O IRB Brasil divulgou o relatório com o resultado mensal de outubro com prejuízo líquido de R$ 23,8 milhões. Ao excluir os efeitos “one-offs”, o lucro líquido seria positivo em R$ 110,3 milhões.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:IRBR3) nesta quinta-feira (24). Confira o documento na íntegra.

A companhia afirmou que seu faturamento bruto em outubro atingiu R$ 692,9 milhões, crescimento 17,9% em relação a outubro de 2019, sendo R$ 370 milhões no Brasil e R$ 322,9 milhões no exterior.

No Brasil o crescimento foi de 18,2% em relação a outubro de 2019 e no exterior foi de 17,7% no mesmo conceito.

Outros dados divulgados:

  • Faturamento bruto de outubro/20 (Prêmio Emitido): atingiu R$ 692,9 milhões, um crescimento 17,9% em relação a outubro de 2019, sendo R$ 370,0 milhões no Brasil e R$322,9 milhões no Exterior. No Brasil o crescimento foi de 18,2% em relação a outubro de 2019 e no exterior foi de 17,7% no mesmo conceito. 
  • Faturamento de competência de outubro/20 (Prêmio Ganho): O prêmio ganho totalizou R$ 423,3 milhões, impactado pela reversão da linha de Variação das Provisões Técnicas, em virtude do grande volume retrocedido em LPT (Loss Portfolio Transfer) da ordem de R$ 118 milhões. 
  • Índice de sinistralidade (Despesas de Sinistros/Faturamento de Competência do período): A despesa de sinistro foi de R$ 347,5 milhões, primordialmente, em função do maior provisionamento da carteira de vida, no montante de R$ 159,3 milhões. Com isso, o índice de sinistralidade ficou em 82,1% no mês de outubro. Ao excluirmos os efeitos one-offs, o índice de sinistralidade seria de 59,4%. 
  • Índice de Gastos Internos se situou na casa de 5,3%. O Índice de Gastos Externos (principalmente comissões) se situou em 28,9% (excluindo o efeito do LPT na carteira de rural na base de prêmios, o índice atingiu 23,7%. Vide nota abaixo). Índice de resultado financeiro e patrimonial alcançou 11,0% do faturamento de competência de outubro/20. Relações com Investidores | gri@irbre.com | +5511-2588-0216/0211/0209 
  • Contribuição marginal (Resultado de “Underwriting” ou de Subscrição): em outubro/20, o resultado de underwriting foi negativo em R$ 43,6 milhões. Ao excluirmos os efeitos one-offs, o resultado de underwriting seria positivo em R$ 90,5 milhões.

Nota: Efeito LPT: LPT significa Loss Portfolio Transfer, ou a venda/transferência via contrato de Retrocessão das Provisões de Sinistros de uma determinada Carteira pelo IRB para uma retrocessionária (resseguradora). Os efeitos dessa operação se dão por: (i) diminuição do Prêmio Ganho pelo valor da Carteira Transferida; e (ii) Diminuição das Despesas com Sinistros pelo mesmo valor. São efeitos one-offs.”

→ O IRB Brasil RE é uma companhia de resseguros que oferece cobertura para riscos em todas as linhas de negócios. Confira a análise completa da empresa com informações exclusivas.

Prejuízo líquido fica em R$ 229,8 milhões

IRB Brasil teve um prejuízo líquido de R$ 229,8 milhões no acumulado do terceiro trimestre deste ano, um resultado 66,4% menor do que o prejuízo de R$ 685,1 milhões registrado no trimestre anterior (2T20). Já no 3T19, a perda líquida ficou em R$ 19,7 milhões.

A melhora do desempenho entre os trimestres de 2020 é em virtude da retomada do mercado segurador, que também tem sofrido com os reflexos da pandemia. De acordo com a empresa, excluindo os contratos descontinuados, teria sido apurado um lucro líquido de R$ 149,4 milhões no 3T20. Entretanto, esses negócios descontinuados, conforme o IRB, fazem parte da estratégia da companhia em manter atuação em segmentos que apresentam um melhor desempenho.

IRB BRASIL ON (BOV:IRBR3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Dez 2021 até Jan 2022 Click aqui para mais gráficos IRB BRASIL ON.
IRB BRASIL ON (BOV:IRBR3)
Gráfico Histórico do Ativo
De Jan 2021 até Jan 2022 Click aqui para mais gráficos IRB BRASIL ON.