Estados Unidos criaram 128 mil vagas de emprego no setor privado em maio

LinkedIn

Os Estados Unidos criaram 128 mil vagas de emprego no setor privado em maio, mostrou nesta quinta-feira (2) o Relatório de Emprego ADP.

A mediana das projeções dos economistas compiladas pela Refinitiv apontava para criação de 300 mil postos de trabalho.

A ADP revisou para baixo o número de vagas criadas em abril, de 247 mil para 202 mil.

A economista-chefe da ADP, Nela Richardson, afirmou que os ganhos mensais no emprego estão perto dos níveis anteriores à pandemia, em meio a um mercado de trabalho “apertado” e inflação elevada.

“A taxa de crescimento do emprego de contratação tem desacelerado em todos os setores, enquanto as pequenas empresas continuam a ser uma fonte de preocupação à medida que lutam para acompanhar as empresas maiores que estão crescendo ultimamente”, disse ela.

O relatório da ADP é desenvolvido em conjunto com a Moody’s Analytics e foi publicado antes do dado de emprego mais abrangente do Departamento de Trabalho, que será divulgado na sexta-feira.

No entanto, ele não tem tanta relação para previsão da criação de vagas no setor privado no relatório do governo, devido a diferenças de metodologia.

Já o número de americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego caiu mais do que o esperado na semana passada, uma vez que a demanda por mão de obra permaneceu forte, ajudando a sustentar a economia em meio ao aumento das taxas de juros e ao aperto das condições financeiras.

Os pedidos iniciais de seguro-desemprego caíram 11 mil, para 200 mil (dado com ajuste sazonal), na semana encerrada em 28 de maio, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira. Economistas consultados pela Reuters previam 210 mil novas solicitações na última semana.

Infomoney

Deixe um comentário