ADVFN Logo

Não encontramos resultados para:
Verifique se escreveu corretamente ou tente ampliar sua busca.

Tendências Agora

Rankings

Parece que você não está logado.
Clique no botão abaixo para fazer login e ver seu histórico recente.

Registration Strip Icon for alerts Cadastre-se para alertas em tempo real, use o simulador personalizado e observe os movimentos do mercado.

Ouro recua com avanço do dólar, apesar de impasse sobre teto da dívida nos EUA

LinkedIn

O ouro caiu nesta quarta-feira diante do fortalecimento do dólar no exterior. O mercado operou em compasso de espera pela ata do Fed, divulgada há pouco.

Nem mesmo o novo impasse nas negociações sobre o teto da dívida nos EUA foi suficiente para gerar uma recuperação do metal. Saiba mais…

O ouro (PM:XAUUSD)(CCOM:GOLD) registrou queda de 0,8%, chegando a US$ 1.959,52 por onça. Enquanto isso, o contrato para junho fechou em baixa de 0,50%, a US$ 1.964,60 por onça-troy na Comex.

Nesta quarta, o ouro não conseguiu encontrar suporte no prolongamento do impasse sobre o teto da dívida dos Estados Unidos, que permaneceu sem avanços rumo a um acordo nesta quarta.

O metal precioso sofreu junto aos metais básicos e caiu nesta sessão, ao passo em que as incertezas sobre o teto ampliaram a cautela geral dos mercados e incentivaram alta robusta do dólar. O avanço dos rendimentos dos Treasuries, na etapa final da sessão, também pesou no ouro.

Contudo, a Oanda analisa que o ouro se estabilizou no nível de US$ 1.960, o que deve ser um grande apoio técnico para o metal.

Segundo a consultoria, o ouro poderia solidificar esta posição caso a ata do Fed viesse em tom mais suave ou dados da inflação americana tragam boas notícias. Já o prolongamento das negociações sobre a dívida devem tornar o metal precioso um “porto-seguro” e impulsionar ganhos.

Deixe um comentário

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

Support: (11) 4950 5808 | suporte@advfn.com.br