O BNDES tem em mãos duas propostas para definir a venda da sua participação de 28,41% na AES Tietê (BOV:TIET11). Além da oferta da Eneva (BOV:ENEV3 3), que prevê troca de ações e uma parcela em dinheiro, o banco de fomento recebeu também um lance da AES Corp, atual controladora da geradora hídrica com 24,35% do capital total.

Segundo apurou o Estadão/Broadcast, a elétrica americana está propondo o pagamento de R$ 17,15 por ação em dinheiro, em linha com o preço do papel e abaixo da oferta implícita de R$ 18,88 apresentada pela Eneva. Procurada, a AES Corp informou que não se manifestaria por enquanto.

O CEO da Eneva afirmou que ‘Se BNDES rejeitar oferta por AES Tietê (#TIET11) estará ignorando minoritários’

Enquanto o leilão pela fatia de 28% do BNDES na AES Tietê não se conclui, o CEO da Eneva, Pedro Zinner, defende seu lance com dois argumentos: um estratégico, outro legal. Segundo ele, seria um contrassenso para o banco, que tem fomentado o mercado de capitais, esnobar uma oferta que dê chance aos acionistas minoritários de se manifestar.

Segundo o jornal O Globo, o BNDES bateu o martelo para a venda de sua participação na AES Tietê para a AES Corporation, controladora da empresa, rejeitando a proposta da Eneva. O BNDES avaliou que a oferta concorrente da Eneva, além de pior financeiramente, por ter apenas 10% em dinheiro, resultaria numa longa briga societária.

Para Luis Sales, analista de empresas da Guide Investimentos, o Impacto é Positivo.Com a aprovação da participação para a AES Corp, grupo americano que controla hoje a AES Tietê, esta disputa será concluída e assim poderão ser postas em prática as medidas que trarão benefícios à companhia. A AES Corp também se comprometeu a fazer a migração da Tietê para o nível 2.

AES TIETÊ (BOV:TIET11)
Gráfico Histórico do Ativo
De Out 2020 até Nov 2020 Click aqui para mais gráficos AES TIETÊ.
AES TIETÊ (BOV:TIET11)
Gráfico Histórico do Ativo
De Nov 2019 até Nov 2020 Click aqui para mais gráficos AES TIETÊ.