Líder em farmácias no País, a rede Raia Drogasil (BOV:RADL3) anunciou na terça-feira, 26, a aquisição da Onofre, marca que estava nas mãos da gigante americana CVS Health desde 2013. Com o acordo, o grupo americano deixa o Brasil, conforme antecipou o Estado. O valor do negócio não foi revelado.

Com R$ 479,4 milhões de receita bruta em 2018 e um total de 50 lojas, sendo 47 no estado de São Paulo, duas no Rio de Janeiro e uma em Minas Gerais, a Onofre, atualmente controlada pela CVS Health Corporation, é uma das empresas mais reconhecidas do varejo farmacêutico brasileiro e uma das referências nacionais em e-commerce.

“Após a devida análise dos termos do Sale and Purchase Agreement, a companhia entendeu que a aquisição não se enquadra nos requisitos e parâmetros estabelecidos no Artigo 256 da Lei das Sociedades por Ações, de tal sorte que sua consumação não dependerá de deliberação da assembleia geral da companhia ou ensejará direito de retirada aos acionistas da companhia”, explicou a Raia Drogasil.

A Aquisição está sujeita ao atendimento de certas condições precedentes usuais em operações desta natureza, em especial a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

A Raia Drogasil ainda não definiu se o grupo vai manter a marca Onofre ou se vai converter a bandeira para Raia. “Começamos a negociar recentemente e acabamos de fechar o negócio. Não deu tempo de pensar nesta estratégia”, afirmou Pousada. O executivo reconhece que as duas bandeiras têm sobreposição de lojas – mas ressalva que esse problema pode ser contornado.

“Se sobreposição fosse problema, não teríamos feito a fusão da Raia com Drogasil”, afirmou Eugênio De Zagottis, diretor de relações com investidores do grupo. A fusão da Raia com a Drogasil ocorreu em 2011. No mesmo ano, a Drogaria São Paulo se fundiu a com a rede Pacheco, criando a DPSP.

“A Onofre foi a primeira aquisição (de uma rede) pela Raia Drogasil desde a fusão. Antes, tínhamos comprado 27 lojas da Santa Marta, que estava em recuperação judicial”, afirmou Pousada. O grupo, segundo ele, vai continuar dando prioridade à expansão orgânica da rede.

Resultados

A Raia Drogasil também divulgou seus resultados de 2018. O lucro líquido ajustado totalizou R$ 548,6 milhões em 2018, o que representou um crescimento de 7% e uma margem líquida de 3,5%.

No 4T18 o lucro foi de R$ 154,4 milhões e uma margem líquida de 3,7%. No 4T17 o lucro foi de R$ 132.6 milhões.

O EBITDA ajustado foi de R$ 1,195 bilhão em 2018, crescimento de 5,7% sobre 2017 e uma margem de 7,7%, representando uma contração de 0,5 ponto percentual em relação mesmo período do ano anterior.

No 4T18, o EBITDA ajustado atingiu R$ 311,1 milhões, uma margem EBITDA de 7,4% e uma pressão de 0,5 ponto percentual.

RAIA DROGASIL ON (BOV:RADL3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jul 2020 até Ago 2020 Click aqui para mais gráficos RAIA DROGASIL ON.
RAIA DROGASIL ON (BOV:RADL3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Ago 2019 até Ago 2020 Click aqui para mais gráficos RAIA DROGASIL ON.