Elon Musk cita 3 problemas que precisam ser resolvidos antes da aquisição do Twitter

LinkedIn

Elon Musk diz que há três obstáculos principais a serem superados antes que ele possa concluir sua compra do Twitter (NYSE:TWTR).

O Twitter também é negociado na B3 através do ticker (BOV:TWTR34).

Musk está tentando comprar o Twitter por US$ 44 bilhões, uma mega aquisição com enormes implicações para o mundo da mídia social – principalmente devido à posição controversa do CEO da Tesla e da SpaceX sobre moderação de conteúdo e liberdade de expressão.

Mas o destino do acordo tornou-se mais incerto nas últimas semanas, depois que Musk ameaçou desistir, citando preocupações com o número de contas falsas na plataforma. O bilionário pode enfrentar uma taxa de separação de US$ 1 bilhão e possivelmente até processos judiciais se abandonar o acordo.

Falando em um evento organizado pela Bloomberg na terça-feira (21), Musk disse que havia uma série de “assuntos não resolvidos” que precisarão ser antes que ele possa avançar com a aquisição.

1. Contas falsas

Musk não escondeu suas preocupações com o número de contas falsas no Twitter. Tentativas de manipular plataformas de mídia social com contas falsas e bots não são exatamente novas, mas Musk diz que quer mais clareza do Twitter sobre quantos de seus usuários são genuínos.

Divulgações públicas do Twitter colocam o número de contas falsas ou spam em menos de 5% de seus usuários ativos diários “monetizáveis”. Musk é duvidoso. Na terça-feira, ele disse que “provavelmente não é a experiência da maioria das pessoas ao usar o Twitter”.

“Ainda estamos aguardando uma resolução sobre esse assunto, e esse é um assunto muito significativo”, disse ele.

Na semana passada, Bret Taylor, presidente do conselho independente do Twitter, disse que a administração da empresa continua “comprometida com a transação nos termos acordados”.

2. Financiamento da dívida

O segundo grande obstáculo enfrentado pela transação do Twitter, de acordo com Musk, é a parcela da dívida necessária para financiá-la.

Em maio, Musk se comprometeu a pagar US$ 33,5 bilhões em dinheiro pela empresa. Ele também recebeu US$ 7,1 bilhões em compromissos de financiamento de capital de investidores, incluindo o cofundador da Oracle, Larry Ellison, e a exchange de criptomoedas Binance.

Musk diz que o restante do financiamento virá na forma de empréstimos bancários, mas como exatamente isso acontecerá permanece incerto. Apesar de ser a pessoa mais rica do mundo, grande parte da riqueza de Musk está vinculada às ações da Tesla. Ele vendeu e prometeu bilhões em ações da Tesla como garantia dos empréstimos.

3. Aprovação dos acionistas

O obstáculo final para Musk conquistar sua aquisição é a aprovação dos acionistas do Twitter. Os investidores devem votar no acordo no final de julho ou início de agosto.

Ainda não está claro se Musk terá suporte suficiente para a compra. No mês passado, alguns acionistas do Twitter processaram Musk e a própria empresa pelo manuseio caótico do processo.

“A parte da dívida da rodada se juntará? E então os acionistas vão votar a favor?” Musk disse terça-feira.

Essas – junto com a questão das contas falsas – são “as três coisas que precisam ser resolvidas antes que a transação possa ser concluída”, disse ele.

Com informações de CNBC

Deixe um comentário