A Light informou que foi liquidada a 21ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações de sua subsidiária Light Serviços de Eletricidade S.A.

O comunicado foi feito pela empresa (BOV:LIGT3) na última sexta-feira (12). Confira o documento na íntegra!

Foram emitidas debêntures no valor total de R$ 360 milhões. A remuneração é de 100% da Taxa DI + 2,60% a.a. e vencimento em 15/01/2025.

Os recursos das debêntures foram integralmente utilizados na realização da aquisição de debêntures da 2ª série da 9ª emissão da Light SESA. A remuneração era de IPC-A + 5,74% a.a., bem como nos encargos relacionados.

A Light pretende divulgar os resultados do 4T20 e referente ao ano de 2020 no dia 11 de março.

Lucro de R$ 136 milhões no 3T20, queda de 91%

A companhia viu seu lucro líquido caindo 91% na comparação com o terceiro trimestre de 2019, atingindo R$ 136 milhões.

Segundo a empresa, houve impacto não recorrente no terceiro trimestre de 2019 de um processo judicial referente ao ICMS e ajustes na Renova que alteraram a base de cálculo. Sem estes efeitos, a empresa teria tido prejuízo de R$ 11 milhões no terceiro trimestre de 2019. Com os efeitos, a empresa teve lucro de R$ 1,5 bilhão no terceiro trimestre do ano passado.

A receita operacional líquida da companhia somou R$ 2,94 bilhões, ante R$ 3,7 bilhões no ano anterior. O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação) ajustado foi de R$ 587 milhões, quase metado do Ebitda de R$ 1,084 bilhão visto um ano antes. Comparando com o Ebitda recorrente, no entanto, o Ebitda cresceu 101%.