Fechamento Ibovespa: Bolsa fecha com queda de 1,39% e todos os destaques de hoje (01/12/2022)

LinkedIn

O Ibovespa fechou em queda de 1,39%, aos 110.925,60 pontos, após duas altas seguidas. Pesou sobre o índice de ações o tom negativo dos mercados em Nova York, além da repercussão de dados do PIB brasileiro menores do que o esperado para o terceiro trimestre.

Investidores também ajustam suas carteiras para dezembro, que começa com incertezas fiscais e dúvidas em relação à equipe do novo governo no cenário interno. Analistas do Safra afirmaram que permanecem com um otimismo cauteloso para o Ibovespa neste último mês do ano.

Em Wall Street, o mercado subiu pela manhã, ainda na esteira do discurso de ontem do presidente do Federal Reserve, que reforçou a possibilidade de diminuição da aceleração de juros. Entretanto, de tarde as bolsas viraram devido à preocupação com uma possível recessão.

O IBGE divulgou hoje que o PIB do Brasil cresceu 0,4% no terceiro trimestre, frente aos 0,7% estimado por economistas, segundo pesquisa da Reuters. Sobre o mesmo período de 2021, a alta foi de 3,6% e a expectativa era de 3,7%.

Apolo Duarte, sócio e head da mesa de renda variável da AVG Capital, afirma que o PIB mais fraco do que o esperado refletiu nas empresas de consumo e varejo, que caíram forte hoje. “Um dos motivos é o PIB mais fraco e o setor de comércio que variou para negativo no trimestre”, diz ele.

Magazine Luiza (MGLU3), Americanas (AMER3), Alpargatas (ALPA4) e grupo Soma (SOMA3) figuraram nas maiores quedas do Ibovespa, com recuos de 9,09%, 6,91%, 6,99% e 6,42%, respectivamente.

Além das varejistas, os frigoríficos também foram destaques de queda no dia. Duarte afirma que a BRF (BRFS3) puxou esse movimento após a divulgação de uma notícia afirmando que a companhia tem uma dívida milionária com a Ipiranga e não tem divulgado os números em seus últimos relatórios.

“Quando saiu a notícia, o mercado se assustou porque não há essa informação nos balanços da empresa”, diz o sócio da AVG Capital. BRF encabeçou as perdas do Ibovespa do dia ao recuar 9,02%. A Marfrig (MRFG3) também caiu no embalo, com perda de 6,97%.

Petrobras também contribuiu para a queda do Ibovespa hoje. Nesta quinta teve o investor day da empresa e, mesmo com o petróleo subindo em torno de 1%, a estatal caiu forte, mais de 3%, devido ao medo dos investidores de ter mudanças no próximo ano no plano de investimentos da companhia. As ações PETR3 caíram 3,75%, enquanto os papéis PETR4 perderam 4,01%.

Em Nova York, a divulgação de dados da inflação (PCE) menores do que o esperado reforçou o discurso do Federal Reserve de desaceleração do ritmo de aperto monetário nos EUA, porém a inflação de serviços continua crescendo e o aperto monetário deve seguir por algum tempo, mesmo que com altas menores.

Após um ânimo inicial com a desaceleração do aumento dos juros, o mercado se virou para uma preocupação com a possibilidade de uma recessão. Ao final do dia, as bolsas fecharam com sinais variados.

O Dow Jones caiu 0,56%, a 34.396,53 pontos, o S&P 500 fechou estável (–0,08%), aos 4.076,79 pontos, enquanto o Nasdaq teve alta de 0,13%, a 11.482,45 pontos.

O dólar fechou no zero a zero. A moeda norte-americana registrou uma leve queda de 0,09% no dia, avaliada em R$ 5,1971.

➡️ Veja o fechamento desta quinta-feira:

🇧🇷 IBOV: –1,39%, a 110.925 pts
🏢 IFIX: +0,36 % a 2.877 pts
💵 Dólar: –0,09% a R$ 5,19
💶 Euro: +0,96% a R$ 5,47
💰 Bitcoin: –0,91%, a R$ 88.730

🇺🇸 Nova York

Dow Jones: –0,56%, a 34.396 pontos
S&P 500: –0,08%, a 4.076 pontos
Nasdaq: +0,13%, a 11.482 pontos

Acompanhe as altas e baixas da bolsa nos últimos dias:

Data Variação Pontuação Volume Financeiro
01/12/2022 – 1,39% 110.925,60 R$ 31,1 bilhões

DESTAQUES DO IBOVESPA – (pregão à vista)

  • ALTAS IBOVESPA

BBSE3: +2,33%, a R$ 32,05
EMBR3: +2,29%, a R$ 13,86
PRIO3: +1,80%, a R$ 36,70
EGIE3: +1,77%, a R$ 40,21
TAEE11: +1,59%, a R$ 35,15

  • BAIXAS IBOVESPA

MGLU3: –9,09%, a R$ 3,10
BRFS3: –9,02%, a R$ 8,57
ALPA4: –6,99%, a R$ 15,58
MRFG3: –6,97%, a R$ 8,14
AMER3: –6,91%, a R$ 9,83

Confira o ranking completo de todos os papéis negociados na B3.

  • 💥 Confira os destaques corporativos de hoje 💥

    AES Brasil (AESB3)

    A AES Brasil e AES Operações concluíram ontem a aquisição da totalidade das ações representativas do capital social de determinadas holdings e sociedades de propósito específico (SPEs) que compõem os Complexos Eólicos Ventos do Araripe, Caetés e Cassino, pelo valor de R$ 1,855 bilhão. Saiba mais…

    Allpark (ALPK3) 

    A Allpark, controladora da Estapar, conclui a associação de investimentos na Zletric, segundo acordo firmado em 11 de julho. A operação envolveu a Ecovagas, subsidiária da Allpark.

    B3 (B3SA3)

    A B3 excluiu as ações da Positivo da primeira carteira teórica do Índice Bovespa válida para o período entre janeiro e abril de 2023 divulgada hoje. Não houve inclusão de nenhum papel, e com isso, o Ibovespa passa a contar com 91 ações. Saiba mais…

    CBA (CBAV3)

    A CBA concluiu a aquisição de 20% remanescente do capital social da Alux do Brasil Indústria e Comércio. Saiba mais…

    CPFL (CPFE3) 

    A CPFL conseguiu, junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a aprovação para Conversão de Registro formulado pela transmissora, da Categoria “A”, para Categoria “B”.

    Embraer (EMBR3)

    A Embraer esclareceu notícia divulgada na mídia, na qual informa que a empresa “caminha para registrar vendas líquidas de US$ 8 bilhões em 2026”. A CVM pediu, em ofício, explicações por parte da fabricante de jatos.Saiba mais…

    Energisa (ENGI11)

    A Energisa e sua controlada direta Energisa Minas Gerais Distribuidora de Energia (EMG) informou que, na qualidade de controladora direta e incorporada, respectivamente, da Energisa Nova Friburgo Distribuidora de Energia (ENF) que, em assembleias gerais extraordinárias da ENF e EMG realizadas na presente data, foram aprovadas, por unanimidade, a incorporação societária da ENF pela EMG. Saiba mais…

    Iguatemi (IGTI11)

    A Iguatemi comunicou que, foi concluída a aquisição de participação adicional de 36% no Shopping JK Iguatemi, por meio da aquisição, por sua subsidiária Mutuall Soluções Financeiras, de 100% das quotas da Adeoti Empreendimentos Imobiliários. Saiba mais…

    IMC (MEAL3)

    A IMC concluiu a venda da sua subsidiária indireta, a IMC Caribbean Holding Corp. que, por sua vez é a única acionista da International Meal Company Panama, S.A, a qual opera as concessões de alimentos e bebidas localizadas nos Terminais 1 e 2 do Aeroporto Internacional de Tocumen, Cidade do Panamá, República do Panamá à Inflight Holdings Cayman Ltd. Saiba mais…

    IRB (IRBR3)

    O IRB marcou para 22 de dezembro a Assembleia Geral Extraordinária (AGE) que vai avaliar o agrupamento de ações ordinárias na proporção de 30 para 1, sem alteração do capital social. Saiba mais…

    Klabin (KLBN11)

    A Klabin, que já tem projetos relevantes de crescimento em execução no Paraná, São Paulo e Ceará, estuda sua expansão em Santa Catarina, onde já possui operações industriais. Saiba mais…

    Localiza (RENT3) 

    A Localiza obteve, do conselho de administração, a homologação do aumento de capital social da empresa, mediante a emissão de ações ordinárias. Saiba mais…

    Natura & Co. (NTCO3)

    A Natura & Co avalia a viabilidade de venda de participação minoritária na Aesop, sua subsidiária de luxo. Saiba mais…

    Paranapanema (PMAM3)

    A Paranapanema ajuizou, em conjunto com o CDPC – Centro de Distribuição de Produtos de Cobre e Paraibuna Agropecuária, sociedades controladas pela companhia, pedido de recuperação judicial perante a 1ª RAJ da cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, em caráter de urgência, conforme aprovado por seu Conselho de Administração na presente data e encaminhado para referendo em Assembleia Geral Extraordinária de Acionistas. Saiba mais…

    Petrobras (PETR3/PETR4)

    A Petrobras divulgou seu Plano Estratégico para o período 2023-2027, que projeta investimentos de US$ 78 bilhões, alta de 15% em relação ao plano anterior (2022-2026), de US$ 68 bilhões. Saiba mais…

    A Petrobras concluiu a venda da Refinaria de Manaus, a Reman, para o grupo de distribuição de combustível Atem. Saiba mais…

    A Petrobras informou que sua diretoria executiva aprovou o encerramento do processo competitivo para venda da Usina Termelétrica de Canoas (UTE Canoas). Saiba mais…

    A Petrobras foi comunicada pela Fundação Petrobras de Seguridade Social (Petros) que seu Conselho Deliberativo aprovou o Plano de Equacionamento do Déficit (PED) do exercício de 2021 do Plano Petros Repactuados (PPSP-R), em virtude de este plano ter superado o limite legal de tolerância a déficit técnico. Saiba mais…

    A Petrobras concluiu a venda de 5% de sua participação no Contrato de Partilha de Produção do Volume Excedente da Cessão Onerosa, do campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, para a CNOOC Petroleum Brasil. Saiba mais…

    Com os desinvestimentos da Petrobras em ativos maduros, novas operadoras de menor porte deverão investir cerca de US$ 10 bilhões na próxima década, impulsionando a produção desses ativos até 2027 e aumentando as reservas em 980 milhões de barris de óleo equivalente até 2035, apontou um estudo da Wood Mackenzie. Saiba mais…

    A Petrobras anunciou a redução do preço do querosene de aviação (QAV) em cerca de 6%. Em alguns mercados a queda será de 5,8% e para outros, 5,9%. Saiba mais…

    Sabesp (SBSP3)

    O governador eleito de SP, Tarcísio de Freitas, disse hoje que um dos modelos estudados para aumentar a eficiência da Sabesp é replicar o modelo de privatização da Eletrobras, com venda de participação na bolsa. Saiba mais…

    Tupy (TUPY3)

    A Tupy comunicou que, após a verificação das condições precedentes aplicáveis, foi concluída a operação de aquisição de quotas representativas da totalidade do capital social da International Indústria Automotiva da América do Sul (MWM). Saiba mais…

    Usiminas (USIM5)

    A Usiminas aprovou o resgate antecipado e facultativo das debêntures da 7ª emissão, realizado em duas séries, para Oferta Pública com Esforços Restritos de Distribuição. Saiba mais…

    Vibra Energia (VBBR3)

    A Vibra Energia informou que a Fundação Petrobras de Seguridade Social (Petros) aprovou Plano de Equacionamento do Déficit (PED) do exercício de 2021 do Plano Petros Repactuados (PPSP-R). A parcela do déficit de responsabilidade da companhia era de cerca de R$ 224 milhões, ao final de 2021. Saiba mais…

    WEG (WEGE3)

    A WEG firmou acordo para a aquisição da parcela remanescente da MVISIA Desenvolvimentos Inovadores S.A., empresa especializada em soluções de inteligência artificial aplicada a visão computacional para a indústria. Saiba mais…

    (Com informações da CMA, Forbes Money e Momento B3)

Deixe um comentário