Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) em Dezembro de 2017

De acordo com a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) realizada em Dezembro de 2017 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o volume de serviços no Brasil registrou crescimento de 1,3% no volume de serviços prestados, em relação a novembro, na série livre de influências sazonais, seguindo-se ao crescimento de 1,0% em novembro e recuo de 0,5% em outubro. Na série sem ajuste sazonal, comparando-se com dezembro de 2016, o volume de serviços prestados teve crescimento de 0,5%, interrompendo uma série de 32 resultados negativos nessa base de comparação, contra recuos de 0,7% em novembro e de 0,4% em outubro. Com esses resultados, a taxa acumulada no ano e em 12 meses, ficou em -2,8%.

PMS Variação Mensal Variação Anual Acumulado Ano Acumulado 12 Meses
Volume do Setor de Serviços 1.3% 0.5% -2.8% -2.8%
Receita Nominal do Setor de Serviços 0.9% 5.0% 2.5% 2.5%

A variação da receita nominal em dezembro ficou em 0,9% em relação a novembro, na série livre de influências sazonais e, em comparação com dezembro de 2016, a variação sem ajuste sazonal ficou em 5,0%. A taxa acumulada no ano e em 12 meses ficou em 2,5%.

 

Volume de Serviços no Brasil por Grupos de Atividades

Confira abaixo como foi a evolução do volume de negócios registrado no setor de serviços brasileiro em Dezembro de 2017 em cada um dos principais grupos de atividades. A variação mensal refere-se ao percentual de crescimento do mês atual em relação ao mês imediatamente anterior. A variação anual refere-se ao percentual de crescimento do mês atual em relação ao mesmo mês no ano anterior. O acumulado no ano refere-se ao percentual de crescimento do mês atual em comparação com o último dia do ano anterior. O acumulado doze meses refere-se ao percentual de crescimento nos últimos 12 meses.

Volume de Serviços Variação Mensal (%) Variação Anual (%) Acumulado Ano (%) Acumulado 12 Meses (%)
Brasil 1.3 0.5 -2.8 -2.8
1 - Serviços prestados às famílias -0.9 -3.7 -1.1 -1.1
   1.1 - Serviços de alojamento e alimentação -0.9 -2.6 -0.3 -0.3
   1.2 - Outros serviços prestados às famílias -3.8 -9.4 -5.5 -5.5
2 - Serviços de informação e comunicação -0.3 2.3 -2.0 -2.0
   2.1 - Serviços TIC -0.5 2.6 -0.8 -0.8
      2.11 - Telecomunicações 0.8 0.5 -2.8 -2.8
      2.12 - Serviços de tecnologia da informação -2.9 0.5 2.0 2.0
   2.2- Serviços audiovisuais, de edição e agências de notícias 2.0 1.8 -7.5 -7.5
3 - Serviços profissionais, administrativos e complementares 0.6 -3.9 -7.3 -7.3
   3.1 - Serviços técnico-profissionais 3.4 -6.4 -12.4 -12.4
   3.2 - Serviços administrativos e complementares -0.8 -2.7 -4.5 -4.5
4 - Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio 2.3 4.8 2.3 2.3
   4.1 - Transporte terrestre 0.2 2.8 0.9 0.9
   4.2 - Transporte aquaviário -3.0 22.6 17.5 17.5
   4.3 - Transporte aéreo 8.0 -17.5 -19.4 -19.4
   4.4 - Armazenagem, serviços auxiliares dos transportes e correio 1.2 11.4 8.1 8.1
5 - Outros serviços 0.7 -5.6 -8.9 -8.9

O segmento de Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, com maior contribuição para a taxa global, avançou 4,8% frente a dezembro de 2016, configurando-se como a oitava taxa positiva consecutiva em 2017, nessa base de comparação, sendo a maior (8,6%), registrada no mês de outubro. Com isso, a taxa acumulada no ano ficou em 2,3%. O desempenho desse segmento resulta do crescimento do setor industrial, decorrente da maior demanda de serviços, tanto para o transporte de matérias-primas como para a distribuição da produção, bem como do aumento das exportações. Esse crescimento beneficiou as atividades de Transporte terrestre, Transporte aquaviário, e Armazenagem, serviços auxiliares dos transportes e correio.

O segmento de Serviços de informação e comunicação, representando a segunda maior contribuição para a taxa global de serviços, registrou crescimento de 2,3% em relação a dezembro de 2016, fechando, porém, o ano com uma variação acumulada de -2,0%. Nesse segmento, a atividade de Serviços de tecnologia da informação, com crescimento de 0,5% se destaca com nove variações positivas ao longo de 2017, atingindo 7,9% nos meses de fevereiro, junho e agosto e foi a única a apresentar variação acumulada positiva (2,0%). Outras atividades que também se destacaram no mês de dezembro de 2017 foram Telecomunicações, com crescimento de 2,8% frente a dezembro de 2016 e Serviços audiovisuais, de edição e agências de notícias, com avanço de 1,8%, esta última como resultado da maior demanda de livros escolares e didáticos por parte de governos estaduais e municipais, para o ano letivo de 2018. 

Os Serviços profissionais, administrativos e complementares, com recuo de 3,9%, significaram a maior contribuição negativa para o resultado final do setor de serviços, fechando o ano com variação acumulada de -7,3%. Esse segmento, em especial a atividade de Serviços técnico-profissionais, que abrange os serviços qualificados e intensivos em conhecimento, ressentiu-se da falta de projetos de investimentos, principalmente por parte das empresas industriais e por isso, apresentou as maiores quedas em 2017. Essa atividade recuou 6,4% em dezembro e teve variação acumulada de -12,4%. Os Serviços administrativos e complementares, que abrangem os serviços menos qualificados e intensivos em mão-de-obra, também registraram uma sequencia de taxas negativas em 2017, recuando 2,7% em dezembro e com variação acumulada de -4,5% no ano. Esse segmento também depende de um maior nível de contratação por parte das empresas e dos governos federal, estaduais e municipais, que terceirizam serviços como Limpeza em prédios e domicílios, Segurança e vigilância, Serviços de portaria, escritórios e de recepcionistas, etc.

Os Serviços prestados às famílias mostraram-se bastante oscilantes em 2017, recuaram 3,7% em dezembro e fecharam o ano com variação acumulada de -1,1%, uma retração, porém, bem menos intensa em relação a 2015 e 2016, com -5,3% e -4,4%, respectivamente. A melhora na massa de rendimento real habitualmente recebida, que cresceu 3,6% no trimestre móvel outubro-dezembro de 2017, e a estabilidade nos preços, não resultou ainda em maior demanda desses serviços, evidenciando a prioridade do consumidor para o consumo de bens mais essenciais.

Os Outros serviços recuaram 5,6% em dezembro e ficaram com uma variação acumulada de -8,9%.

 

Volume de Serviços no Brasil por Região

No que concerne aos resultados regionais do setor de serviços em dezembro, com ajuste sazonal, as maiores variações positivas de volume, em relação a novembro, foram registradas em Roraima (15,1%), Maranhão (5,4%) e Espírito Santo (4,6%). As maiores variações negativas foram observadas no Tocantins (-12,7%), Ceará (-3,4%) e Mato Grosso (-2,6%).

Quanto aos resultados sem ajuste sazonal, na comparação com igual mês do ano anterior, Mato Grosso (48,8%), Roraima (10,1%) e Amazonas (8,0%) foram as maiores variações positivas. As maiores variações negativas foram registradas no Tocantins (-18,4%), Ceará (-16,6%) e Amapá (-11,0%)

 

Atividades Turísticas

Em termos regionais, analisando-se os resultados de volume, na série livre de influências sazonais das Atividades turísticas, segundo as Unidades da Federação selecionadas, as variações positivas foram observadas em Santa Catarina (10,2%), Rio Grande do Sul (6,2%), Bahia (5,8%), Minas Gerais (5,7%), Espírito Santo (5,4%), Pernambuco (3,0%), Goiás (1,6%) e Paraná, Rio de Janeiro e Ceará (todas com 1,4%). As variações negativas foram registradas no Distrito Federal (-1,0%) e em São Paulo (-3,8%).

Atividades Turísticas Variação Mensal Variação Anual Acumulado Ano Acumulado 12 Meses
Volume de Serviços 2.8% -6.3% -6.5% -6.5%
Receita Nominal 0.2% 3.8% 4.0% 4.0%

Na comparação com o mesmo mês do ano anterior sem ajuste sazonal, as variações positivas foram as seguintes: Santa Catarina (19,0%), Pernambuco (16,5%), Ceará (12,0%), Espírito Santo (11,2%), Goiás (10,6%), Minas Gerais (10,2%), Bahia (7,4%) e Paraná (6,8%). As variações negativas foram as seguintes: Rio Grande do Sul (-2,9%), São Paulo (-15,4%), Rio de Janeiro (-15,5%) e Distrito Federal (16,2%).

 

Últimas Notícias sobre o Setor de Serviços

No Articles Found

Páginas Relacionadas

Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

P: V:br D:20200227 03:07:23