Importações Brasileiras em Julho de 2015

 

Importação por Categoria de Uso - Valor Total

As importações brasileiras somaram US$ 16,147 bilhões no sétimo mês do ano, alcançando o décimo terceiro maior valor para meses de julho desde o início da série histórica apurada pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Este, porém, também foi o menor valor de bens e serviços  para um mês de julho desde 2009.

Importações brasileiras diminuem 24,76% em Julho de 2015

MERCADO COMPRADOR JULHO 2015 JULHO 2014 VARIAÇÃO
US$ Milhões % US$ Milhões % %
Exportação Total 18.533 100,00 23.024 100,00 -19,51
     Ásia 6.314 34,07 7.855 34,12 -19,62
         China 4.101 22,13 4.134 17,96 -0,80
     América Latina e Caribe 3.683 19,87 4.749 20,63 -22,45
         Mercosul 1.965 10,60 2.437 10,58 -19,37
               Argentina 1.211 6,53 1.240 5,39 -2,34
         Demais América Latina e Caribe 1.718 9,27 2.312 10,04 -25,69
     União Européia 3428 18,50 4363 18,95 -21,44
     Estados Unidos e Porto Rico 2182 11,77 2768 12,02 -21,17
     Oriente Médio 952 5,14 894 3,88 6,56
     África 857 4,62 878 3,81 -2,44
     Europa Oriental 329 1,78 457 1,98 -27,89
     Outros 788 4,25 1060 4,60 -25,66

Na comparação com o sexto mês do ano (US$ 15,101 bilhões), as compras brasileiras oriundas do exterior cresceram 6,93%. Todos os tipos de produtos importados pelo país mensalmente registraram variação negativa. Comparando as compras externas de julho de 2015 com as compras realizadas no mesmo mês do ano anterior (US$ 21.461 bilhões), percebe-se um forte decréscimo de 24,76%. Tal recuo foi puxado, principalmente, pela queda nas compras de óleos brutos de petróleo, que decresceram -71,15% entre os períodos.

CATEGORIA DE USO
JULHO 2015 JUNHO 2015 VARIAÇÃO
US$ Milhões % US$ Milhões % %
Importação Total 16.147 100,00 15.101 100,00 6,93
       Bens de Capital 3.605 22,33 3.075 20,36 17,24
       Bens de Consumo 2.884 17,86 2.751 18,22 4,83
           Não Duráveis 1.473 9,12 1.386 9,18 6,28
           Duráveis 1.411 8,74 1.365 9,04 3,37
               Automóvel 527 3,26 551 3,65 -4,36
       Combustíveis e Lubrificantes 1.791 11,09 2.011 13,32 -10,94
           Petróleo 545 3,38 745 4,93 -26,85
       Matérias-Primas 7.867 48,72 7.264 48,10 8,30

 

Importação por Categoria de Uso - Valor Médio por Dia Útil

Considerando os vinte e três dias úteis do mês, o país importou, em média, US$ 805,8 milhões por dia em julho de 2015. Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, que também teve vinte e três dias úteis, houve retração de importação em todas as categorias de produtos, com grande destaque para a compra de prata em formas brutas, que diminuiu -44,70%.

CATEGORIA DE USO
JULHO 2015 JULHO 2014 VARIAÇÃO
US$ Milhões % US$ Milhões % %
Importação Total 702,0 100,00 933,1 100,00 -24,76
       Bens de Capital 156,7 22,33 175,4 18,80 -10,63
       Bens de Consumo 125,4 17,86 143,6 15,39 -12,66
           Não Duráveis 64,0 9,12 67,4 7,23 -5,03
           Duráveis 61,3 8,74 76,1 8,16 -19,42
               Automóvel 22,9 3,26 29,5 3,16 -22,39
       Combustíveis e Lubrificantes 77,9 11,09 198,9 21,32 -60,85
           Petróleo 23,7 3,38 82,2 8,81 -71,18
       Matérias-Primas 342,0 48,72 415,2 44,49 -17,61

Já na comparação com junho de 2015, Apenas uma das cinco principais categorias registraram aumento na importação diária: Bens de Capital (7,04%). Por sua vez, Combustíveis e Lubrificantes (-18,68%), Matérias-Primas (-1,12%), bens de consumo duráveis (-5,62%) e a de bens de consumo não duráveis (-2,96%) registraram queda na importação diária.

CATEGORIA DE USO JULHO 2015 JUNHO 2015 VARIAÇÃO
US$ Milhões % US$ Milhões % %
Importação Total 702,0 100,00 719,1 100,00 -2,37
       Bens de Capital 156,7 22,33 146,4 20,36 7,04
       Bens de Consumo 125,4 17,86 131,0 18,22 -4,28
           Não Duráveis 64,0 9,12 66,0 9,18 -2,96
           Duráveis 61,3 8,74 65,0 9,04 -5,62
               Automóvel 22,9 3,26 26,2 3,65 -12,67
       Combustíveis e Lubrificantes 77,9 11,09 95,8 13,32 -18,68
           Petróleo 23,7 3,38 35,5 4,93 -33,21
       Matérias-Primas 342,0 48,72 345,9 48,10 -1,12

 

Importação por Mercado Fornecedor - Valor Total

A Ásia manteve-se como o principal fornecedor de produtos para o Brasil. No sétimo mês do ano, 34,03% do valor total das compras brasileiras oriundas do exterior vieram do continente asiático, com grande destaque para a China, que contribuiu com 20,15% deste total.

Balança Comercial: Todas as regiões do país voltaram a comprar menos do exterior em Julho de 2015

MERCADO FORNECEDOR JULHO 2015 JULHO 2014 VARIAÇÃO
US$ Milhões % US$ Milhões % %
Importação Total 16.147 100,00 21.461 100,00 -24,76
       Ásia 5.495 34,03 6.071 28,29 -9,49
           China 3.254 20,15 3.166 14,75 2,78
       América Latina e Caribe 3.485 21,58 4.405 20,53 -20,89
           Mercosul 2.594 16,06 3.601 16,78 -27,96
               Argentina 1145 7,09 1598 7,45 -28,35
           Demais América Latina e Caribe 894 5,54 1.227 5,72 -27,14
       União Européia 1.449 8,97 2.003 9,33 -27,66
       Estados Unidos e Porto Rico 2.216 13,72 3.256 15,17 -31,94
       Oriente Médio 656 4,06 2011 9,37 -67,38
       África 537 3,33 601 2,80 -10,65
       Europa Oriental 291 1,80 471 2,19 -38,22
       Outros 873 5,41 1045 4,87 -16,46

Na comparação com julho de 2014, todos os principais blocos econômicos registraram decréscimo de vendas para o mercado brasileiro. Ásia caiu -9,49%, América Latina e Caribe (-20,89%), Mercosul (-27,96%), União Européia (-27,66%), Estados Unidos e Porto Rico (-31,94%), Oriente Médio (-67,38%), Àfrica (-10,65%), e Europa Oriental (-38,22%).

MERCADO FORNECEDOR JULHO 2015 JUNHO 2015 VARIAÇÃO
US$ Milhões % US$ Milhões % %
Importação Total 16.147 100,00 15.101 100,00 6,93
       Ásia 5.495 34,03 4.175 27,65 31,62
           China 3.254 20,15 2.298 15,22 41,60
       América Latina e Caribe 3.485 21,58 3.358 22,24 3,78
           Mercosul 2.594 16,06 2.526 16,73 2,69
               Argentina 1.145 7,09 1261 8,35 -9,20
           Demais América Latina e Caribe 894 5,54 1.037 6,87 -13,79
       União Européia 1.449 8,97 1.265 8,38 14,55
       Estados Unidos e Porto Rico 2.216 13,72 2.611 17,29 -15,13
       Oriente Médio 656 4,06 893 5,91 -26,54
       África 537 3,33 552 3,66 -2,72
       Europa Oriental 291 1,80 313 2,07 -7,03
       Outros 873 5,41 673 4,46 29,72

 

Importação por Mercado Fornecedor - Valor Médio por Dia Útil

Pela média diária, as importações de julho oriundas da China, maior fornecedora individual de produtos para o Brasil, registraram alta de 2,80% na comparação com o mesmo mês do ano anterior. Já as importações vindas dos Estados Unidos, outro importante parceiro comercial brasileiro, decresceram fortemente -32,18% entre julho de 2015 e julho de 2014.

MERCADO FORNECEDOR JULHO 2015 JULHO 2014 VARIAÇÃO
US$ Milhões % US$ Milhões % %
Importação Total 702,0 100,00 933,1 100,00 -24,76
       Ásia 238,9 34,03 264,0 28,29 -9,49
           China 141,5 20,15 137,7 14,75 2,78
       América Latina e Caribe 151,5 21,58 191,5 20,53 -20,89
           Mercosul 112,8 16,06 156,6 16,78 -27,96
               Argentina 49,8 7,09 69,5 7,45 -28,35
           Demais América Latina e Caribe 38,9 5,54 53,3 5,72 -27,14
       União Européia 63,0 8,97 87,1 9,33 -27,66
       Estados Unidos e Porto Rico 96,3 13,72 141,6 15,17 -31,94
       Oriente Médio 28,5 4,06 87,4 9,37 -67,38
       África 23,3 3,33 26,1 2,80 -10,65
       Europa Oriental 12,7 1,80 20,5 2,19 -38,22
       Outros 38,0 5,41 45,4 4,87 -16,46

Na comparação com o mês anterior, houve grande avanço nas compras externas vindas da Ásia (+20,17%). Ainda pela média diária, as compras de produtos vindos do Oriente Médio diminuíram -32,93% e Estados Unidos e Porto Rico -22,51%.

MERCADO FORNECEDOR JULHO 2015 JUNHO 2015 VARIAÇÃO
US$ Milhões % US$ Milhões % %
Importação Total 702,0 100,00 719,1 100,00 -2,37
       Ásia 238,9 34,03 198,8 27,65 20,17
           China 141,5 20,15 109,4 15,22 29,29
       América Latina e Caribe 151,5 21,58 159,9 22,24 -5,24
           Mercosul 112,8 16,06 120,3 16,73 -6,24
               Argentina 49,8 7,09 60,0 8,35 -17,09
           Demais América Latina e Caribe 38,9 5,54 49,4 6,87 -21,29
       União Européia 63,0 8,97 60,2 8,38 4,58
       Estados Unidos e Porto Rico 96,3 13,72 124,3 17,29 -22,51
       Oriente Médio 28,5 4,06 42,5 5,91 -32,93
       África 23,3 3,33 26,3 3,66 -11,18
       Europa Oriental 12,7 1,80 14,9 2,07 -15,11
       Outros 38,0 5,41 32,0 4,46 18,44

 

Importação por Fator Agregado - Valor Total

A maior parte dos produtos importados pelo Brasil no sétimo mês de 2015 pertencem à categoria Produtos Industrializados Manufaturados (84,67%). Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, a importação desse tipo de produtos retraiu -21,07%.

O segundo tipo de produto mais relevante dentre as importações brasileiras foram os Produtos Básicos, que representaram 11,28% do valor total importado pelo país em julho de 2015. Na comparação com junho de 2014 também houve forte queda de -46,30% nesse tipo de importação.

A importação de Produtos Industrializados Semimanufaturados também apresentou queda, de 12,51%, entre julho de 2014 e julho de 2015. Contudo, o valor dispendido com a importação de semimanufaturas contribuiu apenas com apenas 4,05% do valor total de produtos importados pelo Brasil no sétimo mês do ano.

Importação: medicamentos humanos e veterinários foram os itens que mais pesaram sobre a forte queda das compras brasileiras no exterior em Julho de 2015

FATOR AGREGADO JULHO 2015 JULHO 2014 VARIAÇÃO
US$ Milhões % US$ Milhões % %
Importação Total 16.147 100,00 21.461 100,00 -24,76
     Produtos Básicos 1.822 11,28 3.392 15,81 -46,30
     Produtos Industrializados 14.325 88,72 18.068 84,19 -20,72
         Produtos Semimanufaturados 654 4,05 748 3,49 -12,51
         Produtos Manufaturados 13.671 84,67 17.320 80,71 -21,07
     Outros 0 0,00 0 0,00 0,00

 

Importação por Estado - Valor Total

Todas as regiões brasileiras apresentaram queda nas importações em julho de 2015, na comparação com julho de 2014. As importações da Região Norte retrocederam 34,45%, passando de US$ 1.346 bilhão para US$ 882 milhões. Representando 55,34% do total importado pelo país no sétimo mês do ano, a região Sudeste apresentou uma considerável queda na importação de 18,66% comparando à julho de 2014. Este resultado para a região sudeste foi puxado pelos estados de São Paulo, Minas Gerais, e Espírito Santo, com a única exceção o Rio de Janeiro (19,30%), que elevou as importações de US$ 1.682 bilhão para US$ 2.007 bilhões de um ano para o outro.

Produtos manufaturados responderam por 84,67% das importações brasileiras em Julho de 2015

ESTADO IMPORTADOR JULHO 2015 JULHO 2014 VARIAÇÃO
US$ Milhões % US$ Milhões % %
Importação Total 16.147 100,00 21.461 100,00 -24,76
     Região Sudeste 8.936 55,34 10.986 51,19 -18,66
         São Paulo 5.600 34,68 7.623 35,52 -26,54
         Rio de Janeiro 2.007 12,43 1.682 7,84 19,30
         Minas Gerais 816 5,06 1.022 4,76 -20,17
         Espirito Santo 513 3,18 659 3,07 -22,03
     Região Sul 3.419 21,18 4.788 22,31 -28,58
         Paraná 1.173 7,26 1.914 8,92 -38,73
         Santa Catarina 1.130 7,00 1.471 6,85 -23,19
         Rio Grande do Sul 1.116 6,91 1.403 6,54 -20,40
     Região Nordeste 2.041 12,64 3.255 15,17 -37,30
         Bahia 814 5,04 1.021 4,76 -20,28
         Pernambuco 583 3,61 895 4,17 -34,82
         Ceará 224 1,39 535 2,49 -58,12
         Maranhão 193 1,20 570 2,66 -66,12
         Rio Grande do Norte 85 0,53 67 0,31 25,97
         Paraíba 67 0,41 64 0,30 4,41
         Alagoas 39 0,24 41 0,19 -5,36
         Sergipe 25 0,15 39 0,18 -37,20
         Piauí 11 0,07 22 0,10 -50,32
     Região Norte 882 5,46 1.346 6,27 -34,45
         Amazonas 720 4,46 1.202 5,60 -40,07
         Pará 72 0,44 77 0,36 -6,51
         Rondônia 70 0,44 47 0,22 49,40
         Tocantins 14 0,08 14 0,06 -1,60
         Amapá 5 0,03 4 0,02 17,10
         Roraima 1 0,01 1 0,00 55,84
         Acre 0 0,00 1 0,01 -91,39
     Região Centro-Oeste 850 5,27 1.061 4,94 -19,85
         Goiás 313 1,94 396 1,84 -20,94
         Mato Grosso do Sul 306 1,89 434 2,02 -29,67
         Mato Grosso 124 0,77 159 0,74 -21,61
         Distrito Federal 107 0,66 72 0,33 49,56
     Não Declarados 19 0,12 26 0,12 -26,58

 

Últimas Notícias sobre as Importações Brasileiras

No Articles Found

Principais Produtos Importados pelo Brasil em Julho de 2015

Os Medicamentos humanos e veterinários foram um dos principais produtos importados pelo Brasil em julho de 2015, respondendo por 3,46% do valor total de importações do país. Na comparação com julho de 2014, houve aumento de 5,01% na compra deste produto pelo Brasil.

Importações oriundas da China aumentaram 2,80% em Julho de 2015

PRINCIPAIS PRODUTOS JULHO 2015 JULHO 2014 VARIAÇÃO
US$ Milhões % US$ Milhões % %
importação Total 16.147 100,00 21.461 100,00 -24,76
     Medicamentos humanos e veterinários 559 3,46 532 2,48 5,01
     Óleos brutos de petróleo 545 3,38 1.891 8,81 -71,15
     Automóveis de passageiro 527 3,26 679 3,16 -22,41
     Partes e peças para veículos 501 3,10 625 2,91 -19,73
     Inseticidas, formicidas e herbicidas 476 2,95 423 1,97 12,71
     Óleos combustíveis 440 2,73 828 3,86 -46,80
     Compostos heterocíclicos, seus sais e sulfonamidas 322 2,00 314 1,46 2,63
     Cloreto de potássio 293 1,81 292 1,36 0,30
     Adubos ou fertilizantes 257 1,59 279 1,30 -7,73
     Motores, geradores e transformadores eletrônicos e suas partes 248 1,54 266 1,24 -6,52
     Circuitos integrados e microconjuntos eletrônicos 238 1,48 399 1,86 -40,24
     Instrumentos e aparelhos de medida e verificação 221 1,37 268 1,25 -17,50
     Partes de motores e turbinas para aviação 207 1,28 188 0,88 10,00
     Partes de aparelhos transmissores ou receptores 201 1,25 248 1,15 -18,80
     Gás natural 200 1,24 319 1,49 -37,41
     Gás natural liquefeito 195 1,21 612 2,85 -68,20
     Hulhas não aglomeradas 186 1,15 193 0,90 -3,82
     Rolamentos e engrenagens 181 1,12 214 1,00 -15,48
     Veículos de carga 180 1,11 278 1,30 -35,34
     Circuitos impressos para telefonias 171 1,06 281 1,31 -38,95
     Parte e acessórios de máquinas para processamento de dados 161 1,00 187 0,87 -13,97
     Nafta 158 0,98 255 1,19 -37,94
     Bombas, compressores, ventiladores e suas partes 149 0,92 199 0,93 -25,18
     Produtos laminados planos de ferro ou aço 141 0,87 200 0,93 -29,56
     Polímeros de etileno, propileno e estireno 138 0,85 221 1,03 -37,69
     Outros 9.251 57,29 11.272 52,52 -17,93

 

Principais Países Fornecedores das Importações Brasileiras em Julho de 2015

A China foi o principal fornecedor de produtos para o Brasil no mês, respondendo por 20,15% do valor total importado pelo país em julho. Foram US$ 3.254 bilhões em valores absolutos. Na comparação com julho de 2014, houve um aumento de 2,80% frente ao valor total vendido pela China no mesmo mês do ano passado.

Compras da Petrobras no exterior caíram 64,28% em Julho de 2015, mas empresa ainda é a maior importadora de produtos do Brasil

PAÍSES VENDEDORES JULHO 2015 JULHO 2014 VARIAÇÃO
US$ Milhões % US$ Milhões % %
importação Total 16.147 100,00 21.461 100,00 -24,76
     China 3.254 20,15 3.166 14,75 2,80
     Estados Unidos 2.182 13,51 3.217 14,99 -32,18
     Argentina 894 5,53 1.227 5,72 -27,20
     Alemanha 893 5,53 1.304 6,07 -31,51
     França 486 3,01 541 2,52 -10,16
     México 467 2,89 502 2,34 -6,94
     Japão 452 2,80 544 2,54 -16,91
     Chile 447 2,77 429 2,00 4,25
     Coreia do Sul 438 2,72 758 3,53 -42,14
     Itália 421 2,61 566 2,64 -25,61
     Índia 396 2,45 577 2,69 -31,41
     Espanha 341 2,11 403 1,88 -15,50
     Reino Unido 331 2,05 295 1,38 12,10
     Suíça 286 1,77 247 1,15 15,58
     Nigéria 283 1,75 929 4,33 -69,52
     Canadá 251 1,55 239 1,11 5,13
     Países Baixos 216 1,34 358 1,67 -39,74
     Rússia 213 1,32 340 1,59 -37,24
     Bolívia 203 1,26 325 1,51 -37,48
     Taiwan (Formosa) 196 1,21 255 1,19 -23,36
     Arábia Saudita 159 0,98 62 0,29 154,75
     Malásia 156 0,97 152 0,71 2,57
     Tailândia 156 0,97 174 0,81 -10,29
     Bélgica 141 0,87 183 0,85 -23,10
     Peru 136 0,84 148 0,69 -8,31
     Vietnã 135 0,84 119 0,55 13,70
     Indonésia 132 0,82 130 0,61 1,38
     Colômbia 95 0,59 260 1,21 -63,33
     Argélia 84 0,52 189 0,88 -55,74
     Trinidad e Tobago 50 0,31 111 0,52 -55,16
     Outros 2.253 13,95 3.709 17,28 -39,25

 

Principais Empresas Importadoras em Julho de 2015

A Petrobras foi novamente a empresa brasileira que mais importou bens e serviços de outros países em julho de 2015, respondendo por 9,62% do valor importado pelo país no período. No entanto, comparando as importações feitas pela empresa em julho de 2014, houve uma queda de 64,28%.

Importação: China voltou a ser o principal parceiro comercial do Brasil em Julho de 2015

EMPRESAS IMPORTADORAS JULHO 2015 JULHO 2014 VARIAÇÃO
US$ Milhões % US$ Milhões % %
Importação Total 16.147 100,00 21.461 100,00 -24,76
     Petrobras 1.553 9,62 4.348 20,26 -64,28
     Estaleiro Brasfels 529 3,28 16 0,08 3154,87
     Syngenta Proteção de Cultivos 313 1,94 203 0,94 54,54
     Paranapanema 286 1,77 1.739 8,10 -83,53
     Yara Brasil Fertilizantes 263 1,63 1.985 9,25 -86,73
     Embraer 192 1,19 2.071 9,65 -90,72
     Bayer 187 1,16 1.706 7,95 -89,03
     Cisa Trading 178 1,10 1.493 6,96 -88,09
     Toyota do Brasil 173 1,07 1.844 8,59 -90,60
     Volkswagen do Brasil 166 1,03 2.389 11,13 -93,04
     Braskem 164 1,01 2.289 10,67 -92,85
     GE Celma 163 1,01 1.646 7,67 -90,10
     Ford Motor Company Brasil 153 0,95 2.220 10,34 -93,11
     Basf 145 0,90 1.643 7,66 -91,17
     Samsung Eletrônica da Amazônia 138 0,85 2.921 13,61 -95,29
     FCA Fiat Chrysler Automóveis 136 0,84 1.086 5,06 -87,51
     Flextronics Tecnologia 131 0,81 1.840 8,57 -92,86
     Mosaic Fertilizantes do Brasil 104 0,64 1.186 5,52 -91,26
     General Motors do Brasil 101 0,62 94 0,44 6,83
     Arcelormittal Brasil 98 0,61 76 0,35 29,64
     Fertilizantes Heringer 87 0,54 175 0,81 -50,24
     Honda Automóveis do Brasil 83 0,52 66 0,31 27,08
     Mercedez-Benz do Brasil 82 0,51 109 0,51 -24,51
     LG Electronics do Brasil 82 0,51 204 0,95 -59,63
     Ministério da Saúde 81 0,50 23 0,11 254,83
     Companhia Siderúrgica Nacional 81 0,50 28 0,13 184,00
     Du Pont do Brasil 80 0,50 97 0,45 -17,56
     Foxconn Brasil 75 0,46 94 0,44 -20,84
     Renault do Brasil 68 0,42 131 0,61 -48,08
     Caoa Montadora de Veículos 60 0,37 83 0,39 -27,73
     Moto Honda da Amazônia 51 0,32 53 0,25 -2,18
     John Deere Brasil 49 0,30 93 0,44 -47,64
     Trop Comércio Exterior 44 0,27 74 0,35 -41,24
     Produtos Roche 43 0,27 73 0,34 -41,66
     Sertrading Brasil 41 0,25 67 0,31 -39,35
     Peugeot Citroen do Brasil 39 0,24 41 0,19 -4,75
     Dow Brasil 31 0,19 44 0,20 -29,05
     Caterpillar Brasil 30 0,19 72 0,34 -58,19
     Vale 22 0,14 63 0,29 -65,38
     Estaleiro Brasfels 22 0,14 0 0,00 50986,46
     Outros 9.841 60,95 12.327 57,44 -20,16
Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

P: V:br D:20210422 17:34:49