Fechamento Ibovespa: Bolsa fecha com alta de 0,42% e todos os destaques de hoje (02/09/2022)

LinkedIn

O Ibovespa encerrou o pregão de hoje (2) em alta de 0,42%, aos 110.864 mil pontos, mas acumulou queda de 1% na semana. Na sessão, o principal índice da Bolsa brasileira foi na contramão do mercado norte-americano, que apresentou forte queda após investidores repercutirem os dados de emprego no país.

Os principais índices dos Estados Unidos passaram a cair à tarde em reação aos dados mistos de trabalho, que são uma das referências do Federal Reserve (banco central norte-americano) para a condução da política monetária.

Mais cedo, o relatório Payroll mostrou que foram criados 315 mil postos de trabalho em agosto, acima do que era esperado pelo consenso Refinitv. No entanto, a atenção se voltou para a taxa de desemprego, que subiu a 3,7% ante 3,5% em julho. Era esperado uma taxa estável.

“O mercado é muito emotivo porque é feito por pessoas. Powell [presidente do Fed] já falou que, mesmo com a inflação se estabilizando no curto prazo, a política de juros ainda é hawkish [agressiva] e altista. Lá eles não estão acostumados com taxas altas, mas ainda temos tempo até a próxima reunião do banco central”, explica Rodrigo Cohen, analista da Escola de Investimentos.

Aumentando as preocupações no cenário global, a Rússia cancelou o prazo de sábado para retomar os fluxos de gás através do gasoduto Nord Stream 1, uma das principais rotas de abastecimento para a Europa, depois de dizer que descobriu uma falha durante o processo de manutenção. Com isso, o mercado segue na defensiva.

O Dow Jones recuou 1,07%, aos 31.318 pontos e o S&P 500 caiu 1,07%, aos 3.924 pontos. O Nasdaq apresentou queda de 1,31%, aos 11.630 pontos.

O dólar encerrou a sessão em forte queda ante o real, também refletindo os dados mistos nos Estados Unidos. A moeda norte-americana caiu 1,01%, a R$ 5,1848.

No cenário doméstico, as ações do setor de construção se destacaram no campo positivo. No radar, estão expectativas positivas com mudanças recentes no programa Casa Verde e Amarela, além de dados melhores da economia e perspectiva de que o ciclo de alta da Selic esteja perto do fim.

Eztec ficou no topo, com os papéis subindo 8,42%, a R$ 20,09. Cyrela (CYRE3) avançou 8,28% e MRV (MRVE3) 8,15%. Do mesmo lado positivo, Braskem (BRKM5) subiu 6,84%, após analistas do Citi elevarem a recomendação dos papéis para ‘compra’, citando fatores como múltiplos descontados em relação a pares e diversificação de receita e custo.

No sentido oposto, as ações do IRB Brasil caíram forte depois que a empresa precificou na véspera oferta de R$ 1,2 bilhão em ações a R$ 1,00 por papel. Os recursos serão usados para reenquadrar métricas regulatórias. Os papéis recuaram 12,86%, a R$ 1,22.

Do mesmo lado, apareceram Lojas Americanas (AMER3), Petz (PETZ3), Via (VIIA3) e Azul (AZUL4), que registraram desvalorizações de 4,14%, 3,88%, 3,13% e 2,90%, respectivamente.

➡️ Veja o fechamento desta sexta-feira:

🇧🇷 IBOV: +0,42% a 110.864 pts
🏢 IFIX: +0,25% a 2.976 pts
💵 Dólar: -1,01% a R$ 5,1848
💶 Euro: -0,94% a R$ 5,1614
💰Bitcoin: -1,28% a 103.097 pts

🇺🇸 Nova York

Dow Jones: -1,07% a 31.318 pts
S&P 500: -1,07% a 3.924 pts
Nasdaq: -1,31%, a 11.630 pts

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
01/09/2022  0,81% 110.405,30 R$ 28,4 bilhões
02/09/2022   0,42%  110.864,24  R$ 37,6 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

EZTC3: +8,42% a R$ 20,09
JHSF: +8,28% a R$ 7,06
MRVE3: +8,14% a R$ 11,95
CYRE3: +7,86% a R$ 16,33
BRKM5: +6,84% a R$ 32,51

  • BAIXAS IBOVESPA

IRBR3: -12,86% a R$ 1,22
AMER3: -4,14% a R$ 15,51
PETZ3: -3,88% a R$ 10,15
VIIA3: -3,13% a R$ 3,10
AZUL4: -2,90% a R$ 16,10

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

  • 💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

Aliansce Sonae (ALSO3)

A Aliansce Sonae celebrou na véspera contrato para venda da totalidade de suas participações no Boulevard Londrina Shopping e no Boulevard Shopping Vila Velha. Saiba mais…

Auren Energia (AURE3)

A Auren Energia disse que não tem conhecimento de nenhum fato ou ato relevante não divulgado ao mercado que justifique as oscilações de suas ações do pregão desta quarta-feira (31/08).

Bradesco (BBDC4) 

O Banco Bradesco pode fazer novas aquisições em breve, disse o presidente da instituição, Octavio de Lazari Jr., ao Valor Econômico. Saiba mais…

Banco Pine (PINE4)

O Conselho de Administração do Banco Pine aprovou proposta para redução do capital social em 32,6%, para R$ 851,665 milhões, permitindo à companhia absorver R$ 411,981 milhões em prejuízos acumulados. A proposta será encaminhada para assembleia de acionistas marcada para 29 de setembro.

BrasilAgro (AGRO3)

A BrasilAgro registrou lucro líquido de R$ 31,1 milhões no quatro trimestre de 2022 (4T22), cifra 76% menor do que a reportada na mesma etapa de 2021, informou a companhia nesta quinta-feira (1).

Carrefour (CRFB3)

A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) recomendou a aprovação sem restrições da venda de quatro lojas do Carrefour ao grupo gaúcho Asun, segundo despacho no Diário Oficial da União nesta sexta-feira. Saiba mais…

CBA (CBAV3)

O Conselho de Administração da companhia aprovou a captação de US$ 41,5 milhões junto ao Itaú Unibanco sediado em Nassau, Bahamas.

Cury (CURY3)

A Cyrela Brasil Realty passou a deter 28,28% do capital social da Cury.

Enauta (ENAT3)

A Enauta iniciou processo competitivo em busca de novas tecnologias que viabilizem o desenvolvimento do campo de Oliva, na Bacia de Santos.

Gerdau (GGBR4) e Randon (RAPT4)

A Gerdau informou que foi aprovada a constituição de uma parceria estratégica entre a Gerdau Next e a Randon, com igual participação societária de 50% do capital social cada uma, com o intuito de, inicialmente, atuar na prestação dos serviços de locação de caminhões e semirreboques, buscando entregar soluções adequadas à demanda de transportadores ou embarcadores de carga. Saiba mais…

Hermes Pardini (PARD3)

O Instituto Hermes Pardini aprovou a incorporação de sua controlada Davita Centros Médicos, cujas quotas haviam sido adquiridas pela Companhia na operação de compra de determinados ativos físicos da empresa DaVita Health Care Brasil Serviços Médicos. Saiba mais…

Hospital Mater Dei (MATD3)

O Hospital Mater Dei que foi concluída a aquisição, por meio da sua subsidiária RMDS Participações, de participação representativa de 75,0% do capital social do Hospital e Maternidade Santa Clara. Saiba mais…

IRB (IRBR3)

O Conselho de Administração da companhia aprovou o preço por ação de R$ 1,00, o efetivo aumento do capital social da Companhia, dentro do limite do capital autorizado, no montante total de R$ 1,2 bilhão mediante a realização de uma oferta pública de emissão e distribuição de 1.200.000.000 novas ações ordinárias. Saiba mais…

JBS (JBSS3) 

Dona da JBS, a J&F avalia nova proposta pela Braskem, informa o Valor. Saiba mais…

Kora Saúde (KRSA3) 

A Kora Saúde concluiu a aquisição de 100% das quotas representativas do capital social do Centro de Cardiologia e Radiologia Intervencionista Ltda. (CCRI) por meio de sua controlada Ilha do Boi Participações Ltda. Saiba mais…

Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3)

A Localiza informou que promoverá na próxima segunda-feira (5) leilão de sobra de ações provenientes da combinação de negócios com a Unidas.

Moura Dubeux (MDNE3)

A Moura Dubeux Engenharia concluiu uma operação estruturada visando à captação de aproximadamente R$ 250 milhões para a construção de quatro projetos lançados sob o regime de incorporação no 2T22. São eles: Platz, em Fortaleza/CE, o Lanai, em Maceió/AL, o Beach Class Rio Vermelho, em Salvador/BA e o Florata, em Natal/RN. Saiba mais…

Oncoclinicas (ONCO3)

A Oncoclínicas do Brasil assinou um memorando de entendimento vinculante com a Unimed Nacional para investimento conjunto em um novo complexo hospitalar e centro integrado de tratamento ao câncer – Cancer Center na cidade de São Paulo. Saiba mais…

PDG (PDGR3) 

A PDG aprovou o aumento de capital privado da companhia em R$ 409.721.589,20, mediante a emissão de 266.052.980 ações ordinária. O preço da emissão por ação é de R$ 1,54. Saiba mais…

Petrobras (PETR3/PETR4) 

A Petrobras informou que a União Federal apresentou manifestação preliminar defendendo o indeferimento da liminar na qual Mário Albert Dal Zoto, presidente da Associação Nacional dos Petroleiros Acionistas Minoritários da Petrobras (Anapetro), na qual pede a anulação da nomeação de Caio Paes de Andrade como presidente da petroleira. Saiba mais…

PetroRio (PRIO3)

A PetroRio celebrou memorando de entendimentos (MOU) com Prisma Capital referente à potencial combinação de negócios com Dommo Energia. Saiba mais…

Raízen (RAIZ4)

A Raízen encerrou o contrato de prestação de serviços de formador de mercado celebrado em 03 de setembro de 2021 com o Citigroup Global Markets Brasil Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários. Saiba mais…

Sequoia (SEQL3)

O Conselho de Administração da Sequoia aprovou a realização da 2ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em até 2 séries, para colocação privada, da companhia, com valor total de R$ 300 milhões. Saiba mais…

Suzano (SUZB3)

A Suzano anunciou a paralisação, por 45 dias, da linha de produção A na fábrica de Aracruz (ES) para intervenções na caldeira de recuperação. Saiba mais…

Vale (VALE3)

A Samarco e suas controladoras, Vale e BHP, concordaram em praticamente dobrar a proposta para a reparação do desastre de Mariana, que ocorreu em 2015, segundo fontes ouvidas pela Bloomberg. Saiba mais…

(Com informações da CMA, Forbes Money e Momento B3)

Deixe um comentário