ADVFN Logo ADVFN

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Hot Features

Registration Strip Icon for pro Negocie como um profissional: Aproveite discussões em tempo real e ideias que movimentam o mercado para superar a concorrência.

Medicamento da Roche para Alzheimer não atinge meta em teste há muito aguardado

LinkedIn

As ações da Biogen (NASDAQ:BIIB) e da Eli Lilly (NYSE:LLY) subiram na segunda-feira (14), após uma atualização decepcionante sobre um tratamento de Alzheimer em desenvolvimento da farmacêutica europeia Roche AG (USOTC:RHHBY).

A Roche disse na segunda-feira que os testes do gantenerumab, um medicamento usado para tratar pacientes com Alzheimer em estágio inicial, não conseguiram atingir o objetivo primário de preservar as funções cognitivas afetadas pela doença. Cada ensaio durou dois anos, disse Roche, e incluiu 1.000 participantes, mas indicou apenas melhorias modestas nos declínios cognitivos, quando comparados aos que receberam placebo.

“Embora os resultados (do teste) não sejam o que esperávamos, estamos orgulhosos de ter fornecido um conjunto de dados de Alzheimer de alta qualidade, claro e abrangente para o campo, e esperamos compartilhar nossos aprendizados com a comunidade enquanto continuamos a procurar novos tratamentos para esta doença complexa”, disse o diretor médico da Roche, Levi Garraway.

Os resultados deixam a Biogen, que revelou resultados melhores do que os esperados de um estudo em estágio final de seu tratamento de Alzheimer desenvolvido com a parceira japonesa Eisai Co Ltd., bem como a Eli Lilly, como potenciais líderes de mercado no mercado multibilionário. As ações BIIB da Biogen saltaram 5,1% para US$ 304,13 cada, no pré-mercado.

A Biogen também é negociada na B3 através do ticker (BOV:BIIB34).

No início deste ano, a Eli Lilly disse que seu anticorpo experimental, donanemab, mostrou uma redução de 32% em uma medida composta de cognição e função diária em pacientes de teste que sofrem de doença de Alzheimer sintomática precoce após os testes da Fase 2.

As ações LLY da Eli Lilly foram marcadas 0,1% mais altas no início das negociações de segunda-feira para mudar de mãos a US$ 352,90 cada.

A Eli Lilly também é negociada na B3 através do ticker (BOV:LILY34).

A doença de Alzheimer é um distúrbio cerebral progressivo que afeta mais de 50 milhões de pessoas em todo o mundo. Até o momento, nenhum medicamento foi encontrado para tratar a doença, que pode acelerar para demência e outras condições cognitivas mais graves.

O preço do tratamento, no entanto, tem sido uma questão controversa e os Centros de Serviços Medicare e Medicaid dos EUA observaram em setembro que sua decisão de cobrir apenas o tratamento com Aduhelm – o medicamento para Alzheimer da Biogen aprovado pela FDA – se os pacientes estiverem inscritos em um ensaio clínico como um fator importante na redução dos prêmios gerais do Medicare Parte B.

A Biogen foi forçada a reduzir o preço do Aduhelm em cerca de 50%, para US$ 28.200 por ano, a fim de ajudar a expandir seu alcance potencial após a decisão do CMS no final do ano passado.

Aduhelm, observou a Biogen em estudos anteriores, demonstrou corroer a beta-amiloide, uma placa que se acumula ao redor do cérebro e pode levar a danos nos neurônios.

A FDA aprovou o Aduhelm para o tratamento da doença de Alzheimer por meio de sua via de aprovação acelerada, que pode ser usada para um medicamento para uma doença grave ou com risco de vida que fornece uma vantagem terapêutica significativa em relação aos tratamentos existentes, no ano passado.

Com informações de The Street

Deixe um comentário