Em Fato Relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) nesta quarta-feira, a AES Tietê (BOV:TIET11) (BOV:TIET3) (BOV:TIET4) comunicou a aquisição do Complexo Eólico Ventus, localizado no Rio Grande do Norte, por até R$ 650 milhões, do grupo paranaense J. Malucelli Energia. Em operação desde 2014, o complexo tem 187,0 megawatts (MW) de capacidade instalada e está 100% contratado no mercado regulado (LER 2009) e foi comercializado por leilão de reserva por 20 anos.

Segundo a AES Tietê, o acordo envolve os parques Brasventos Eolo (antigo Rei dos Ventos 1), Rei dos Ventos 3 e Miassaba 3, no Complexo Eólico Ventus.

As unidades somam capacidade instalada de 187 megawatts (MW), com operação 100% contratada no mercado regulado de energia.

“O valor total da aquisição é de até R$ 650 milhões, sendo: R$ 449 milhões, a ser pago 51% na data do fechamento da transação e 49% após cinco meses da data; e assunção da dívida líquida do projeto, cujo saldo estimado é de R$ 201 milhões”, diz a AES.

A empresa afirma que a aquisição é “mais um passo da estratégia de crescimento e diversificação de portfólio da companhia por meio da aquisição de ativos de fontes complementares à hídrica e com contratos de longo prazo”, disse a elétrica, controlada pela norte-americana AES, em fato relevante.

A conclusão do negócio está sujeito ao cumprimento das condições acordadas no contrato de compra e venda de ações, acrescentou a AES Tietê.

O chefe da AES Corp na América do Sul, Julian Nebreda, afirmou que a companhia pretende acelerar a expansão de sua unidade de energia renovável no Brasil, a AES Tietê, após ter chegado a um acordo com o BNDES para a compra de parte das ações do banco estatal na elétrica que envolveu cerca de R$ 1,27 bilhão.

 Fonte Forbes e Isto é Dinheiro
AES TIETÊ (BOV:TIET11)
Gráfico Histórico do Ativo
De Ago 2020 até Set 2020 Click aqui para mais gráficos AES TIETÊ.
AES TIETÊ (BOV:TIET11)
Gráfico Histórico do Ativo
De Set 2019 até Set 2020 Click aqui para mais gráficos AES TIETÊ.