A Via Varejo (Casas Bahia e Ponto Frio) pretende divulgar um comunicado com atualizações sobre os reflexos da pandemia nos seus negócios, o que deve incluir dados informados pela administração em recentes videoconferências.

A CVM questionou a empresa sobre informações publicadas em reportagem do Valor, no dia 29 de abril. No ofício, a autarquia questionou, entre outros pontos, o motivo pelo qual a empresa decidiu não divulgar um comunicado oficial com os números.

As ações da Via Varejo são negociadas na B3 através do código (BOV:VVAR3).

Na resposta, o grupo relativizou a alta nas vendas mencionada nas “lives” e admite que o conjunto de dados informado “pode ter tido alguma influência” no preço da ação. A varejista também disse que “houve uma penalização excessiva do seu valor de mercado”, fruto de “especulação infundada e das dúvidas do mercado cerca de sua saúde financeira, operacional e de sua capacidade de manter as atividades”.

“No julgamento subjetivo da administração da companhia, as informações divulgadas nesses encontros, isoladamente, não tinham potencial de impactar o preço ou a decisão dos investidores, para que pudesse configurar e exigir a divulgação de fato relevante”, diz trecho da resposta. A empresa afirmou que usou as lives para se aproximar do seu investidor.

No ano passado, o site “Brazil Journal” informou que a atual gestão da Via Varejo vai se apropriar de 4% do valor de mercado que for gerado nos próximos três anos pela empresa (2020, 2021 e 2022), como forma de incentivar a equipe e atrair talentos.

Nessas “lives”, o CEO Roberto Fulcherberguer tem destacado o bom desempenho de vendas e um salto na participação de mercado do grupo das últimas semanas. Os números divulgados têm como base dados de empresas de pesquisas (não são relatórios oficiais do grupo) e mostram aumentos semanais nas vendas de 150% a 400%.

Devido à pandemia que resultou no fechamento das lojas físicas, afirma que direcionou seu foco para as operações de e-commerce e afirma que está “avaliando os impactos da pandemia antes alterar seus planos de investimento”.

233 lojas reabertas até 7 de maio

A Via Varejo informou também que 233 lojas físicas serão reabertas ate 7 de maio.

A empresa também divulgou que está atingindo de forma consistente 70% do orçamento total original e que  não há decisão de modificar orçamento de capex previsto entre R$700 milhões a R$800 milhões, apesar de suspenção temporária de investimentos.

 

VIA VAREJO ON (BOV:VVAR3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jul 2020 até Ago 2020 Click aqui para mais gráficos VIA VAREJO ON.
VIA VAREJO ON (BOV:VVAR3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Ago 2019 até Ago 2020 Click aqui para mais gráficos VIA VAREJO ON.