As boas notícias do setor aéreo não param. Desta vez foi a Smiles (BOV:SMLS3) que divulgou resultados preliminares positivos.

De acordo com os dados apresentados nesta quarta-feira (7), que ainda não passaram por auditoria, o faturamento total cresceu 24 pontos percentuais (p.p.) entre o segundo e o terceiro trimestre. Ele representou 71% do registrado em igual período de 2019. A empresa não divulgou o valor faturado.

Os dados da Smiles mostram que o faturamento foi subindo ao longo do terceiro trimestre. Entre julho e agosto, ele cresceu 5 p.p., para 62%, subindo 28 p.p. de agosto para setembro, a 90%.

As vendas brutas de bilhetes expandiram 54 p.p., na comparação com os três meses anteriores, alcançando o equivalente a 76% do montante do mesmo intervalo de 2019.

A empresa, que cuida do programa de fidelidade da Gol, divulgou ainda que a receita de milhas resgatadas avançou 52 p.p. no terceiro trimestre, representando 65% do total apurado no ano passado.

Recuperação

Os dados da Smiles indicam que o setor aéreo brasileiro começa a esboçar recuperação, após ser duramente penalizado pela pandemia de covid-19, que forçou a interrupção das viagens aéreas.

Na Azul, o tráfego de passageiros consolidado, que inclui os voos domésticos e internacionais, aumentou 23,5% em setembro ante agosto.

A Gol viu a demanda por voos no País crescer 36% em setembro, também na comparação com agosto.