Mercado Bovespa em 27 de Março de 2014

O índice Ibovespa registrou o maior ganho diário nos últimos seis meses no pregão de hoje, fechando o dia aos 49.646 pontos, alta de 3,5%.

Ao que deve-se tanto otimismo dos investidores? Para economistas e analistas, a resposta é o resultado da pesquisa de opinião realizada pelo CNI/IBOPE sobre o nível de popularidade da presidente Dilma Rousseff. Em torno de 36% dos eleitores avaliam o governo de Dilma como positivo, forte queda dos 43% desde a última pesquisa.

Ibovespa (IBOV) FEC ABE VAR MAX MIN
27/03/14 49.646,79
47.964,65
+3,50%
49.646,79
47.962,03

Como reação, as ações de companhias estatais registraram as maiores altas vistas nos últimos meses, com destaque especial às ações preferenciais da Petrobras  (PETR4) (+8%), maior alta do Ibovespa, e às ações ordinárias da Eletrobrás  (ELET3) (+11%).

         

Publicidade

Abertura do Mercado Bovespa

O Índice Bovespa, principal indicador do mercado de ações da Bolsa de Valores de São Paulo, abriu a sessão de negociação desta quinta-feira praticamente estável, sendo cotado em 47.964,65 pontos.

No último pregão, o Índice Ibovespa fechou cotado em 47.965,61 pontos.

As ações preferenciais e ordinárias da Vale iniciaram o pregão desta quinta-feira cotadas a R$27.44 (VALE5) e R$ (VALE3). Já o preço das ações preferenciais e ordinárias da Petrobrás abriram cotadas a R$14.39 (PETR4) e R$ (PETR3).

Veja o ranking completo das maiores altas e maiores baixas do mercado Bovespa.

Pesquisa CNI/Ibope

Pesquisa CNI/Ibope mostrou que a aprovação do governo da presidente Dilma Rousseff caiu em março. O levantamento mostrou que o percentual dos que consideram o governo ótimo ou bom caiu para 36% em março, ante 43% em novembro do ano passado. A aprovação pessoal da presidente e a confiança na presidente registraram a primeira queda desde julho de 2013.

O mercado, cético em relação à capacidade do governo de cumprir metas fiscais e ressentido com o gerenciamento das empresas estatais, reagiu ao resultado da pesquisa desta quinta-feira, mesmo após pesquisa de intenção de voto do Ibope na semana passada mostrar estabilidade na corrida presidencial e apontar vitória de Dilma Rousseff no primeiro turno.

Reajuste dos Combustíveis

O Banco Central (BC) confirmou nesta quinta-feira que a gasolina deve subir este ano, mas ainda não sabe quando e de quanto será o reajuste. Até o mês passado, a instituição não projetava qualquer reajuste até dezembro.

Nesta quinta-feira, por meio do relatório de inflação, a autoridade monetária informou que projeta um aumento de 5,0% para os preços administrados neste ano, contra a expectativa anterior de 4,5%. Os preços administrados contemplam, entre outros, ônibus interestaduais, energia elétrica residencial, água, planos de saúde, serviços farmacêuticos e telefonia e gasolina.

Em 2013, houve dois reajustes nos preços da gasolina. O primeiro aconteceu em janeiro, quando a Petrobras reajustou o diesel em 5,4% e a gasolina, em 6,6%. O último reajuste aconteceu no fim de novembro - momento no qual a Petrobras anunciou que os preços da gasolina e do diesel foram reajustados nas refinarias, sendo que a alta foi de 4% para a gasolina e de 8% para o diesel.

Maiores Baixas

Apenas a ação preferencial da Oi e a ação ordinária da Dasa fecharam em queda. A Oi perdeu 0,31%, e a Dasa (DASA3), empresa prestadora de serviços de medicina diagnóstica, fechou quase estável, com leve baixa de 0,07%, cotada a R$ 15,04. 

Ranking Nome Código Variação (%)  Último (R$) 
1 Dasa DASA3 -0,47% 14,98
2 Oi OIBR4 -0,31% 3,18
3 Gerdau Metal GOAU4 -0,12% 17,04
4 Suzano Papel SUZB5 0,36% 8,25
5 Tim TIMP3 0,60% 11,75
6 Estácio ESTC3 0,98% 21,59
7 Santander SANB11 1,04% 12,44
8 Souza Cruz CRUZ3 1,12% 20,79
9 Cielo CIEL3 1,26% 71,49
10 Vale VALE3 1,27% 27,85

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou nesta quinta-feira, sob condições, os planos de fusão do grupo de telecomunicações Oi com a Portugal Telecom.

O conselheiro relator do caso, Rodrigo Zerbone, condicionou a aprovação à apresentação de comprovantes de regularidade fiscal por parte da Oi, da Telemar Participações, uma das controladoras da empresa, e do BTG Pactual (BBTG11), um dos participantes da operação. Não ficou imediatamente claro que tipo de comprovação fiscal é exigida pela Anatel.

As ordinárias da Oi (OIBR3) caíram 3,9%, a R$ 3,20; elas não fazem parte do Ibovespa. As preferenciais (OIBR4), que fazem parte do índice, perderam 0,31%, a R$ 3,18. Foi a maior queda da Bolsa.

Na véspera, as ordinárias da Oi despencaram 13,05%, e as preferenciais perderam 11,14%. 

Maiores Altas

As ações ordinárias da Eletrobras lideraram as altas da Bovespa, seguidas pela Prumo (ex-LLX) e pelas ações preferenciais da Petrobras, respectivamente. A construtora e incorporadora  Rossi (RSID3) teve o quarto maior ganho, de 7,84%, cotada a R$ 1,65, seguida pelas ações ordinárias da Petrobras.

Ranking Nome Código Variação (%)  Último (R$) 
1 Eletrobras ELET6 11,05% 6,43
2 LLX Logistica LLXL3 9,78% 1,01
3 Rossi RSID3 9,15% 1,67
4 Cemig CMIG4 8,07% 15,40
5 Petrobras PETR3 8,06% 15,56
6 Petrobras PETR4 7,98% 14,88
7 Gafisa GFSA3 7,42% 3,33
8 CPFL CPFE3 7,09% 18,74
9 Banco do Brasil BBAS3 6,77% 22,54
10 Tractebel TBLE3 6,72% 35,75

As preferenciais e as ordinárias da Petrobras tiveram a terceira e a quinta maior valorização do índice, respectivamente. As preferenciais da petroleira (PETR4), que dão prioridade na distribuição de dividendos, tiveram ganhos de 8,13%, a R$ 15,57. As ordinárias (PETR3), que dão direito a voto, subiram 7,55%, a R$ 14,82. 

As ações do Banco do Brasil (BBAS3) avançaram 6,63%, a R$ 22,51.

A MMX e a Prumo Logística divulgaram balanço na véspera. A Prumo Logística, ex-LLX (LLXL3), teve a segunda maior alta da Bolsa, com avançou de 9,78%, a R$ 1,01. A companhia divulgou um prejuízo de R$ 135,8 milhões em 2013. O resultado é quase três vezes maior que em 2012, quando o prejuízo da empresa tinha sido de R$ 36,6 milhões. As ações da mineradora MMX (MMXM3), de Eike Batista, fecharam em alta de 8,13%, a R$ 2,66. A MMX não faz mais parte do Ibovespa. A empresa teve prejuízo de R$ 2 bilhões em 2013, mais que o dobro das perdas do ano anterior, que tinham sido de R$ 795,7 milhões.

Ibovespa x Dow Jones

O índice Ibovespa (preto) acompanhava o movimento do índice Dow Jones (verde) até o meio da tarde, quando a Pesquisa CNI/Ibobe foi divulgada, fazendo com que o indicador brasileiro se descolasse de seu par americano, rumo ao maior nível dos últimos sete meses e à maior alta desde 2009.

Fechamento do Mercado Bovespa

O Ibovespa, principal índice de ações da Bolsa de Valores de São Paulo, fechou o pregão desta quinta-feira cotado em 49.646,79 pontos – uma valorização de 3.5% em relação ao pregão anterior.

Ao longo do dia, a cotação do índice oscilou pouco, registrando uma diferença de 1.684 pontos entre os valores mínimo (47.962,03) e máximo (49.646,79) obtidos pelo indicador.

No total, 64.395,00 negócios envolvendo as ações que compõem a carteira de ativos do Índice Bovespa foram realizados durante o pregão, movimentando mais de 599 milhões de ações.

Com a valorização de hoje, o Ibovespa acumula uma baixa de -11.4% nos últimos doze meses. No ano, o índice acumula uma baixa de -3.61%.

O giro financeiro do pregão foi expressivo, de R$ 10,4 bilhões, ante volume médio diário neste ano de R$ 6,37 bilhões.

Investidores Estrangeiros

Com a alta desta sessão, o Ibovespa firmou sua oitava sessão no azul das últimas nove, em movimento atribuído em partes por especialistas à entrada de estrangeiros. Tais investidores ingressaram com R$ 1,58 bilhão na Bovespa em março até o dia 25, segundo dado da BM&FBovespa.

Ações Componentes do Ibovespa

Nome Código Variação (%)  Último   Compra   Venda   Variação 
ALL ALLL3 3,25% 7,30 7,28 7,30 0,23
Ambev ABEV3 2,64% 17,09 17,05 17,09 0,44
Anhanguera AEDU3 4,83% 13,24 13,18 13,23 0,61
BM&FBovespa BVMF3 5,34% 10,85 10,80 10,84 0,55
Banco do Brasil BBAS3 6,77% 22,54 22,53 22,60 1,43
BB Seguridade BBSE3 2,57% 24,30 24,19 24,30 0,61
BR Malls BRML3 4,11% 18,48 18,35 18,48 0,73
BR Properties BRPR3 3,57% 18,00 18,00 18,09 0,62
Bradesco BBDC4 4,03% 30,70 30,65 30,70 1,19
Bradesco BBDC3 6,56% 33,62 33,40 33,63 2,07
Bradespar BRAP4 2,04% 19,49 19,38 19,49 0,39
Brasil Foods BRFS3 4,85% 46,67 46,55 46,67 2,16
Braskem BRKM5 4,40% 17,80 17,61 17,80 0,75
Brookfield BISA3 2,10% 1,46 1,46 1,47 0,03
CCR CCRO3 1,78% 17,11 17,11 17,29 0,30
CESP CESP6 4,52% 26,59 26,59 26,66 1,15
CPFL CPFE3 7,09% 18,74 18,24 19,00 1,24
CSN CSNA3 4,34% 10,10 10,06 10,10 0,42
Cemig CMIG4 8,07% 15,40 15,33 15,40 1,15
Cetip CTIP3 2,31% 27,02 26,91 27,02 0,61
Cielo CIEL3 1,26% 71,49 71,17 71,48 0,89
Copel CPLE6 4,08% 29,58 29,10 29,55 1,16
Cosan CSAN3 3,10% 34,94 34,80 34,96 1,05
Cyrela CYRE3 3,67% 13,27 13,26 13,38 0,47
Dasa DASA3 -0,47% 14,98 14,98 15,03 -0,07
Duratex DTEX3 5,91% 11,83 11,70 11,83 0,66
Eletrobras ELET3 3,61% 10,61 10,60 10,66 0,37
Eletrobras ELET6 11,05% 6,43 6,36 6,43 0,64
Eletropaulo ELPL4 4,06% 8,21 8,19 8,21 0,32
Embraer EMBR3 2,21% 20,39 20,28 20,38 0,44
Energias BR ENBR3 4,89% 9,86 9,66 9,83 0,46
Estácio ESTC3 0,98% 21,59 21,55 21,59 0,21
Even  EVEN3 5,45% 7,35 7,24 7,35 0,38
Fibria  FIBR3 1,93% 24,87 24,52 24,86 0,47
Gafisa GFSA3 7,42% 3,33 3,32 3,33 0,23
Gerdau GGBR4 2,82% 14,60 14,58 14,60 0,40
Gerdau Metal GOAU4 -0,12% 17,04 17,06 17,17 -0,02
Gol GOLL4 1,98% 10,80 10,72 10,79 0,21
Hering HGTX3 3,03% 27,20 27,00 27,19 0,80
Hypermarcas HYPE3 4,66% 16,84 16,65 16,84 0,75
Itausa ITSA4 2,94% 9,11 9,11 9,12 0,26
Itaú Unibanco ITUB4 2,51% 33,55 33,46 33,55 0,82
JBS JBSS3 5,05% 7,69 7,70 7,71 0,37
Klabin KLBN4 3,98% 2,35 2,33 2,34 0,09
Klabin KLBN11 3,20% 11,60 11,52 11,58 0,36
Kroton KROT3 2,74% 48,80 48,62 49,00 1,30
LLX Logistica LLXL3 9,78% 1,01 1,00 1,01 0,09
Light LIGT3 4,35% 19,20 18,95 19,19 0,80
Localiza RENT3 3,48% 32,70 32,52 32,70 1,10
Lojas Americanas LAME4 2,88% 16,10 16,10 16,20 0,45
Lojas Renner LREN3 3,65% 62,19 62,06 62,18 2,19
MRV MRVE3 3,92% 7,95 7,95 7,99 0,30
Marfrig MRFG3 3,26% 4,12 4,12 4,13 0,13
Natura NATU3 2,34% 37,12 37,00 37,12 0,85
Oi OIBR4 -0,31% 3,18 3,17 3,19 -0,01
PDG Realty PDGR3 6,25% 1,36 1,35 1,36 0,08
Pão de Açúcar PCAR4 2,48% 98,00 97,65 98,30 2,37
Petrobras PETR3 8,06% 15,56 15,55 15,56 1,16
Petrobras PETR4 7,98% 14,88 14,83 14,92 1,10
Qualicorp QUAL3 3,11% 23,20 23,20 23,38 0,70
Rossi RSID3 9,15% 1,67 1,67 1,68 0,14
Sabesp SBSP3 4,28% 20,48 20,21 20,48 0,84
Santander SANB11 1,04% 12,44 12,34 12,44 0,13
Souza Cruz CRUZ3 1,12% 20,79 20,70 20,79 0,23
Suzano Papel SUZB5 0,36% 8,25 8,24 8,25 0,03
Telefônica Brasil VIVT4 1,69% 46,95 46,50 47,50 0,78
Tim TIMP3 0,60% 11,75 11,67 11,75 0,07
Tractebel TBLE3 6,72% 35,75 35,34 35,75 2,25
Ultrapar UGPA3 2,06% 54,50 54,61 55,50 1,10
Usiminas USIM5 5,37% 10,40 10,30 10,50 0,53
Vale VALE3 1,27% 27,85 27,90 27,97 0,35
Vale VALE5 2,10% 31,11 29,90 31,27 0,64
Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Faça o login em ADVFN
Registrar agora

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

P: V:br D:20230201 05:25:26