longo prazo no futuro metaverso”.

O hype em torno do metaverso, uma rede proposta de vastos mundos virtuais, tomou o mundo corporativo de assalto ultimamente. O Facebook iniciou a tendência renomeando-se Meta, e várias grandes marcas, incluindo JPMorgan, Samsung e Nike, começaram a experimentar a tecnologia.

No entanto, empresas como Epic e Roblox há muito falam sobre a construção de um metaverso.

O jogo Battle Royale da Epic, Fortnite, permite que até 100 jogadores lutem para ser o último em pé. Mas vem se expandindo para outras formas de entretenimento, apresentando shows musicais de artistas como Travis Scott e Marshmello, por exemplo.

Roblox (RBLX, R2BL34) , enquanto isso, quer construir um metaverso onde milhões de pessoas possam se reunir para jogar ou até mesmo trabalhar em uma economia virtual alimentada pelo Robux, sua própria moeda no aplicativo.

O CEO da Epic Games, Tim Sweeney, disse que os novos fundos ajudariam a empresa a “acelerar nosso trabalho para construir o metaverso”.

“À medida que reimaginamos o futuro do entretenimento e do jogo, precisamos de parceiros que compartilhem nossa visão. Encontramos isso em nossa parceria com a Sony e a KIRKBI”, disse Sweeney em comunicado.

Embora seja mais conhecida como a empresa por trás do Fortnite, a Epic Games é uma potência de videogame. A empresa desenvolveu a Unreal Engine, uma das maiores plataformas de criação de jogos, e opera sua própria loja de jogos online que concorre com a Microsoft (MSFT, MSFT34) e a Valve.

A empresa está no centro de uma disputa acalorada entre os desenvolvedores de aplicativos e a Apple (AAPL, AAPL34) sobre as taxas da App Store desta última. No ano passado, um juiz decidiu que a Apple não pode mais impedir os desenvolvedores de direcionar os usuários para o próprio sistema de pagamento da Apple. A gigante da tecnologia normalmente recebe um corte de 15% a 30% de todas as compras no aplicativo.

Com informações de CNBC

Deixe um comentário