Mercado Bovespa em 25 de Março de 2014

O principal índice de ações da bolsa de valores brasileira fechou em alta pelo sétimo pregão consecutivo nesta terça-feira, com valorização de 0,39%, cotado a 48.180,14 pontos. É o maior nível de fechamento desde 14 de fevereiro, quando o índice encerrou cotado em 48.201,11 pontos.

A alta do Ibovespa nesta terça-feira foi puxada, principalmente, pelo bom desempenho das ações da Vale e da Petrobras. 

Ibovespa (IBOV) FEC ABE VAR MAX MIN
25/03/14 48.180,14
47.993,42
+0,39%
48.440,70
47.949,92

Ao longo do dia, investidores analisaram o rebaixamento da nota de crédito soberano do Brasil fpromovido pela agência de avaliação de risco Standard & Poor's (S&P). O corte sinaliza menos confiança para os investidores aplicarem seu dinheiro no país.

A atitude da Standard & Poor's não reflete necessariamente uma mudança significativa nos preços das ações, mas pode gerar um maior impacto nos custos de financiamento externo de várias companhias brasileiras, principalmente aquelas controladas pelo governo.

Publicidade

Abertura do Mercado Bovespa

Mesmo com o rebaixamento da nota de crédito soberano brasileira divulgado pela Standard & Poor's na noite passada, o principal índice de ações da Bolsa de Valores de São Paulo abriu estável nesta terça-feira (47.993,42), tentando emplacar o sétimo pregão consecutivo de alta.

Logo após a abertura, porém, o Ibovespa passou a subir, dando a impressão que o downgrade imposto pela agência da risco já estava precificado nos preços das principais ações de empresas negociadas no Mercado Bovespa.

Standard & Poor's

A agência de risco Standard & Poor's divulgou na noite desta segunda-feira que a nota de crédito soberano do Brasil foi rebaixada de BBB para BBB-, deixando o país no último degrau das nações com grau de investimento.

O rebaixamento reflete a combinação de deterioração fiscal, a possibilidade que a política fiscal se mantenha débil em meio ao crescimento moderado nos próximos anos, uma capacidade limitada para ajustar essa política antes das eleições presidenciais de outubro e o enfraquecimento das contas externas do Brasil.

Além de reduzir a nota de crédito para a dívida externa do Brasil de longo prazo, a agência também rebaixou a qualificação da dívida brasileira de longo prazo em moeda local de A- para BBB+.

Participantes do mercado afirmaram que o rebaixamento do rating soberano do Brasil para BBB-, ante BBB, era esperado. Além disso, a mudança da perspectiva da nota brasileira para estável, ante negativa, trouxe certo alívio, pois indica que a S&P não deve fazer novo rebaixamento no curto prazo, garantindo ao país grau de investimento.

Maiores Altas do Ibovespa

Nesta sessão, os papéis preferenciais da mineradora Vale subiram 1,66% e deram a maior contribuição positiva ao Ibovespa, ainda repercutindo expectativas de que o governo chinês possa lançar medidas de estímulo à economia, e também em movimento de recuperação.

As preferenciais da Petrobras avançaram, mesmo após a empresa ter seu rating rebaixado para BBB-pela S&P na esteira do corte da nota da dívida soberana.

Ranking Nome Código Variação (%)  Último (R$) 
1 Anhanguera AEDU3 3,99% 12,78
2 Copel CPLE6 3,97% 28,52
3 CPFL CPFE3 2,88% 17,85
4 Cemig CMIG4 2,87% 14,33
5 Usiminas USIM5 2,58% 9,95
6 Natura NATU3 2,55% 37,04
7 Hypermarcas HYPE3 2,55% 16,50
8 Gafisa GFSA3 2,54% 3,23
9 Tractebel TBLE3 2,19% 34,04
10 Embraer EMBR3 2,03% 20,08

Maiores Baixas do Ibovespa

A ação da produtora de carnes JBS recuou quase 5%, a baixa mais expressiva do Ibovespa. Na noite de segunda-feira, a companhia divulgou que seu lucro mais que dobrou no quarto trimestre, mas ficou aquém da expectativa média do mercado.

Ranking Nome Código Variação (%)  Último (R$) 
1 JBS JBSS3 -4,96% 7,48
2 Suzano Papel SUZB5 -3,39% 8,56
3 Eletrobras ELET6 -2,88% 10,12
4 Fibria  FIBR3 -2,34% 25,05
5 Eletrobras ELET3 -2,03% 5,80
6 Cosan CSAN3 -2,01% 33,64
7 Rossi RSID3 -1,83% 1,61
8 Souza Cruz CRUZ3 -1,48% 20,70
9 Marfrig MRFG3 -1,44% 4,12
10 Even  EVEN3 -1,41% 7,00

Fechamento do Mercado Bovespa

A Bovespa firmou sua sétima alta seguida nesta terça-feira, na mais longa sequência de ganhos em sete meses, mesmo após a Standard & Poor's cortar a nota de crédito do Brasil, com agentes financeiros afirmando que o risco de um rebaixamento já estava precificado e que a perspectiva estável da nota trouxe alívio aos operadores.

O Ibovespa teve variação positiva de 0,39%, a 48.180 pontos. A bolsa de valores brasileira não emendava sete altas seguidas desde agosto do ano passado, quando teve uma sequência de nove dias no positivo.

O giro financeiro do pregão foi de R$ 5,7 bilhões de reais. No mês, a bolsa já registra ganho de 2,3%. No ano, entretanto, o índice ainda tem perda de 6,46%.

Ibovespa x Dow Jones

Ações Componentes do Ibovespa

Nome Código Variação (%)  Último   Compra   Venda  Variação 
ALL ALLL3 -0,70% 7,12 7,11 7,12 -0,05
Ambev ABEV3 -0,06% 16,75 16,74 16,75 -0,01
Anhanguera AEDU3 3,99% 12,78 12,73 12,78 0,49
BM&FBovespa BVMF3 0,19% 10,43 10,43 10,44 0,02
Banco do Brasil BBAS3 0,53% 20,90 20,86 20,90 0,11
BB Seguridade BBSE3 1,70% 23,99 23,94 23,99 0,40
BR Malls BRML3 1,33% 18,23 18,23 18,26 0,24
BR Properties BRPR3 1,04% 17,56 17,41 17,56 0,18
Bradesco BBDC4 -0,38% 28,93 28,93 28,98 -0,11
Bradesco BBDC3 1,15% 30,85 30,74 31,00 0,35
Bradespar BRAP4 0,16% 19,29 19,31 19,32 0,03
Brasil Foods BRFS3 0,98% 44,40 44,27 44,49 0,43
Braskem BRKM5 -0,17% 17,20 17,17 17,20 -0,03
Brookfield BISA3 0,00% 1,45 1,44 1,45 0,00
CCR CCRO3 -0,30% 16,80 16,81 16,90 -0,05
CESP CESP6 0,46% 26,00 25,99 26,00 0,12
CPFL CPFE3 2,88% 17,85 17,62 17,99 0,50
CSN CSNA3 1,43% 9,93 9,93 9,97 0,14
Cemig CMIG4 2,87% 14,33 14,28 14,34 0,40
Cetip CTIP3 1,10% 26,67 26,59 26,67 0,29
Cielo CIEL3 1,46% 71,50 71,36 71,58 1,03
Copel CPLE6 3,97% 28,52 28,40 28,52 1,09
Cosan CSAN3 -2,01% 33,64 33,60 33,65 -0,69
Cyrela CYRE3 0,79% 12,79 12,78 12,79 0,10
Dasa DASA3 1,97% 14,99 14,99 15,57 0,29
Duratex DTEX3 0,18% 11,36 11,23 11,36 0,02
Eletrobras ELET3 -2,03% 5,80 5,79 5,80 -0,12
Eletrobras ELET6 -2,88% 10,12 10,10 10,14 -0,30
Eletropaulo ELPL4 -1,38% 7,84 7,82 7,85 -0,11
Embraer EMBR3 2,03% 20,08 20,01 20,07 0,40
Energias BR ENBR3 -0,21% 9,50 9,40 9,50 -0,02
Estácio ESTC3 -1,18% 21,69 21,68 21,69 -0,26
Even  EVEN3 -1,41% 7,00 7,00 7,03 -0,10
Fibria  FIBR3 -2,34% 25,05 24,95 25,14 -0,60
Gafisa GFSA3 2,54% 3,23 3,20 3,23 0,08
Gerdau GGBR4 -0,07% 14,43 14,43 14,45 -0,01
Gerdau Metal GOAU4 1,05% 17,35 17,30 17,35 0,18
Gol GOLL4 -0,76% 10,44 10,42 10,44 -0,08
Hering HGTX3 0,67% 27,10 27,03 27,10 0,18
Hypermarcas HYPE3 2,55% 16,50 16,36 16,50 0,41
Itausa ITSA4 0,91% 8,89 8,88 8,89 0,08
Itaú Unibanco ITUB4 0,68% 32,49 32,41 32,50 0,22
JBS JBSS3 -4,96% 7,48 7,48 7,49 -0,39
Klabin KLBN4 0,45% 2,25 2,22 2,25 0,01
Klabin KLBN11 1,80% 11,32 11,17 11,30 0,20
Kroton KROT3 -0,23% 48,38 48,37 48,58 -0,11
LLX Logistica LLXL3 0,00% 0,96 0,95 0,96 0,00
Light LIGT3 0,83% 18,15 18,00 18,15 0,15
Localiza RENT3 0,09% 32,03 31,89 32,03 0,03
Lojas Americanas LAME4 1,48% 15,80 15,77 15,86 0,23
Lojas Renner LREN3 -0,36% 60,88 60,77 60,88 -0,22
MRV MRVE3 1,23% 7,42 7,39 7,42 0,09
Marfrig MRFG3 -1,44% 4,12 4,10 4,12 -0,06
Natura NATU3 2,55% 37,04 36,95 37,04 0,92
Oi OIBR4 -0,28% 3,57 3,56 3,57 -0,01
PDG Realty PDGR3 0,00% 1,34 1,33 1,34 0,00
Pão de Açúcar PCAR4 -0,37% 97,06 96,64 97,07 -0,36
Petrobras PETR3 1,15% 14,10 14,08 14,10 0,16
Petrobras PETR4 0,90% 14,53 14,51 14,52 0,13
Qualicorp QUAL3 0,35% 22,66 22,51 22,66 0,08
Rossi RSID3 -1,83% 1,61 1,60 1,61 -0,03
Sabesp SBSP3 -0,55% 19,76 19,72 19,76 -0,11
Santander SANB11 1,08% 12,19 12,06 12,18 0,13
Souza Cruz CRUZ3 -1,48% 20,70 20,65 20,75 -0,31
Suzano Papel SUZB5 -3,39% 8,56 8,56 8,58 -0,30
Telefônica Brasil VIVT4 -0,17% 45,69 45,44 46,46 -0,08
Tim TIMP3 -1,14% 11,24 11,21 11,24 -0,13
Tractebel TBLE3 2,19% 34,04 33,81 34,25 0,73
Ultrapar UGPA3 0,58% 53,56 53,11 53,91 0,31
Usiminas USIM5 2,58% 9,95 9,90 0,00 0,25
Vale VALE3 0,78% 30,82 30,65 31,00 0,24
Vale VALE5 1,66% 27,61 27,50 27,76 0,45
Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

P: V:br D:20220117 08:04:56