GetNinjas (NINJ3): prejuízo líquido de R$ 8,8 milhões no 2T22

LinkedIn

A Getninjas registrou prejuízo líquido de R$ 8,8 milhões no segundo trimestre de 2022 (2T22), comparado a um prejuízo de R$ 17,8 milhões no 2T21.

O resultado representa uma melhora de 51% em relação aos R$ 17,8 milhões negativos registrados no mesmo intervalo de 2022.

A receita líquida somou R$ 13,413 milhões, recuo de 13% sobre o mesmo período do ano passado.

Esse movimento é reflexo da estratégia da Companhia em reduzir os investimentos de Marketing (-40% vs 1S21) e de um contexto econômico adverso (redução nas buscas por serviços na internet, aumento de inflação e juros). Além disso, revisamos o preço de algumas categorias com o intuito de aumentar a quantidade de leads adquirida pelos profissionais.

ebitda – lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização – ajustado foi negativo R$ 12 milhões no 2T22, 38% menor que o apresentado no 2T21, que foi de -R$ 19,1 milhões.

Conforme a empresa, o movimento é reflexo da estratégia da companhia em reduzir os investimentos de Marketing (-40% vs 1S21) e de um contexto econômico adverso (redução nas buscas por serviços na internet, aumento de inflação e juros). Além disso, revisou o preço de algumas categorias com o intuito de aumentar a quantidade de leads adquirida pelos profissionais.

O resultado financeiro líquido foi positivo em R$ 8,2 milhões no segundo trimestre de 2022, um aumento de R$ 6,8 milhões na comparação com a mesma etapa de 2021.

O lucro bruto atingiu a cifra de R$ 11,8 milhões no segundo trimestre de 2022, uma redução de 16% na comparação com igual etapa de 2021. A margem bruta foi de 26,4% no 2T22, baixa de 2,8 p.p. frente a margem do 2T21.

As despesas gerais e administrativas somaram R$ 18,7 milhões no 2T22, um crescimento de 56% em relação ao mesmo período de 2021.

Excluindo efeitos não recorrentes (contratação de consultoria estratégica), a variação foi de 31%. Esse efeito não recorrente se encerra neste trimestre, aliviando a estrutura de custos para os próximos meses.

Os clientes realizaram 1,1 milhão de solicitações de serviços, uma redução de 14% em relação ao 2T21. O cenário econômico, com alta da inflação e da taxa de juros, reduziu o volume de buscas por serviços, impactando diretamente no volume de solicitações feitas na plataforma.

A quantidade de Profissionais Ativos (aqueles que efetivamente compraram leads no período) teve um crescimento de 5% em relação ao 2T21.

No segundo trimestre, a GetNinjas reduziu em 52% os custos com marketing quando comparado ao mesmo período do ano passado. No semestre, a queda foi de 40%. As linhas de despesas têm sido um ponto sensível para as empresas de tecnologia nos últimos trimestres, enquanto apostaram em marketing e contratações para crescer de forma acelerada.

“Tivemos um trimestre com melhora operacional significativa”, diz o CEO da GetNinjas, Eduardo L’Hotellier, em entrevista ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. “Otimizamos nossos investimentos em marketing e controlamos as despesas com pessoal”, complementa o executivo.

A redução nos investimentos em Marketing e a redução do volume de pedidos impactou a Receita, principalmente na quantidade de “Leads” vendidos que tiveram uma redução de 17% em relação ao 2T21. As ações implementadas nos permitiram ter uma redução na quantidade de pedidos monetizados de 4,5%, demonstrando uma maior eficiência da plataforma.

Desafios

No entanto, a companhia avalia que a estratégia de reduzir os investimentos se refletiu na receita líquida, que caiu 13% na comparação anual, para R$ 13,4 milhões. Pesaram também o cenário econômico adverso e a revisão de preços de algumas categorias com o intuito de aumentar a quantidade de leads adquirida pelos profissionais.

Como mais um desafio, L’Hotellier destaca ainda que a empresa viu uma redução de cerca de 20% no volume total de buscas por serviços na internet, enquanto a competição mais acirrada implicou em um aumento do custo por clique (CPC) e custo por aquisição (CPA).

A expectativa do CEO é que o contexto econômico e político sigam desafiadores no restante do ano, dificultando que as empresas sejam mais agressivas em crescimento. “Sabemos que será um ano difícil, mas estamos no caminho certo e sendo cautelosos para passar por esse período incerto com uma forte posição de caixa”, afirma L’Hotellier, destacando ainda que o endividamento da GetNinjas é próximo de zero.

Os resultados da GetNinjas (BOV:NINJ3) referente suas operações do segundo trimestre de 2021 foram divulgados no dia 16/08/2022. Confira o Press Release completo!

* Com informações da ADVFN, RI das empresas, Infomoney, Estadão

Deixe um comentário