Escrevendo uma Nova História - Blue Tech Solutions - BLUT3/BLUT4

LinkedIn

Alguns meses se passaram desde o meu último texto sobre “Os Desafios do Turnaround da Blue Tech Solutions” (BOV: BLUT3) (BOV: BLUT4) onde contei a história recente da troca dos antigos gestores da empresa e os desafios a serem superados pela nova administração em busca de uma guinada na companha centenária. Desde então, esta história vem sendo escrita com trabalho e dedicação do novo quadro diretivo que vem agregando parceiros e profissionais especializados na construção deste projeto.

Ao longo deste ano de 2022 a companhia vem divulgando ao mercado uma serie de comunicados e fatos relevantes que mostram que a lição de casa vem sendo feita para reparar os estragos herdados e preparar a empresa para uma nova era. Em janeiro a Blue Tech contratou a consultoria Valor Fiscal Inteligência Tributária, empresa especializada nas áreas tributárias, contábeis e jurídica a fim de fazer uma análise detalhada do passivo fiscal da companhia. Como resultado, a Blue Tech divulgou ao mercado Fato Relevante em 18 de março a qual reportava a divergência de informações publicadas até então, onde se concluía a identificação de passivos tributários superiores ao divulgado pela antiga diretoria. Estas informações dentre outras, foram corrigidas e reportadas com as devidas retificações no último balanço, e concomitante as diligências promovidas pela consultoria e seus advogados foram tomadas medidas ativas em relação a processos antigos, sendo que em 13 de abril outro Fato Relevante reportou o primeiro resultado colhido, com a divulgação de dois processos prescritos em face da companhia.

Estes levantamentos que a companhia vem conduzindo vão de encontro com a nova política de governança adotada pela empresa em promover a transparência absoluta ao mercado e seus investidores, que recompensam depositando confiança sustentável ao projeto.

Em assembleia do conselho de administração da empresa realizada em 15 de março também foram deliberadas alterações estruturais importantes para a continuidade do plano de reestruturação da companhia, tais como: a mudança de sua sede afim de quebrar os vínculos com a antiga administração; votação do plano de remuneração do conselho e diretoria; o aumento de capital da empresa para até R$ 500.000.000,00 afim de viabilizar a compra de participação em outras empresas; alteração do objeto social da companhia para que a mesma possa atuar como holding de outras empresa a serem incorporadas em seu portifólio; além da reforma do Estatuto Social da Companhia afim de refletir as alterações aprovadas.

Já nas últimas semanas do mês de maio e início de junho de 2022 observou-se uma intensificação dos movimentos da Blue Tech com uma sequência de fatos e comunicados apresentados ao mercado como o tão aguardado Plano de Negócios da empresa que deu clareza ao que antes era incerto quanto ao rumo que a empresa iria tomar. O Plano de Negócios da empresa foi estruturado para funcionar como uma holding e agregando ao seu portifólio empresas novas em setores promissores e com alto potencial de crescimento, ou companhias maduras com crescimento constante de receitas com foco especial aos setores de Educação, Alimentação, Engenharia e Banking.

Até aí era apenas um plano, mas passou a se materializar com a divulgação de outro Fato Relevante importante na data de 1 junho com a celebração de um acordo com a empresa Duomo Capital Partners para o assessoramento na aquisição de participação societária junto as empresas.

Como resultado deste assessoramento profissional aliada a lição de casa conduzida pela companhia, na data de 7 de junho foi finalmente anunciado o primeiro acordo com o Memorando de Entendimento com o Grupo RÃO, uma rede de franquias alimentícias e de serviços criada em 2013 presente no Brasil e na Europa, contando com 16 marcas próprias e 22 com seu nome distribuídos em mais de 200 lojas e em franca expansão. A empresa fechou o ano de 2021 com faturamento da rede em mais de R$ 150.000.000,00, mesmo com toda dificuldade no cenário macroeconômico a empresa cresceu mais de 125% nos últimos 3 anos.

Sobre o Autor: Eduardo Pujol é Engenheiro Mecânico formado pela FEI e mestre em Tecnologia Ambiental pelo IPT. Com mais de 22 anos de experiência na bolsa de valores, é empresário, sócio de empresas do setor de meio ambiente e sócio da mesa proprietária Sociedade dos Traders.

Deixe um comentário