Microsoft corta pequena porcentagem de funcionários no início do novo ano fiscal

LinkedIn

A Microsoft (NASDAQ:MSFT) disse na terça-feira (12) que demitiu um pequeno número de funcionários, dias após a fabricante de software iniciar seu ano fiscal de 2023, época em que a empresa normalmente anuncia mudanças estruturais.

A Microsoft também é negociada na B3 através do ticker (BOV:MSFT34).

Grandes e pequenas empresas de tecnologia desaceleraram os planos de contratação ou anunciaram reduções na força de trabalho nos últimos meses para resistir a uma possível recessão econômica, que os banqueiros centrais tentam evitar aumentando as taxas de juros. Essa mudança tornou os investidores menos interessados ​​em ações orientadas para o crescimento, como a Microsoft, cujas ações caíram cerca de 22% desde o início do ano, enquanto o índice S&P 500 caiu 19% no mesmo período.

Os cortes atingem diversos grupos e afetam menos de 1% da empresa, que empregava 181.000 pessoas em junho de 2021, informou a empresa.

“Hoje notificamos um pequeno número de funcionários que suas funções foram eliminadas”, disse um porta-voz da Microsoft. “Isso foi resultado de um realinhamento estratégico e, como todas as empresas, avaliamos nosso negócio regularmente. Continuamos a investir em certas áreas e a aumentar o número de funcionários no próximo ano.”

O executivo da Microsoft responsável pelo software de produtividade do Office, Rajesh Jha, disse em maio a sua equipe para obter permissão antes de abrir novas funções. Em junho, a Microsoft reduziu sua receita e orientação de receita, citando taxas de câmbio desfavoráveis.

Na segunda-feira, o grupo de pesquisa do setor de tecnologia Gartner estimou que as remessas de PCs, um fator que afeta os negócios do sistema operacional Windows da Microsoft, caíram quase 13% no terceiro trimestre, o desempenho mais lento em nove anos, em parte por causa de questões geopolíticas.

A Microsoft anunciou pela última vez uma rodada de demissões em 2017, após o início de seu novo ano fiscal. A empresa demitiu milhares de funcionários ao ajustar sua abordagem de vendas.

A Meta Platforms (META, M1TA34), controladora do Facebook, reduziu sua meta de adicionar engenheiros de software este ano de 10.000 para cerca de 6.000 a 7.000, informou a Reuters na semana passada. A divisão de varejo da Amazon também (AMZN, AMZO34) diminuiu sua meta de contratação para 2022, informou o Insider em maio.
Com informações de CNBC

Deixe um comentário