Raio-X do investimento em Poupança

 

História

A Caderneta de Poupança é a aplicação mais antiga e tradicional no Brasil.

A poupança foi criada no século XIX para receber os depósitos de pessoas de classes sociais menos favorecidas, sob garantia do Governo Imperial, com o objetivo de criar uma reserva monetária para a aposentadoria.

No dia 12 de janeiro de 1861, Dom Pedro II assinou o Decreto nº 2.723, que fundou a Caixa Econômica da Corte, que prestava, inicialmente, dois tipos de serviços, a poupança e os penhores.

Era permitido que escravos de ganho pudessem guardar seu dinheiro, facilitando o processo de alforria. Entretanto, era no nome do senhor do escravo que era feita a caderneta de poupança.

Em 1874, o Decreto n° 5.594 determinava que a taxa de juros não seria superior a 6% ao ano, fixada anualmente.

Em 1915, entrou em vigor o Decreto n° 11.820, que estipulou que os juros seriam fixados anualmente pelo governo e que as mulheres casadas poderiam abrir sua própria caderneta de poupança, salvo expressa oposição do marido.

Em 1964, a Lei n° 4.380/64 instituiu a correção monetária para os depósitos de poupança , ou seja, além da remuneração anual de 6%, os valores passaram a ser atualizados mensalmente pela correção monetária, conforme percentual definido pelo Banco Central do Brasil. Esse sistema de correção vigorou até Janeiro de 1991, ano em que a TR passou a ser diária.

A partir de maio de 2012, as regras para remuneração da poupança foram alteradas para viabilizar taxas de juros mais baixas no Brasil.

 

Características

A Caderneta de Poupança é uma conta de investimento simples individual ou conjunta e de baixo risco regulada pelo Banco Central do Brasil. Possui rendimento mensal, somado à taxa referencial (TR).

O crédito do rendimento é efetuado na data de aniversário da conta mensalmente.

Não há limite mínimo para o depósito inicial e é possível aplicar em qualquer dia do mês, sem limite mínimo. Permite fazer saques, transferências e compras na função débito, por meio de cartão magnético. 

 

Rentabilidade

A partir de maio de 2012, as regras para remuneração da poupança foram alteradas para viabilizar taxas de juros mais baixas no Brasil. 

De acordo com a nova regra, quando a meta da taxa Selic for igual ou inferior a 8,5% ao ano, o rendimento da poupança será de 70% da Selic, mais a TR (Taxa Referencial).

Quando a taxa Selic superar os 8,5% ao ano, a poupança limitará seu rendimento a 6% por ano, mais a Taxa Referencial.

 

Riscos

Os depósitos em cardeneta de poupança são garantidos pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) para valores de até R$ 250 mil.

 

Taxas

Não há cobrança de taxas de administração ou de custódia para cadernetas de poupança.

 

Impostos

O rendimento das cadernetas de poupança é isento de imposto sobre renda.

Seu Histórico Recente
BOV
VALE5
Vale PNA
BOV
IBOV
iBovespa
BOV
PETR4
Petrobras
BOV
IGBR3
IGB SA
FX
USDBRL
Dólar EUA ..
Ações já vistas aparecerão nesta caixa, facilitando a volta para cotações pesquisadas anteriormente.

Registre-se agora para criar sua própria lista de ações customizada.

Ao acessar os serviços da ADVFN você estará de acordo com os Termos e Condições

P: V:br D:20190625 20:05:45