Após uma investida frustrada, a Eneva retomou seu plano de incorporar a concorrente AES Tietê com uma nova ofensiva.

Em fato relevante divulgado após o pregão de quinta-feira (23), a Eneva (BOV:ENEV3) entregou ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), maior acionista da Tietê (BOV:TIET3) (BOV:TIET4) (BOV:TIET11), com 28,4% do capital social, uma proposta que visa adquirir 100% das ações da geradora controlada pela americana AES Corporation.

Segundo a Eneva, a relação de troca a ser proposta contemplaria a atribuição de um prêmio de 10% sobre o valor de mercado das duas companhias na data de ontem, 23 de julho.

As ações da Unit da AES Tietê, com valor de mercado de R$ 6,6 bilhões, valorizaram 6,74% em 2020.

As ações da Eneva, com valor de mercado aproximado de R$ 16 bilhões, valorizou 18,97% em 2020.

“A proposta formulada ao BNDESPAR fundamenta-se na convicção do conselho de administração da Eneva de que a combinação de negócios segue sendo uma operação com méritos e com potencial de gerar significativos benefícios para os acionistas e demais stakeholders de ambas as companhias”, afirmou a Eneva.

Com sinal verde do BNDES, a Eneva vai submeter novos termos de incorporação à administração da Tietê. Desta vez, a oferta avalia a geradora em R$ 7,5 bilhões, sendo que 90% seriam pagos em ações e 10% em dinheiro. A operação compreende uma relação de troca de 0,06539522 por ação ON da Eneva para cada ação ON ou PN da AES Tietê ou 0,32697609 por unit.

“No âmbito do processo competitivo a companhia se comprometeu, caso a proposta da companhia seja a escolhida e assim tenha o apoio do BNDESPAR, na qualidade de maior acionista da AES Tietê, a submeter à administração da AES Tietê uma nova proposta de incorporação envolvendo as duas companhias com a relação de troca implícita correspondente a 0,06539522 novas ações ordinárias de emissão da Eneva para cada ação ordinária ou preferencial de emissão da AES Tietê ou de 0,32697609 por UNIT, totalizando 130.498.292 novas ações ordinárias de emissão da Eneva, mais uma parcela em dinheiro de R$ 727.890.471,54, equivalente a R$0,36 por cada ação ordinária ou preferencial ou R$ 1,82 por UNIT”, explicou a Eneva no fato relevante.

Ainda segunda a Eneva, a união das duas companhias criaria uma plataforma “eficiente de ativos de geração de energia, com grande diferencial competitivo, viabilizaria a ampliação da geração de receita e menor volatilidade do fluxo de caixa, além de oferecer um salto de governança corporativa para os acionistas da AES Tietê, que passariam a compor a base acionária de uma empresa maior e com mais liquidez, listada no Novo Mercado da B3”.

O BNDES detém 28,41% do capital total da AES Tietê (14,4% em ações ordinárias e 37,5% de preferenciais) e recentemente contratou a BR Partners como assessor financeiro para a venda da participação.

Em fevereiro deste ano a Eneva lançou uma oferta para incorporar a AES Tietê. Mas a proposta enfrentou resistência do grupo americano AES, que detém 24,35% do capital total e controla a empresa por deter 61,6% das ações ON, que dão direito a voto.

Marcelo Habibe, diretor financeiro da Eneva, diz que a proposta é atrativa ao BNDES. “Estamos dando a possibilidade de o BNDES desinvestir da AES num patamar alto de preço, e com uma parcela interessante em caixa. Além disso, entregamos ao banco ações da Eneva, companhia que está em amplo processo de crescimento, com uma governança muito mais forte e uma liquidez muito maior”.

A nova proposta prevê que os acionistas atuais ficariam com 70,7% da nova empresa. A AES, que hoje detém 24,3% da Tietê, ficaria com 7,1%. Cambuhy e BTG Pactual passariam a ter, cada um, 16,2%, BNDESPar, 8,3%, e Eletrobras, 2,3%.

Leia a seguir a íntegra do fato relevante da Eneva:

“Rio de Janeiro, 23 de julho de 2020 – ENEVA S.A. (B3: ENEV3) (“Eneva” ou “Companhia”), em atendimento ao disposto no artigo 157, §4º, da Lei n.º 6.404/76 e às disposições da Instrução da Comissão de Valores Mobiliários n.º 358, de 3 de janeiro de 2002, informa aos seus acionistas e ao mercado em geral que apresentou, nesta data, ao BNDES Participações S.A. — BNDESPAR, nos termos do processo competitivo tornado público pelo BNDESPAR, em 26 de junho de 2020, os termos e condições de uma potencial operação de combinação de negócios com a AES Tietê Energia S.A., companhia aberta inscrita no CNPJ/ME sob o n.º 04.128.563/0001-10, com sede na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo, na Avenida das Nações Unidas, 12.495, 12º andar (a “AES Tietê” e a “Operação”). No âmbito do processo competitivo a Companhia se comprometeu, caso a proposta da Companhia seja a escolhida e assim tenha o apoio do BNDESPAR, na qualidade de maior acionista da AES Tietê, a submeter à administração da AES Tietê uma nova proposta de incorporação envolvendo as duas companhias com a relação de troca implícita correspondente a 0,06539522 novas ações ordinárias de emissão da Eneva para cada ação ordinária ou preferencial de emissão da AES Tietê ou de 0,32697609 por UNIT, totalizando 130.498.292 novas ações ordinárias de emissão da Eneva, mais uma parcela em dinheiro de R$727.890.471,54, equivalente a R$0,36 por cada ação ordinária ou preferencial ou R$ 1,82 por UNIT (“Relação de Troca”). A Relação de Troca a ser proposta contemplaria a atribuição de um prêmio de 10% sobre o valor de mercado das duas companhias na data de 23 de julho de 2020. A proposta formulada ao BNDESPAR fundamenta-se na convicção do Conselho de Administração da Eneva de que a combinação de negócios segue sendo uma operação com méritos e com potencial de gerar significativos benefícios para os acionistas e demais stakeholders de ambas as companhias. A união das duas companhias criaria uma plataforma eficiente de ativos de geração de energia, com grande diferencial competitivo, viabilizaria a ampliação da geração de receita e menor volatilidade do fluxo de caixa, além de oferecer um salto de governança corporativa para os acionistas da AES Tietê, que passariam a compor a base acionária de uma empresa maior e com mais liquidez, listada no Novo Mercado da B3. A Companhia informará seus acionistas e o mercado em geral sobre desdobramentos relevantes relacionados aos temas aqui tratados”.

AES TIETÊ (BOV:TIET11)
Gráfico Histórico do Ativo
De Ago 2020 até Set 2020 Click aqui para mais gráficos AES TIETÊ.
AES TIETÊ (BOV:TIET11)
Gráfico Histórico do Ativo
De Set 2019 até Set 2020 Click aqui para mais gráficos AES TIETÊ.