Evolução do IPA em Janeiro de 2015

IPA-M

Índice de Preços ao Produtor Amplo - Mercado (IPA-M), que mede a inflação no setor atacadista, subiu 0,56% em janeiro, depois de avançar 0,63% no mês anterior. Nos últimos doze meses, o indicador acumula alta de 2,38%. Os preços foram apurados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) entre os dias 21 de Dezembro de 2014 e 20 de Janeiro de 2015 nos quinze principais estados do país.

Inflação no atacado desacelera no primeiro mês do ano

Índice Mês Valor 12 Meses
IPA – M  0,56%  611,074  2,38%
       Produtos Agropecuários  1,35%  880,462  5,90%
       Produtos Industriais  0,26%  519,591  1,09%

O índice que afere os preços no atacado relativos a bens finais acelerou de 1,05% (dezembro de 2014) para 1,57% (janeiro de 2015). Excluindo os itens alimentos in natura e combustíveis para consumo, o índice bens finais (ex) passa a apresentar valorização de 0,59% em janeiro e 0,73% em dezembro, configurando desaceleração considerável dos preços. 

O índice que apura os preços no atacado relativos a bens intermediários reduziu o ritmo de valorização de 0,69% dezembro de 2014 para 0,51% em janeiro de 2015. Excluindo o item combustíveis e lubrificantes para produção, o índice bens intermediários (ex) manteve a desvalorização entre os dois meses, recuando de 0,52% em dezembro para 0,48% em dezembro.

Já o índice que mede a evolução dos preços no atacado das matérias-primas brutas destoou dos demais e registrou forte desvalorização em janeiro, recuando -0,60%. No mês anterior, os preços no atacado das matérias-primas registraram leve alta de 0,05%.

Atacado: inflação medida pelo IPA-M acumula alta de 2,38% nos últimos 12 meses

Índice Mês Ano 12 Meses
IPA – M  0,56%  0,56%  2,38%
         Bens Finais  1,57%  1,57%  5,89%
         Bens Finais (Ex)  0,59%  0,59%  5,95%
         Bens Intermediários  0,51%  0,51%  4,23%
         Bens Intermediários (Ex)  0,48%  0,48%  4,01%
         Matérias-Primas Brutas  0,60%  0,60%  -3,73%

Preços de batata-inglesa e feijão pressionam inflação no atacado em Janeiro de 2015

MAIORES INFLUÊNCIAS POSITIVAS Mês Mês Anterior
       Batata-inglesa  60,43%  41,43%
       Feijão em grão  23,55%  11,99%
       Mandioca  12,67% 0,45%
       Bovinos  1,00%  3,59%
       Óleo combustível  4,70%  1,08%
MAIORES INFLUÊNCIAS NEGATIVAS Mês Mês Anterior
       Minério de Ferro -5,62% -5,76%
       Laranja -7,46%  0,65%
       Leite in natura -2,52% -5,10%
       Farelo de soja -2,96%  2,38%
       Soja em grão -0,74%  1,69%

 

IPA-10

O Índice de Preços ao Produtor Amplo - 10 Mercado (IPA-10), que afere a evolução dos preços de produtos agrícolas e industriais no mercado atacadista brasileiro, fechou o primeiro mês do ano com 625,487 pontos, consolidando uma leve valorização mensal de 0,21% na comparação com dezembro de 2014, quando fechou o período de coleta de preços em 624,176 pontos. Já na comparação com janeiro de 2014, o índice acumula uma valorização anual de 2,17%. O IPA-10 é calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e os preços são coletados entre os dias 11 do mês anterior e 10 do mês de referência.

Leia também: IPA-10 inicia 2015 com forte desaceleração e acumula alta de 2,17% nos últimos 12 meses e IPA-10 desacelera forte e fecha o primeiro mês do ano com leve alta de 0,21%

 

IPA-DI

Índice de Preços ao Produtor Amplo - Disponibilidade Interna (IPA-DI), que mede a inflação no setor atacadista, subiu 0,23% em janeiro, depois de avançar 0,30% no mês anterior. Nos últimos doze meses, o indicador acumula alta de 2,27%. Os preços foram apurados pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) entre os dias 01 de 31 de Janeiro de 2015 nos quinze principais estados do país.

IPA-DI: inflação no atacado fecha Janeiro com leve desaceleração 

Índice Mês Valor 12 Meses
IPA – DI  0,23%  594,744  2,27%
       Produtos Agropecuários  0,70%  799,572  6,80%
       Produtos Industriais  0,04%  509,248  0,61%

O índice que afere os preços no atacado relativos a bens finais acelerou de 1,24% (dezembro de 2014) para 1,55% (janeiro de 2015). Excluindo os itens alimentos in natura e combustíveis para consumo, o índice bens finais (ex) passa a apresentar valorização de 0,75% em janeiro e 0,53% em dezembro, também configurando aceleração considerável dos preços. 

O índice que apura os preços no atacado relativos a bens intermediários passou a apresentar desvalorização de -0,15% em janeiro de 2015, ante uma valorização de 0,32% registrada em dezembro de 2014. Excluindo o item combustíveis e lubrificantes para produção, o índice bens intermediários (ex) passou a apresentar de 0,01% em janeiro, também inferior à oscilação de 0,15% registrada em dezembro.

Já o índice que mede a evolução dos preços no atacado das matérias-primas brutas registrou, pelo segundo mês consecutivo, forte desvalorização em janeiro, recuando -0,93%. No mês anterior, os preços no atacado das matérias-primas registraram perda de -0,87%.

Inflação no atacado medida pelo IPA-DI acumula 2,27% nos últimos 12 meses 

Índice Mês Ano 12 Meses
IPA – DI   0,23%   0,23%   2,27%
         Bens Finais   1,55%   1,55%   6,58%
         Bens Finais (Ex)   0,75%   0,75%   6,07%
         Bens Intermediários  -0,15%  -0,15%   3,21%
         Bens Intermediários (Ex)   0,01%   0,01%   3,03%
         Matérias-Primas Brutas  -0,93%  -0,93%  -3,77%

IPA-DI: inflação no atacado fecha Janeiro de 2015 pressionada por forte alta nos preços dos legumes

MAIORES INFLUÊNCIAS POSITIVAS Mês Mês Anterior
       Mandioca  21,54%  1,19%
       Batata-inglesa  34,40%  54,14%
       Feijão em grão  15,33%  20,19%
       Bovinos  1,40%   1,82%
       Óleo combustível  5,67%  -0,49%
MAIORES INFLUÊNCIAS NEGATIVAS Mês Mês Anterior
       Soja em grão -4,99%  0,91%
       Minério de Ferro -5,33% -5,82%
       Laranja -9,71% -6,44%
       Farelo de soja -3,32% -3,89%
       Querosene de aviação -12,61% -1,86%

 

 

 

Páginas Relacionadas

$
Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

P: V:br D:20200331 17:51:43