Usiminas pede ao Cade restrições à participação da CSN na companhia

LinkedIn

A Usiminas pediu ao Cade que seja cumprida uma decisão da autarquia, de 2014, que limita a participação da CSN na companhia a 5% das ações.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:USIM5) nesta quarta-feira (21).

O assunto voltou à tona depois que um despacho do Cade foi publicado na semana passada, abrindo a possibilidade de a CSN voltar a comprar ações da concorrente. Oito anos atrás, a CSN chegou a ter 17% de participação na Usiminas, porcentual que atualmente é de aproximadamente 14%.

Ontem, a Usiminas ingressou com uma petição contra o despacho, alegando, entre outros aspectos, que que serão criados precedentes prejudiciais ao mercado, como o incentivo a grandes empresas comprarem ações de concorrentes para terem acesso a informações privilegiadas.

Informações BDM

Deixe um comentário