A OSX tomou conhecimento da sentença proferida pelo juízo da 2ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro mediante a qual houve a homologação do acordo, a revogação da decisão liminar concedida e a extinção do referido processo.

O comunicado foi feito pela companhia (BOV:OSXB3) nesta terça-feira (19).

A OSX é a empresa de logística portuária do empresário Eike Batista.

Os acionistas controladores Eike Batista e Centenial Asset Mining Fund fecharam um acordo com Rogério Alves de Freitas, acionista da companhia e membro independente de seu conselho de administração, para apresentar uma petição requerendo a revogação de liminar e permitir a convocação da assembleia.

A OSX também informou no documento enviado ao mercado que a Câmara de Arbitragem do Mercado está adotando as providências para arquivamento e não instauração do procedimento arbitral.

“Tendo em vista a revogação da decisão liminar que havia sido concedida no âmbito do referido processo judicial, a companhia esclarece que está, em conjunto com os acionistas controladores da companhia, adotando as providências necessárias para a convocação de Assembleia Geral da OSX, com o fim de promover a eleição de nova administração da companhia, de acordo com os nomes indicados por tais acionistas, em substituição aos atuais administradores”, destacou a OSX em fato relevante nesta terça.

Os controladores têm interesse em mudar o conselho de administração para buscar recursos a partir de novos investidores.

A companhia após divulgou na segunda-feira (18) que conseguiu chegar a um acordo com um de seus acionistas para encerrar o processo que impedia convocação de assembleia geral extraordinária (AGE) para tratar da troca dos membros da administração.